quarta-feira, 17 de julho de 2019

Óleo usado arrecadado no Cerejeiras Festival é revertido em doação para o Patronato

A empresa Oleoquímica Brasil entregou na última quinta-feira, dia 11 de julho, um cheque no valor de R$ 600 em dinheiro para o Patronato São Francisco de Assis (Patronato Juvenil Garcense), como resultado do trabalho desenvolvido pela comissão “Cerejeiras Sustentável”, responsável por minimizar os impactos ao meio ambiente em um grande evento como o Cerejeiras Festival.
O objetivo da comissão, formada por integrantes da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente (Sama) da Prefeitura de Garça, Faef, Oleoquímica Brasil e Ecooar, é diminuir os impactos na natureza. A cada ano o Cerejeiras Sustentável atua em uma frente, sendo que em 2019 foram recolhidos os óleos utilizados nas barracas, dando a destinação correta, sem prejuízo para o meio ambiente.
Valter Ernandes Rodrigues, da Oleoquímica Brasil, explicou que recebeu as doações dos óleos usados em todas as barracas que participaram do Cerejeiras Festival. Com o volume arrecadado foi possível a doação em dinheiro para o Patronato Juvenil Garcense, no valor de R$ 600, para auxiliar nos trabalhos da importante instituição que atende os jovens da cidade.
“A Oleoquímica Brasil faz parte da comissão Cerejeiras Sustentável, junto com a Sama, Faef e Ecooar. Nossa empresa fez toda a coleta dos óleos doados pelas barracas e estamos passando agora esse valor para o Patronato. Nossa empresa também possui parcerias com instituições da cidade, supermercados e com a rede de lanchonetes e bares. Nós compramos o óleo usado e depois passamos os números de todo o volume para a Sama, pois isso conta pontos para Garça no Programa Município VerdeAzul”, disse Rodrigues.
O presidente do Patronato São Juvenil Garcense, Benedito Melo, fez questão de agradecer os integrantes da comissão Cerejeiras Sustentável pela iniciativa. Ele classificou o trabalho como excelente e pediu que toda a população esteja engajada e consciente sobre a necessidade e a importância da sustentabilidade.
“Gostaria de agradecer o Valter e sua esposa Mônica, da Oleoquímica Brasil, bem como os demais integrantes do Cerejeiras Sustentável. Esse trabalho já é feito aqui há cerca de cinco anos com o Patronato, mas temos que incentivar ainda mais. Trabalhar sempre e pedir que as pessoas não joguem óleo na pia, no banheiro ou mesmo na terra do quintal. Isso é bom para a cidade, para nossos mananciais de água e esse dinheiro arrecadado será muito bem vindo para o nosso trabalho aqui no Patronato”, afirmou Melo.

Redação do Garca.Jor


Nenhum comentário:

Postar um comentário