segunda-feira, 17 de junho de 2019

Dois ex-servidores são condenados no caso dos notebooks da Prefeitura de Garça

Dois ex-servidores da Prefeitura Municipal de Garça, que eram contratados comissionados, ao longo da gestão 2009/2012, foram condenados pelo Tribunal de Justiça de São Paulo a uma pena de quatro anos e 160 dias de prisão em regime semiaberto (trabalha de dia e é recolhido ao presídio no período noturno).
A condenação deriva do sumiço de diversos notebooks que haviam sido adquiridos pela administração municipal para serem distribuídos a professores.
Os dois condenados atuariam na área de TI e controlavam a entrega e o recebimento dos equipamentos.
Ao final de 2009, verificou-se que 56 computadores desapareceram. Após investigações da Polícia Civil, foi observado que vários desses notebooks foram vendidos para terceiros e até na internet. Um dos acusados assumiu que realizou várias vendas e o outro negou qualquer participação no esquema.
Do total dos itens desviados, 24 não foram localizados. Os ex-servidores podem recorrer da decisão em liberdade.

Fonte: Jornal Debate


Nenhum comentário:

Postar um comentário