quinta-feira, 31 de outubro de 2019

Estradas da região ganham seis novos radares a partir de hoje

A partir desta quinta-feira, 31 de outubro, nove radares entram em operação e passam a autuar motoristas que desrespeitarem a velocidade regulamentada em diferentes trechos ao longo da SP-333 e da SP-294, na região de Marília.
O início da fiscalização e autuação ocorre amanhã, após a publicação da homologação dos equipamentos pelo DER-SP (Departamento de Estradas e Rodagem) no Diário Oficial desta quarta-feira. Os equipamentos estão localizados em Pongaí (2 radares), Marília (6 radares) e Echaporã (1 radar). A velocidade regulamentada nesses trechos com a presença de radares varia de 60 a 80 km/h. Veja tabela abaixo com a localização.
A instalação e manutenção operacional de radares e balanças constam no contrato assinado por meio do Programa de Concessão de Rodovias do governo do Estado de São Paulo, submetido à fiscalização da Artesp (Agência de Transportes do Estado de São Paulo).
Muito antes da implantação de radares, medida que só ocorre após avaliação da ARTESP, a Concessionária realiza diferentes estudos a fim de mapear os pontos das rodovias com maior incidência de acidentes e a média de velocidade registrada nesses locais.
O gestor de segurança viária da Concessionária, Fábio Ortega, reforça que são iniciativas que objetivam reduzir o número de acidentes e preservar vidas.
"A presença desses equipamentos é uma iniciativa importante para reduzir os acidentes e, consequentemente, preservar vidas. Soma-se a outras medidas que a empresa desenvolve, com foco na conscientização e educação no trânsito. Todo o trecho é sinalizado e com placas que indicam a presença dos radares de velocidade, então o usuário tem condições de seguir a recomendação de velocidade e não levar multa", afirma.
A Entrevias reforça ainda que concessionárias de rodovias não têm poder de polícia, de fiscalizar e tampouco de aplicar multas – que são processadas pela tecnologia dos equipamentos. Os pontos onde são instalados radares e a gestão dos dados e de multas são atribuições do Poder Público por meio do DER – Departamento de Estradas de Rodagem e da Polícia Militar Rodoviária.

Fonte: Giro Marília


Nenhum comentário:

Postar um comentário