sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Exposição fotográfica 'Todos Podem ser Frida' é destaque no Marília Shopping

Plena e verdadeira em todos os sentidos, a artista mexicana Frida Kahlo, é um ícone atemporal. Até hoje, suas frases, obras e ideias tão peculiares inspiram gerações a fazer a diferença no mundo. Como forma de homenagear essa mulher à frente de seu tempo, o Marília Shopping recebe a mostra ‘Todos podem ser Frida’, da fotógrafa Camila Fontenele de Miranda.
Promovida pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo - Museu da Diversidade Sexual -, em parceria com a Prefeitura de Marília, por meio da Secretaria da Cultura, Direitos Humanos e da Diretoria Regional de Ensino, a mostra narra a vida de Frida por meio de fotografias com pessoas caracterizadas como a artista, fazendo com que a inversão de papéis mostrasse que a imagem está presente nas várias nuances do ser humano.
Nesse projeto, lançado em 2012, além de homenagear a pintora mexicana, as intervenções fotográficas buscam uma identidade com o público que foi fotografado para a exposição, ao mesmo tempo que estimulam os debates sobre a conexão da arte e o comportamento social.
O projeto já passou por diversas cidades brasileiras e no exterior, entre exposições individuais/coletivas e intervenções, sendo reconhecido pela mídia nacional e internacional.
“Para mim, a magia ocorre antes da foto, quando a pessoa experimenta um processo de autoconhecimento. Sempre digo que o projeto se chama Todos Podemos ser Frida, mas minha intenção é fazer com que as pessoas se sintam fortes o suficiente para ser o que queiram. Que sejam empáticos e não tenham medo de conhecer o outro”, ressalta Camila.
Já para Isabel Campos, curadora da exposição “Com esse conceito itinerante, a mostra proporciona uma maior abrangência e divulgação de seu conteúdo, que trabalha a inclusão social, conscientização e humanização do segmento LGBT”, destaca.
Na abertura da exposição, em 03 de setembro, haverá uma intervenção artística sobre o tema, que proporcionará a todos os visitantes interagir, colocando trajes típicos e posando para fotos com a caracterização de Frida Kahlo. Durante o período expositivo também serão realizadas oficinas de feltro e arte, além de rodas de conversas abordando temas como o feminismo e sociedade.
Com entrada franca, a exposição ‘Todos podem ser Frida’, permanece no Espaço Expositivo do Marília Shopping de 03 a 30 de setembro, de segunda a sábado, das 10h às 22h e aos domingos e feriados, das 13h às 19h.
Natural de São Paulo, Camila Fontenele de Miranda é formada em Comunicação Social: publicidade e propaganda e pós-graduada em Cinema, TV e Vídeo.
Como linguagem, a fotografia surgiu em sua vida por meados de 2007, durante um workshop na Oficina Cultural Grande Otelo. Porém, só assumiu o posto de freelance em 2012.  Para Camila, trabalhar com a imagem proporciona vivenciar o mundo por outro prisma e a fotografia é a ponte de comunicação entre o seu eu mais profundo e o outro.
Entre os prêmios que já recebeu estão o Mérito Artístico Cultural da ABART (Associação Brasileira de Arte), em 2013, pela produção do 'Todos Podem Ser Frida'.
Em agosto de 2016 ganhou, na categoria fotografia, o Prêmio Flávio Gagliardi Artes Visuais pela obra 'Me escreva, pai', promovido pela Secretaria de Cultura da Prefeitura de Sorocaba/SP. Ainda em 2016, recebeu reconhecimento no âmbito de ganhadora do concurso de fotografia "Diversidad Sexual" proposto pelo coletivo ProvocArte e a Universidad de Guanajuato Campus León, no México.
Referência de visitação e consumo da população da cidade e região, o Marília Shopping, administrado pela AD Shopping, maior administradora independente do Brasil, conta com diversas lojas com as melhores marcas e grifes, amplo estacionamento com opção de vallet park, rede Cinépolis com cinco salas de cinema em tecnologia 3D; diversificada praça de alimentação com as melhores redes entre restaurantes e fast-foods e área de entretenimento com diversões eletrônicas para crianças.

Fonte: Redação do Garca.Jor


Semana da Pátria terá ato cívico, desfile de estudantes e Copa da Independência em Garça

A Prefeitura de Garça promoverá um desfile cívico na manhã do próximo dia 07 de setembro, com estudantes das escolas garcenses, no Centro da cidade. A programação da Semana da Pátria contará com ato cívico em frente ao Paço Municipal, na segunda-feira, 03 de setembro, além de Copa da Independência de Futebol Society, na nova quadra de gramado sintético e Sessão Magna na Loja Maçônica.
A programação terá início na segunda-feira, a partir das 09 horas, com Ato Cívico em frente ao Paço Municipal. O evento terá a execução do Hino Nacional Brasileiro e Hino à Garça, com a participação da Emef “Professor João Crisóstomo”, com declamação do poema “A Pátria”, de Olavo Bilac e apresentação da fanfarra da escola.
No mesmo dia, às 15 horas, terá início a Copa da Independência de Futebol Society, na quadra “Jaime de Matos” de gramado sintético, anexa ao ginásio de esportes João Gonzáles. Na terça-feira, 04 de setembro, às 20 horas, será realizada Sessão Magna em comemoração à Independência, na Loja Maçônica.
O desfile cívico com alunos garcenses será realizado na sexta-feira, 07 de setembro, a partir das 09 horas, na Rua Carlos Ferrari. É esperado, mais uma vez, um grande público formado por pais, familiares e amigos das crianças, para acompanhar o desfile das escolas. A Semana da Pátria terá encerramento às 16 horas, com a decisão da Copa Independência de Futebol Society.

