segunda-feira, 26 de agosto de 2019

Massoterapeuta garcense é condenado a mais de 11 anos de prisão por crimes sexuais

O massoterapeuta, José Luiz de Oliveira, conhecido com "Zé Luiz", de 61 anos, preso desde 25 de junho de 2018, na rua Alagoas, no Jardim Frei Aurélio, recebeu condenação pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Ele foi apenado em 11 anos e oito anos de prisão, inicialmente em regime fechado.  O profissional era amplamente conhecido em Garça, com passagens inclusive pelas equipes profissionais de futebol e pelo time de futsal que existiu por alguns anos em Garça.
A prisão ocorreu depois da investigação da Polícia Civil quanto a denúncias de crimes sexuais. A condenação, ao final do processo, se deu por favorecimento à prostituição ou outra forma de exploração sexual de vulnerável.
Segundo apurado, uma senhora teria procurado a Delegacia da Defesa da Mulher indicando que seu filho estaria sendo assediado por "Zé Luiz". Como prova, ela apresentou conversas entre o acusado e o filho, então com 13 anos de idade, em um aplicativo de celular. As conversas eram invariavelmente baseadas em conteúdos sexuais.
Ao ser preso, "Zé Luiz" confessou que realmente mantinha a comunicação via celular com o garoto e confessou que também estaria tendo contatos sexuais com outros três garotos, participantes de uma escolinha de futebol existente na cidade de Garça. Ele aliciava os garotos com presentes ou com dinheiro.

Redação do Garca.Jor



Nenhum comentário:

Postar um comentário