terça-feira, 1 de outubro de 2019

Alunos da "Lydia Yvone" conhecem Hemocentro e fazem doação de sangue

Alunos do terceiro ano do Ensino Médio da escola estadual Lydia Yvonne Gomes Marques realizaram, na última quinta-feira, 26 de setembro, uma ação social, que também serviu como uma efetiva atividade prática.
Os estudantes, acompanhados de pais e das professoras Paula Viotto Krusicki (Ciências), Amanda Rodrigues Sartori (Biologia/Química), assim como do coordenador pedagógico Vanderlei Aparecido Ferreira, fizeram uma visita ao Hemocentro de Marília e também puderam efetuar uma doação de sangue.
A atividade da tradicional escola foi denominada "Doar faz Bem e Não Importa a Quem - Saúde Coletiva e Promoção de Saúde".
A proposta da atividade foi se pensar na solidariedade e, adicionalmente, ter uma conexão dos estudos de genética e de grupos sanguíneos que foram vistos em sala de aula.
Durante o ano letivo, a turma foi tendo interesse em conhecer o Hemocentro, sua forma de atuação, os processos de doação, entre outros aspectos. Assim, os alunos maiores de 18 anos e os maiores de 16 anos, acompanhados de responsáveis, se credenciaram e puderam efetuar a doação de sangue.
Os alunos puderam conhecer in loco a importância de realizar a doação e oferecer sangue que vai ser utilizado em vários hospitais da região. "Eles apreenderam como um doador pode ajudar até quatro pessoas, qual o percurso do sangue e quais procedimentos são feitos depois da coleta do sangue até ele ser destinado a um paciente. Nosso objetivo foi fazer com que eles prestem atenção em ações que podem promover o bem ao seu redor. É importante que criem essa ideia de coletividade, ainda mais na área da saúde", indicou o coordenador Vanderlei Aparecido Ferreira.
Ele apontou que a iniciativa permitiu perceber a particularidade de cada aluno e suas virtudes e características próprias. "Por meio dessa metodologia aplicada eles têm proximidades com textos científicos e métodos de pesquisas que preparam para a vida academia ainda dentro da escola", finalizou Ferreira, ao lembrar que vários dos conteúdos observados na prática serão exigidos em vestibulares e também no Enem.

Fonte:Jornal Debate


Nenhum comentário:

Postar um comentário