Fonte: Redação do Garca.Jor



Saúde promove vacinação neste sábado contra poliomielite e sarampo

A Secretaria Municipal de Saúde de Garça promove neste sábado, 01 de setembro, o último “Dia D” de vacinação contra a poliomielite e sarampo, em todas as Unidades de Saúde da Família (USF) da didade. Os pais que ainda não levaram seus filhos, entre um ano e menores de cinco anos de idade, precisam se conscientizar sobre a importância da vacina para proteger suas crianças.
De acordo com a enfermeira responsável pela Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, Melissa Moretti Ferreira Cunha, a Campanha Nacional de Vacinação terminaria nesta sexta-feira, dia 31 de agosto, mas houve orientação do Ministério da Saúde para uma nova data para aumentar a cobertura vacinal nos municípios.
“Até o dia 30 de agosto vacinamos mais de 1.650 crianças, correspondendo a aproximadamente 81% da cobertura aqui no município. Ainda precisamos melhorar esses números e esperamos que os pais e os responsáveis, que ainda não levaram seus filhos, que procurem as unidades de saúde neste sábado, porque a vacina é muito importante”, disse a enfermeira.
Melissa destacou a importância dos pais levarem as cadernetas de vacinação dos filhos, porque através dela, os profissionais verificarão a necessidade de outras vacinas. “Se for verificada a falta de alguma outra vacina, ela poderá ser aplicada nesta oportunidade. Os profissionais aproveitam esse momento para atualizar a caderneta de vacinação das crianças.”
Os sintomas iniciais apresentados pelo doente com sarampo são: febre acompanhada de tosse persistente, irritação ocular, coriza e congestão nasal e mal estar intenso. Após estes sintomas, há o aparecimento de manchas avermelhadas no rosto, que progridem em direção aos pés, com duração mínima de três dias. São comuns lesões muito dolorosas na boca.
A doença pode ser grave, com acometimento do sistema nervoso central e pode complicar com infecções secundárias como pneumonia, podendo levar à morte. As complicações atingem mais gravemente os desnutridos, os recém-nascidos, as gestantes e as pessoas portadoras de imunodeficiências.
A transmissão ocorre diretamente, de pessoa a pessoa, geralmente por tosse, espirros, fala ou respiração, por isso a facilidade de contágio da doença. Além de secreções respiratórias ou da boca, também é possível se contaminar através da dispersão de gotículas com partículas virais no ar, que podem perdurar por tempo relativamente longo no ambiente, especialmente em locais fechados como escolas e clínicas. A doença é transmitida na fase em que a pessoa apresenta febre alta, mal-estar, coriza, irritação ocular, tosse e falta de apetite e dura até quatro dias após o aparecimento das manchas vermelhas.
Já a poliomielite é uma doença infectocontagiosa aguda, causada por um vírus que vive no intestino, denominado Poliovírus. Embora ocorra com maior frequência em crianças menores de quatro anos, também pode ocorrer em adultos. O período de incubação da doença varia de dois a trinta dias sendo, em geral, de sete a doze dias.
A maior parte das infecções apresenta poucos sintomas (forma subclínica) ou nenhum e estes são parecidos com os de outras doenças virais ou semelhantes às infecções respiratórias como gripe - febre e dor de garganta - ou infecções gastrintestinais como náusea, vômito, constipação (prisão de ventre), dor abdominal e, raramente, diarréia.
Cerca de 1% dos infectados pelo vírus pode desenvolver a forma paralítica da doença, que pode causar sequelas permanentes, insuficiência respiratória e, em alguns casos, levar à morte. Em geral, a paralisia se manifesta nos membros inferiores de forma assimétrica, ou seja, ocorre apenas em um dos membros. As principais características são a perda da força muscular e dos reflexos, com manutenção da sensibilidade no membro atingido.
Uma pessoa pode transmitir diretamente para a outra. A transmissão do vírus da poliomielite se dá através da boca, com material contaminado com fezes (contato fecal-oral), o que é crítico quando as condições sanitárias e de higiene são inadequadas. Crianças mais novas, que ainda não adquiriram completamente hábitos de higiene, correm maior risco de contrair a doença.
O Poliovírus também pode ser disseminado por contaminação da água e de alimentos por fezes. A doença também pode ser transmitida pela forma oral-oral, através de gotículas expelidas ao falar, tossir ou espirrar. O vírus se multiplica, inicialmente, nos locais por onde ele entra no organismo (boca, garganta e intestinos). Em seguida, vai para a corrente sanguínea e pode chegar até o sistema nervoso, dependendo da pessoa infectada.
Desenvolvendo ou não sintomas, o indivíduo infectado elimina o vírus nas fezes, que pode ser adquirido por outras pessoas por via oral. A transmissão ocorre com mais frequência a partir de indivíduos sem sintomas.

Fonte: Redação do Garca.Jor


Coca-Cola paga US$ 5,1 bilhões pela Costa Café

A Coca-Cola anunciou, nesta sexta-feira, 31 de agosto, a aquisição da Costa Café, maior rede de cafeterias do Reino Unido. O negócio foi avaliado em US$ 5,1 bilhões. A Costa Café pertencia ao grupo Whitbread que decidiu se concentrar em seus negócios de restaurantes e hotéis.
A Whitbread adquiriu a Costa Café em 1995, na ocasião, a rede contava com 39 lojas, atualmente são 4.000 unidades em 31 países.
“A Costa fornece à Coca-Cola novas capacidades e experiências em café, podendo criar oportunidades para o crescimento da marca Costa em todo o mundo”, disse, em comunicado, James Quincey, CEO da Coca-Cola. “As bebidas quentes são um dos poucos segmentos em que a Coca-Cola não tem uma marca global “, completou.
O negócio ocorre na mesma semana em que a Nestlé e a Starbucks oficializaram um negócio de US$ 7, 1 bilhões em que permite à Nestlé comercializar produtos da marca e inclui a migração de 500 funcionários da Starbucks para a empresa suíça.

