sexta-feira, 21 de junho de 2019

Região tem 76 obras paralisadas, diz Tribunal de Contas do Estado

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) afirma que na região administrativa de Marília existem 76 obras paralisadas ou atrasadas e juntos os projetos custam mais de R$ 223 mil.
Em 31 municípios da região as obras não finalizadas envolvem as áreas da Saúde, Educação, Saneamento, Habitação, Infraestrutura e Segurança e podem ser consultados por cidade no ‘Mapa Virtual de Obras’.
Sob responsabilidade da Prefeitura de Marília são quatro obras paralisadas – algumas delas já denunciadas pelo Marília Notícia – que chegam a R$ 10 milhões de investimento.
O campus local da Universidade Estadual Paulista (Unesp) aparece com outras três obras paralisadas, mas as instituição afirma que elas já foram concluídas. Os contratos somam R$ 552 mil.
Em Marília destaque para a construção do Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), na zona Sul da cidade. Nos últimos dias a notícia de que o projeto pode nunca ser concluído pegou os marilienses de surpresa.
O TCE afirmou que as informações serão comunicadas ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) com objetivo de identificar e dar prioridade para solução dos processos que possam destravar os investimentos e permitir a retomada dos projetos.
A ideia é promover uma interlocução com representantes dos órgãos envolvidos – Tribunais de Justiça, Tribunais Regionais Federais, Ministério Público e Procuradorias dos Estados e Prefeituras.
A finalidade é buscar a solução das pendências e remover os entraves que determinaram a suspensão dos empreendimentos.

Fonte: Marília Notícia


Nenhum comentário:

Postar um comentário