quarta-feira, 30 de outubro de 2019

Garça desenvolve nova edição de evento de observação de aves

Observar aves é uma atividade que está em plena expansão no mundo e em Garça não seria diferente. No último final de semana, dias 26 e 27, mais de 70 pessoas puderam participar do Avestando – Observação de Aves – 2º Ciclo de Palestras e Passarinhada, realizado pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Turismo, em parceria com a Estação Ecológica dos Caetetus.
O evento foi dividido em duas fases. A primeira, no sábado de manhã, realizada no Centro de Educação Ambiental (CEA) e na mata do Bosque Municipal, reuniu cerca de 40 pessoas. Entre elas, crianças e adultos que participaram pela primeira vez de uma atividade de observação de aves. Eles se uniram a outros observadores já experientes, turistas que vieram conhecer esse pedaço de Mata Atlântica dentro da área urbana de Garça.
No bosque, 36 espécies de aves foram registradas, entre elas, o inesperado soldadinho e a pipira-da-taoca, registro novo para o município. Participaram também da atividade o prefeito João Carlos dos Santos e a secretária municipal de Turismo, Márcia Praxedes. O evento contou com a cobertura jornalística da TV Record. ( Clique aqui e assista a reportagem completa)
Avestando – Observação de Aves – 2º Ciclo de Palestras e Passarinhada seguiu com atividades no sábado e no domingo na Estação Ecológica dos Caetetus. As ações foram direcionadas para um público formado por mais de 30 pessoas, entre observadores de aves experientes, professores, pesquisadores, biólogos e fotógrafos de natureza. Foram realizadas palestras e passarinhadas pela reserva.
As palestras foram enriquecedoras e ministradas pelo garcense professor da Unesp de Tupã, Doutor Diogo Sartori; também pelo biólogo e professor da Unesp de Bauru, Rafael Gustavo Capinzaiki Ottonicar, e pela Bióloga, especialista em Ecologia e Ecoturismo, Mestre em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional e guia naturalista, Tietta Pivatto.
Durante os dois dias em Caetetus, foram avistadas espécies, como o chocão-carijó, borralhara, papa-taoca-do-sul, entre outras. Na reserva, os participantes registraram 94 espécies, aumentando para 109 as espécies registradas durante o evento.


Nenhum comentário:

Postar um comentário