Fonte: Meio & Mensagem


Venezuela reajusta gasolina na fronteira com a Colômbia

Em meio à pressão internacional e ao intenso fluxo de imigrantes na América Latina, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou que vai reajustar o valor do litro da gasolina em 41 municípios fronteiriços com a Colômbia. A medida valerá a partir de 4 de setembro, na próxima terça-feira.
A Colômbia é, segundo estimativas dos governos regionais, o país que mais recebe venezuelanos que buscam refúgio. O cálculo é que cerca de 1 milhão de imigrantes estejam em cidades colombianas.
Paralelamente, o presidente da Venezuela acusou autoridades do governo da Colômbia de terem participado de uma tentativa de assassinato dele. A acusação foi rebatida pelos colombianos.
De acordo com Maduro, o reajuste ocorrerá em etapas. Inicialmente, em 41 municípios fronteiriços, depois os estados de fronteira e por último se estenderá para o território venezuelano. Ele não mencionou prazos.
O anúncio faz parte de um pacote de medidas econômicas divulgado há pouco mais de duas semanas por Maduro. Segundo ele, o reajuste é um esforço para evitar o contrabando de gasolina região.

Fonte: Agência Brasil


ANTT aprova nova concessão para trens; plano ignora região

 A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) aprovou em reunião da diretoria realizada na quarta-feira, 30 de agosto, os estudos técnicos e os documentos jurídicos para prorrogação antecipada da Concessão Ferroviária da Malha Paulista, que desde o ano passado cria expectativa sobre eventual volta de trens em Marilia.
Mas a autorização da agência tromba com pelo menos dois procedimentos do MPF (Ministério Público Federal) – um deles em Marília – e ainda frustra quem esperava o trem passar.
Não há nenhuma proposta oficial de investimentos no ramal que liga Marília a Panorama. Aliás, os investimentos previstos, que são apresentados km a km, não mencionam o trecho desde Itirapina até Panorama.
A deliberação número 629, de 29 de agosto de 2018 assinada pelo diretor geral Mário Rodrigues Júnior em nome da Diretoria Colegiada, será agora encaminhada ao Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil do Brasil e depois ao TCU (Tribunal de Contas da União) e abre caminho para que a empresa Rumo ganhe mais 30 anos de exploração das ferrovias no Estado.
Na contramão dessa liberação, o MPF instaurou no início do ano uma investigação sobre a falta de investimentos para evitar situações de conflitos na retomada das ferrovias, como medidas de segurança nas áreas urbanas.
É o caso de todos os cruzamentos com sistema viário em Marília, além da falta de áreas de manobras e outros espaços de movimentação dos trens. O caso está no gabinete do procurador Diego Fajardo e atende uma representação pública feita por cidadão.
Além disso, no início do mês a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, protocolou uma Ação Direta de Inconstitucionalidade tenta reverter a legislação federal de 2017 que abriu caminho para a mudança nas concessões. Assim, mesmo que a autorização da ANTT avance a Justiça pode mudar as regras e o jogo.
A prorrogação da concessão envolve duas medidas: antecipa o fim dos atuais contratos, que a Rumo assumiu quando adquiriu o controle a ALL (América Latina Logística) e cria novos contratos com previsão de 30 anos.
O serviço inclui algumas linhas identificadas como troncos, usadas entre grandes centros de produção, centros rodoviários como Bauru, Santos ou Rio Preto.
Mas há outras linhas identificadas como ramais, o que é o caso de Marília. A empresa poderia devolver esses ramais no final da concessão, mas teria que entregar todos recuperados, em condições de uso, ou pagar indenização pelo abandono.
A prorrogação com o modelo aprovado pela ANTT permite que a Rumo mantenha a concessão sem fazer esses investimentos por enquanto.

Fonte: Giro Marília


Confira os jogos deste final de semana do suíço e master de Garça

Os campeonatos do futebol master e suíço vão ter rodadas completas ao longo do próximo final de semana. Confira, os horários dos confrontos:

Campeonato de futebol suíço master - Quartas de final (jogos de ida) - Sábado, 01 de setembro

Heitor Gonçalves
SEC x Dinos

Martin Carvalho
Cotrag x Internacional

Marcos Antônio da Silva
Excellent Global x Salec

João Luiz Zancopé
Rebelo x Aliança

Campeonato de futebol suíço - 11ª rodada do segundo turno - Domingo, 02 de setembro

Heitor Gonçalves
08h00 - Flamengo x Lanchonete São Lucas
10h00 - Vimec x Os Pior

Martin Carvalho
08h00 - Empório Rebelo x Dinos
10h00 - Kosminho x Arte Elétrica

Marcos Antônio da Silva
08h00 - Levi's x Juventude
10h00 - São Lucas x Boca Juniors

João Luiz Zancopé
08h00 - Paulista x Salgueiro

---

Campeonato de futebol suíço - Classificação

01 - Os Pior 54 pts
02 - Flamengo 53 pts
03 - Arte Elétrica 48 pts
04 - Levi's 47 pts
05 - Dinos 46 pts
06 - São Lucas 44 pts
07 - Vimec 34 pts
08 - Kosminho 31 pts
09 - Paulista 24 pts
10 - Juventude 20 pts
11 - Boca Juniors 18 pts
12 - Empório Rebelo 12 pts
13 - Salgueiro 11 pts
14 - Lanchonete São Lucas 07 pts

