domingo, 20 de outubro de 2019

Humorista Evandro Santo é agredido na cidade de Marília

O humorista Evandro Santo afirma ter sido agredido logo após um show feito na sexta-feira, 18 de outubro, em Marília, no interior de São Paulo. O artista postou uma foto hoje (19) com a boca e o nariz machucados e afirma que levou um soco de um rapaz chamado Pedro no banheiro do Água Doce, local em que se apresentou.
"Esta não é uma foto bonita e nem legal. Esta foto mostra o quanto devemos ter cuidado com pessoas com aparência "normal", porque o ódio e a homofobia não têm cara", postou.
Tudo teria acontecido após um quadro chamado "Tinder Humano", onde o humorista dá um "selinho" em convidados que participam de forma voluntária. O rapaz identificado como Pedro participou normalmente da atração, mas depois do show reagiu de forma diferente e teria batido em Evandro.
"Ele super aceitou bem, fez o Tinder, ganhou um selinho meu, deu risada assim como a moça ganhou um meu e deu risada. Saiu do palco de boa, o público que era muito educado, participativo e carinhoso pediu para eu ficar mais, agradecemos a casa, a Jovem Pan Marília, pedi dez minutos para descansar e depois como sempre tirar as fotos", relata Evandro.
"Saí, fui ao banheiro, e quando saí, um rapaz falou: 'O Pedro está vindo ao banheiro'. E eu: 'Uai, e daí?' Quando saí do banheiro, do nada, o cara apareceu, o mesmo que participou por vontade própria e me deu um baita soco na boca, ao qual obviamente eu não reagi. Tanto a boca quanto o nariz sangraram", disse.
Evandro afirmou que foi defendido por outras pessoas que estavam próximas e foi para o hotel. O humorista diz que vai procurar a polícia para tomar medidas contra o agressor.
"Não apanho desde os 13 anos de idade, por qualquer motivo. Acordei péssimo pensando em deixar pra lá e ir logo para casa. Mas não. Vou na delegacia fazer o B.0 e vou fazer todos os processos possíveis do mundo por agressão, homofobia e covardia", afirmou.
Pouco tempo após afirmar ter sido agredido, Evandro fez uma outra postagem dizendo que descobriu mais sobre o suposto agressor. De acordo com o artista, Pedro é um ex-dependente químico e saiu recentemente de uma clínica de reabilitação.
"Conheço um monte de dependentes ou ex-dependentes que não agridem ninguém. Cabia então alguém da família cuidar do moço, não deixar ele subir no palco ou participar devido a sua suposta saúde mental. Alguém vai responder sobre este crime real. Eu sei que vai ter um monte de haters falando 'bem feito', 'você isto ou aquilo'. São só pessoas falando na internet. Este sim é um verdadeiro HATER o que agride as pessoas. Não quero saber", disse.

Fonte: UOL


Nenhum comentário:

Postar um comentário