Fonte: Redação do Garca.Jor

Produtores da Sustengar participam de curso sobre manejo integrado de pragas

Durante toda a quinta-feira, 30 de agosto, produtores de hortifrúti de Garça e região participaram de um curso técnico promovido pela Cati (Coordenadoria de Assistência Técnica Integral), EDR (Escritório de Desenvolvimento Rural de Marília), sobre manejo integrado de pragas.
O evento foi realizado em duas etapas. A teórica foi ministrada no Barracão do Agronegócio e a parte prática, nas propriedades do Banco da Terra, onde se concentra a maioria dos produtores da Sustengar, associação que fornece hortifrútis para merenda escolar.
O curso faz parte de um programa que envolve, também, questões de segurança alimentar. A escolha dos temas abordados foi feita pela CATI, a partir de um diagnóstico realizado com os produtores de hortifrutigranjeiros da região, sobre os principais problemas operacionais enfrentados por eles.
Os produtores apontaram quatro ações necessárias: uso adequado de insumos; controle de pragas e doenças, visando principalmente à redução do uso de agrotóxicos na agricultura; produção de mudas e a implantação de um sistema de gerenciamento de custos.
“Esse curso é muito importante para nós, pois estamos com dificuldades para combater as pragas. Queremos aprender como lidar com esse problema, evitando o máximo o uso de agrotóxicos”, argumentou Valdir Aparecido Fodra, presidente da Sustengar.
Segundo o engenheiro agrônomo Flávio Wirgues, coordenador do Programa de Olericultura da EDR, o primeiro passo foi capacitar os profissionais do escritório regional sobre as modernas técnicas de controle de pragas, manejo integrado, monitoramento no campo e conhecimento biológico dos inimigos naturais que combatem as pragas, como fungos e bactérias.
Ainda de acordo com o coordenador, o curso prepara o produtor para identificar qual o ciclo de vida da praga que afeta a lavoura, para que possa utilizar o produto adequado e ter efetividade no combate. “Hoje estamos mostrando a biologia das principais pragas que afetam a cultura desses agricultores, para que eles compreendam como essas pragas entram na lavoura, como se proliferam, quais os danos e, a partir daí, iremos discutir a forma de monitoramento”.
O coordenado disse ainda. “Essa ação vem ao encontro do trabalho forte da nossa regional na  questão da segurança alimentar, cujo um dos tópicos é o uso racional dos insumos”.

Fonte: Redação do Garca.Jor


Greve na Coca-Cola em Marília é encerrada após assembleia

Em assembleia realizada na tarde desta quinta-feira, 30 de agosto, trabalhadores da Coca-Cola Femsa, em Marilia, aceitaram a proposta da empresa e acabaram com a greve que já durava quatro dias.
A Coca-Cola propôs no acordo não descontar os dias parados durante greve, reajuste de 1,69% para quem ganha acima do piso (R$ 1.488,00) e 2% para quem ganha o piso a ser incorporado a partir de março do ano que vem.
A empresa também vai pagar ticket alimentação de R$ 260,00, retroativo a março e R$ 270,00, a parir de janeiro de 2019. Outra reivindicação atendida foi a obrigação de fazer as homologações no sindicato. A Coca-Cola assumiu ainda compromisso de  ticket natalino de R$ 130,00 e um abono salarial de R$ 705,00.
O Sindicato da categoria pedia ainda pagamento de vale combustível para trabalhadores que se deslocam até a fábrica – na rodovia SP 294 – com veículo próprio e sem usar sistemas de transporte da empresa, além de um prêmio para empregados com mais de 20 anos, que não entraram na proposta de acordo.

Fonte: Giro Marília


Semana de TI do Univem começa na próxima segunda-feira

O Univem (Centro Universitário Eurípides de Marília), promove no período de 03 a 06 de setembro, a XI Semana de Tecnologia da Informação. O evento é promovido pelos cursos de Bacharelado em Ciência da Computação e Bacharelado em Sistemas de Informação e pelo Compsi (Computing and Information Systems Research Lab) do Univem em parceria com a Asserti (Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação) e o CITec-Marília - Centro de Inovação Tecnológica de Marília.
O objetivo é proporcionar o intercâmbio de conhecimento tecnológico entre profissionais, estudantes, professores, empresários e pesquisadores da área de Tecnologia da Informação, por meio de palestras e minicursos. A programação está disponível no site www.univem.edu.br/semanati2018.
Maior evento de TI do centro-oeste paulista, a XI Semana colabora para o posicionamento da cidade de Marília como polo nacional em Tecnologia da Informação, tendo o reconhecimento do governo estadual e federal do Arranjo Produtivo Local de Tecnologia da Informação de Marília (APL TI Marília), colocando a cidade entre as únicas três do Estado com esse título.
Fortalecida pelos ambientes de inovação mantidos pelos Univem (CITec-Marília, CIEM e InnovaSpace Coworking), a cidade teve recentemente o credenciamento provisório do Parque Tecnológico e caminha para sua edificação e credenciamento definitivo que consolidará ainda mais Marília como referência nas áreas de empreendedorismo, inovação e tecnologia.
Dentro da XI Semana de TI, também será realizado o 4º Seminário InovaMarília, promovido pelo CITec-Marília, com o objetivo de apresentar temas sobre inovação e empreendedorismo.
Como nas outras edições, neste ano o evento apresenta o Recruting Semanati 2018, espaço destinado a empresas que têm a possibilidade de exporem seus produtos e serviços e realizar o recrutamento de alunos e profissionais.
A XI Semana de Tecnologia de Informação do Univem, marca, também, os 20 anos do curso de Ciência da Computação;  uma trajetória de realizações que transformaram a formação de profissionais de Computação e a indústria de TI da região de Marília.
Informações e inscrições podem ser obtidas pelo telefone  (14) 2105 0830 ou pelo e-mail: semanati@univem.edu.br

Fonte: Visão Notícias


quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Horário Eleitoral Gratuito começa nesta sexta-feira no rádio e na TV aberta

Começa nesta sexta-feira, 31 de agosto, o horário eleitoral gratuito em todo o Brasil. Serão exibidos os blocos com os candidatos a governador, ao Senado e às assembleias legislativa e distrital. No sábado, 01 de setembro, é a vez dos postulantes à Presidência da República.
Em São Paulo, a coligação do candidato do PSDB, João Doria, terá direito ao maior tempo de televisão, com 2 minutos e 58 segundos, vindo na sequência o atual governador, Márcio França (PSB), com 2:17. Luiz Marinho (PT) terá direito a 1:23 e Paulo Skaf (MDB) contará com 1:10.
No total, serão 9 minutos para os postulantes ao governo do estado, 7 aos candidatos ao Senado e 7 para deputados estaduais, com veiculação dos blocos às sextas, segundas e quartas. A professora Lisete Arelaro (Psol) vai abrir o primeiro dia de propaganda eleitoral no estado.
Em relação ao total de inserções para cada candidato a governador, a divisão ficou assim: Doria terá direito a 324 peças de 30 segundos, enquanto França ficará com 249. Já Marinho poderá veicular 151 inserções, assim como Skaf.
No sábado, vai ao ar o primeiro dos programas destinados às eleições presidenciais, que serão exibidos às terças, quintas e sábados. Cada programa dura tem duração de 25 minutos e os candidatos à Presidência da República terão direito à metade desse total, 12 minutos e 30 segundos. A outra parte cabe às chapas dos candidatos à Câmara dos Deputados.
Geraldo Alckmin, da coligação Para Unir o Brasil (PRB, PP, PTB, PR, PPS, DEM, PSDB, PSD e Solidariedade) terá direito a 5 minutos e 32 segundos, além de 434 inserções. Lula, da coligação O Povo Feliz De Novo (PT, PCdoB e Pros), contará com 2:23 e 189 inserções; Henrique Meirelles, da coligação Essa é a Solução (MDB e PHS), 1:55 e 151 peças; Ciro Gomes, da coligação Brasil Soberano (PDT e Avante), 38 segundos e 51 inserções, e Marina Silva, da coligação Unidos para Transformar o Brasil (Rede e PV), terá 21 segundos e 29 inserções.
No rádio, um bloco vai ao ar às 7h e outro ao meio-dia. Na televisão, o primeiro bloco tem início às 13h e o segundo às 20h30. O horário eleitoral será exibido até o dia 4 de outubro.
Na terça-feira, 28 de agosto, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu que os candidatos à Presidência que têm menos de 30 segundos no horário eleitoral poderão acumular tempo e aparecer por um período maior, mas menos vezes, na propaganda eleitoral. Apenas cinco dos 13 candidatos têm tempo superior a meio minuto. A Corte também decidiu proibir o fracionamento das inserções de 30 segundos em peças de 15.
A presidenta do TSE, ministra Rosa Weber, convocou sessão extraordinária para esta sexta-feira (31), a partir das 14h30. Como a pauta ainda não havia sido divulgada até o meio da tarde desta quinta-feira, a expectativa é que seja decidido se o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pode ou não participar do horário eleitoral
De acordo com o advogado Alberto Rollo, especialista em direito eleitoral, enquanto não houver decisão contrária, Lula pode aparecer na propaganda de rádio e TV.

Fonte: Rede Brasil Atual


Marília Shopping recebe concurso ‘Garota Debutante’

Comemorar os 15 anos é um dos momentos mais especiais na vida de muitas meninas. Tudo pelo sonho de um baile de debutante, com direito a vestido, valsa, madrinhas e padrinhos.
Para antecipar essa comemoração tão rica em emoções, o Marília Shopping recebe o concurso “Garota Debutante”. Com entrada gratuita, o evento acontece em 31 de agosto, a partir das 19h, na praça de eventos do centro de compras.
Promovido pela cerimonialista Josi Lino, participam do evento, meninas de 13 a 16 anos matriculadas em escolas públicas ou privadas. Além de presentes, a vencedora irá estampar a comunicação da Feira de Debutantes que será realizada no mês de outubro no Marília Shopping.
“Essa é uma data muito esperada para muitas meninas e pelos pais que sonham em comemorar este momento especial. Agradecemos a Josi Lino por trazer a nossos visitantes uma prévia desse sonho compartilhado e cheio de emoção que poderá ser conferido em outubro na Feira de Debutantes”, destaca Heli Queiroz, coordenador de marketing do Marília Shopping.
O concurso ‘Garota Debutante’, conta com o apoio da Yes by Stone; Yes by Clothes; Morana; Scala; Cacau Show; Up Sapatilhas; Mahogany; Anacapri, Zif e Milano.
Serviço: Concurso Garota Debutante - 31 de agosto - 19 horas - Praça de Eventos do Marília Shopping - Entrada: Franca.
Referência de visitação e consumo da população da cidade e região, o Marília Shopping, administrado pela AD Shopping, maior administradora independente do Brasil, conta com diversas lojas com as melhores marcas e grifes, amplo estacionamento com opção de vallet park, rede Cinépolis com cinco salas de cinema em tecnologia 3D; diversificada praça de alimentação com as melhores redes entre restaurantes e fast-foods e área de entretenimento com diversões eletrônicas para crianças.

Fonte: Redação do Garca.Jor


Bota Fora do comércio de Garça ocorre no próximo dia 09 de setembro

Depois dos sucessos do jantar do Empresariado Garcense e do 1.º Garça Running, agora o foco da Acig (Associação Comercial e Industrial de Garça) é a 12ª edição do Bota Fora, que será realizado no próximo dia 09 de setembro, a partir das 08 horas. Mais uma vez o quarteirão 3 da rua Carlos Ferrari se transformará em um shopping a céu aberto.
Como salientou o presidente da Associação, João Francisco Galhardo, faz parte dos trabalhos e das metas propostas da entidade estar sempre em busca de atividades que venham agregar e sanar as necessidades dos associados e da população em geral.
Galhardo lembrou que o Bota Fora é um evento que atrai lojistas e consumidores, cada um com suas expectativas e seu foco. “Essa é uma oportunidade única para os lojistas liquidarem seus estoques e promoverem as trocas de coleções. Já os consumidores podem aguardar ótimos produtos e preços muito competitivos. Neste ano traremos novidades para os lojistas que forem até a rua Carlos Ferrari. Haverá som no local para os participantes fazer a divulgação dos seus produtos”, sustentou Galhardo.
Como explicou o gerente Fábio Dias, o Bota Fora se transforma numa opção de compra de produtos de qualidade por parte dos consumidores, ao mesmo tempo em que possibilita uma renovação do estoque dos lojistas, mas o evento vai muito além disso.
“Esse momento é importante. O comércio precisa fazer promoções, renovar estoque, mas o Bota Fora promove uma proximidade entre o consumidor e o lojista. Esse momento, de maior proximidade e descontração, é também importante para fidelizar clientes, fazer sua propaganda”, falou Dias.
O gerente explicou que o evento ocorrerá nos mesmos moldes de anos anteriores e que a rua Carlos Ferrari novamente foi o local escolhido para receber o evento. No local haverá artigos dos mais variados e preços bastante atrativos. Dias informou ainda que vários lojistas já confirmaram presença no Bota Fora e anunciaram as ofertas. Os interessados em participar podem reservar o espaço por meio do telefone 3471 0480.

Fonte: Redação do Garca.Jor


Motorista de ônibus é baleado durante assalto em rodovia entre Florínea e Tarumã

Passageiros de um ônibus que saiu de Foz do Iguaçu com destino a São Paulo foram assaltados na madrugada desta quarta-feira, 29 de agosto, na Rodovia Miguel Jubran, entre Florínea e Tarumã (SP).
De acordo com a Polícia Rodoviária, os criminosos estavam armados e atiraram várias vezes contra o veículo. Um dos disparos atingiu a perna do motorista. Ele foi socorrido e encaminhado ao Hospital Regional de Assis.
Ainda segundo a corporação, os homens obrigaram todos os passageiros a descerem do ônibus e roubaram seus pertences. Em seguida, o abndo fugiu.
Três vítimas foram até a Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Assis na manhã desta quinta-feira (30) e registraram boletim de ocorrência. Segundo informações da polícia, foram registrados pelo menos seis assaltos a ônibus de turismo na rodovia neste ano.
O mais recente foi registrado no dia 24 de julho. O ônibus que saiu de Foz do Iguaçu (PR) com destino a Belo Horizonte (MG) foi abordado na mesma rodovia já em Tarumã.
Segundo testemunhas, os criminosos teriam se confundido porque acharam que se tratava de um ônibus de sacoleiros.
Após descobrirem que o ônibus na verdade iria para Minas Gerais, e não para São Paulo, com acreditavam os criminosos, eles liberaram as vítimas e o veículo. Eles fugiram levando celulares, dinheiro, bolsas, documentos pessoais e também as bagagens.

Fonte: G1


PM descobre grupo de venda de drogas por aplicativo em Oriente

A Polícia Militar descobriu um grupo de venda de entorpecentes por aplicativo e deteve um menor de 16 anos nesta quarta-feira, 29 de agosto, em Oriente.
O adolescente foi detido com diversas porções de maconha em um patrulhamento na avenida Max Whirt. Segundo a PM, as drogas estavam no bolso e uma mochila do autuado.
Os policiais pegaram o celular do acusado para consultar a procedência do aparelho via IMEI e descobriram um grupo no WhatsApp de venda de entorpecentes em Oriente.
Uma conversa no aplicativo questionava se o abordado tinha mais drogas. O caso foi registrado para investigação da Polícia Civil.
Diante dos fatos, os militares encaminharam o acusado para a Delegacia do município, onde o menor  permaneceu apreendido aguardando audiência de custódia.

Fonte: Marília Notícias


Acadêmicos participam de workshops, palestras e fecham Semana de Nutrição com Festival do Coffee

A Semana de Estudos do curso de Nutrição da Universidade de Marília (Unimar) está agitando os acadêmicos e docentes. Além de participarem de workshops e palestras com profissionais reconhecimentos, os estudantes ainda preparam os detalhes para o “Festival do Coffee” que ocorrerá na noite de encerramento das programações (sexta-feira), Dia do Nutricionista.
De acordo com a coordenadora do curso de Nutrição, mais tradicional da região, Ma. Mara Silvia Foratto, a Semana é uma grande oportunidade de atualização aos professores e alunos.
“Discutiremos temas atuais e, por vezes polêmicos, como é o caso do marketing nutricional, muito presente em nosso dia-a-dia. O nosso Festival do Coffee vai finalizar a Semana com uma grande festa premiando e contemplando os alunos que mais se destacaram”, explica.
Na abertura da Semana, segunda-feira, os acadêmicos participaram de workshop sobre “Atendimento nutricional em consultório” com a nutricionista Ana Dantas e palestra sobre “Vitamina D: a proteção que vem do sol” com Simone Lima. “É gratificante vir até esse evento para falar deste tema que tenho estudado muito e que deve ser discutido entre os acadêmicos. Pela primeira vez na Unimar, estou apreciando a estrutura da Universidade”, finaliza a nutricionista Simone.
Na terça, foi a vez de interagir com a nutricionista Aline Fonseca em curso sobre engenharia de cardápios e na sequência participar de palestra sobre “Disfagia orofaríngea: aspectos nutricionais” com Suely Prieto de Barros Almeida Peres. Ontem, será a vez de falar sobre a relação do Marketing com produtos e profissionais com as nutricionistas Beatriz Stigliano e Caroline Martinelli.
Nesta quinta-feira, finalizando a programação de workshops e palestras, os acadêmicos receberão os Chefs Gelatiere, Leandro Sambini e Solaretto mostrando como fazer um “Gelato Surpreendente”.
Na sequência o tema será suplementos nutricionais no esporte ministrado pelo nutricionista Jeferson Santos.
A Semana de Nutrição será encerrada na sexta-feira no Ginásio de Esportes com o “Festival do Coffee”, no qual grupos de alunos de cada termo preparam um prato culinário para servir aos participantes e jurados.
Haverá ainda cerimônia de premiação dos acadêmicos que se destacaram no ano através do desempenho em médias e faltas, no Nutriciência e Desafio Nutrichef.

Fonte: Visão Notícias


Furtos crescem em Borá e tiram sossego da menor cidade do Estado

Algumas das menores cidades do Centro-Oeste Paulista conhecidas pelo sossego e tranquilidade já começam a abandonar hábitos como o de deixar portões abertos e manter muros baixos. Isso porque os casos de furtos e roubos têm registrado aumento significativo neste ano.
Um dos exemplos é o de Borá, o menor município do estado de São Paulo e segundo menor do país, com apenas 836 moradores, segundo dados populacionais divulgados nesta quarta-feira (29) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).
A cidade começou a ser alvo de pessoas mal-intencionadas que se aproveitam dos portões sem cadeados e já registra neste ano uma espécie de "explosão” dos casos de furtos a residência.
De acordo com estatísticas policiais, Borá já contabilizou até agora neste ano cinco casos de furtos a residências. Em 2017 inteiro, nenhuma ocorrência do tipo apareceu nos registros policiais.
"Alguém pulou o muro e pegou meu botijão de gás, porque nunca tivemos grades. Agora, tivemos de colocar grades e cadeados pra dificultar a vida dessas pessoas”, diz o aposentado Alcides Alves, que mora há 30 anos na mesma casa em Borá.
A situação se repete em Lutécia, cidade com pouco menos de 3 mil moradores. Lá, os furtos a residências aumentaram de sete casos em 2017 para 14 ocorrências neste ano.
O motorista Armando Celestino Teixeira diz que perdeu a tranquilidade e que, agora, não consegue mais deixar a casa aberta, como sempre fez.
"Não dá para deixar casa aberta hoje, quintal tem que está murado, tem que trancar bem as casas e fechar portão, senão hoje não dá para sair e ficar mais tranquilo."
Em Fernão, a cidade mais jovem de São Paulo com pouco menos de 1,7 mil moradores, o número de furtos dobrou: de três em 2017, para seis neste ano.
"Aqui já foi tranquilo, a gente podia dormir de porta aberta, hoje já não podemos confiar muito porque sempre aparece um ou outro querendo se aproveitar", diz a aposentada Maria do Socorro da Silva Lima.

Fonte: AssisCity


quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Mega-Sena acumula e prêmio do próximo sábado pode chegar a R$ 45 milhões

Ninguém acertou os números do concurso 2.073 da Mega-Sena, sorteados na noite desta quarta, 29 de agosto, em São José do Cedro, Santa Catarina. As dezenas são: 12 - 15 - 18 - 30 - 52 - 55.  A quina saiu para 80 apostas, com prêmio de R$ 36.914,78. Na quadra, foram 5.335 apostas ganhadoras, no valor de R$ 790,78 cada. Com isso, no próximo sorteio, no sábado (1º), o prêmio está estimado em R$ 45 milhões.
A chance de se acertar as seis dezenas da Mega-Sena com um jogo simples é de uma em 50.063.860 possibilidades de combinações. Os sorteios são realizados duas vezes por semana, às quartas e aos sábados.
Uma aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 3,50 e pode ser feita até as 19 horas,  do dia do sorteio. Também é possível fazer as apostas pelocomputador, tablet ou celular. Para isso, é necessário ser maior de 18 anos.

Fonte: UOL


Assaltante armado ameaça clientes em banco e os obriga a sacar dinheiro em Marília

Três pessoas foram assaltadas na noite de terça-feira, 28 de agosto, em uma agência bancária que fica na zona sul de Marília. Segundo informações da Polícia Militar, o assaltante estava armado e chegou a apontar o revólver para a cabeça de uma das vítimas.
Uma câmera de circuito de segurança registou o momento que o suspeito entra e depois sai da agência.
Ainda de acordo com a corporação, o assaltante obrigou duas das vítimas a sacar R$ 300 e também fugiu levando um aparelho celular. Um segundo homem o esperava em uma moto do lado de fora da agência, segundo a PM.
Testemunhas disseram, ainda, que o homem chegou a efetuar dois disparos no local, no entanto, os policiais ainda não conseguiram encontrar marcas dos tiros. Os suspeitos ainda não foram localizados pela Polícia Militar.

Fonte: G1


Teatro Municipal recebe espetáculo de dança e teatro “A Fé que Acostumou a Falhar” no final de semana

Neste final de semana,  01 e 02 de setembro, o Teatro Municipal de Garça recebe o espetáculo "A Fé que Acostumou a Falhar”, com o Núcleo Arcênico de Criações. A entrada é gratuita e a classificação indicativa é de 16 anos.
O trabalho busca investigar os caminhos que a palavra “fé” abre. Desde seu espectro renovador de alento e resiliência, até as trincheiras do extremismo e da violência contra as divergências e as minorias. Desta forma, falar de fé mostrou-se uma berlinda contemporânea. Afinal entre a inércia pacífica e o combate ao extremismo violento, a medida é incerta. O espetáculo de dança e teatro, que leva para o palco 1.500 tijolos, já teve bom retrospecto entre público e crítica.
Dirigido pelo garcense Alexandre Manchini Júnior, o espetáculo traz os bailarinos Vinícius Francês e Clarissa Maria, e aborda questões como: 'a fé que mata' ou 'a fé que salva?'.
A apresentação tem o incentivo do Proac (Programa de Ação Cultural), da Secretaria de Estado da Cultura.

Serviço — O espetáculo “A Fé que Acostumou a Falhar” será apresentado em 01 e 02 de setembro, a partir das 20 horas, no Teatro Municipal, localizado à avenida Rafael Paes de Barros, 522, em Vila Williams. A entrada é franca.


Comércio varejista na região de Marília eliminou 117 postos de trabalho em junho

Pelo sexto mês consecutivo, o comércio varejista na região de Marília eliminou postos de trabalho formais. Ao todo, 117 vínculos foram extintos em junho, resultado de 1.437 admissões contra 1.554 desligamentos. Nos seis primeiros meses do ano, foram fechados 750 empregos celetistas. No acumulado de 12 meses, porém, 436 vagas com carteira assinada foram abertas. Com isso, o varejo na região encerrou o mês com estoque ativo de 46.922 trabalhadores formais, alta de 0,9% em relação ao mesmo período de 2017.
As informações são da Pesquisa de Emprego no Comércio Varejista do Estado de São Paulo (PESP Varejo), da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), elaborada com base nos dados do Ministério do Trabalho, por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e do impacto do seu resultado no estoque estabelecido de trabalhadores no Estado de São Paulo, obtido com base na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).
Entre as nove atividades analisadas, seis sofreram retração no estoque de trabalhadores formais em comparação a junho do ano passado, com destaque para autopeças e acessórios; lojas de vestuário, tecidos e calçados (ambas com -2,5%); e outras atividades (-1,5%). Em contrapartida, os segmentos de supermercados (4,9%) e de farmácias e perfumarias (2,6%) apontaram as maiores variações positivas na mesma base comparativa.
“Esse desempenho é reflexo direto da retração no consumo das famílias e o aumento dos custos operacionais para os empresários. O brasileiro vem buscando quitar suas dívidas e com isso deixa de investir, o que representa um retrocesso em nossa economia. Esperamos que com o novo quadro político, tenhamos uma melhora na confiança do consumidor”, destaca Pedro Pavão, presidente do Sincomercio Marília.
O comércio varejista no Estado de São Paulo eliminou 5.808 empregos com carteira assinada em junho, resultado de 67.039 admissões e 72.847 desligamentos, o pior resultado para o mês desde 2015. Com isso, quase 34 mil vagas foram fechadas no primeiro semestre. Assim, o varejo paulista encerrou o mês com um estoque de 2.055.480 empregos formais, leve alta de 0,2% em relação a junho de 2017. No acumulado de 12 meses, o saldo é positivo em 3.254 vagas.
No comparativo anual, quatro atividades sofreram redução do estoque de empregos celetistas, com destaque para lojas de vestuário, tecidos e calçados (-1,9%) e lojas de móveis e decoração (-1,6%).  Em contrapartida, os segmentos de farmácias e perfumarias e de eletrodomésticos, eletrônicos e lojas de departamentos obtiveram os melhores resultados, ambos com crescimento de 2,4%.
A cregião de Marília abrange os municípios de Álvaro de Carvalho, Alvinlândia, Arco-Íris, Assis, Bastos, Bernardino de Campos, Borá, Campos Novos Paulista, Cândido Mota, Canitar, Chavantes, Cruzália, Echaporã, Espírito Santo do Turvo, Fartura, Fernão, Florínea, Gália, Garça, Herculândia, Iacri, Ibirarema, Ipaussu, Júlio Mesquita, Lupércio, Lutécia, Manduri, Maracaí, Marília, Ocauçu, Óleo, Oriente, Oscar Bressane, Ourinhos, Palmital, Paraguaçu Paulista, Pedrinhas Paulista, Piraju, Platina, Pompeia, Quatá, Queiroz, Quintana, Ribeirão do Sul, Salto Grande, Santa Cruz do Rio Pardo, São Pedro do Turvo, Sarutaiá, Taguaí, Tarumã, Tejupa, Timburi, Tupã e Vera Cruz.
A Pesquisa de Emprego no Comércio Varejista do Estado de São Paulo (PESP Varejo) analisa o nível de emprego do comércio varejista. O campo de atuação está estratificado em 16 regiões do Estado de São Paulo e nove atividades do varejo: autopeças e acessórios; concessionárias de veículos; farmácias e perfumarias; lojas de eletrodomésticos, eletrônicos e lojas de departamentos; materiais de construção; lojas de móveis e decoração; lojas de vestuário, tecidos e calçados; supermercados; e outras atividades. As informações são extraídas dos registros do Ministério do Trabalho, por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e do impacto do seu resultado no estoque estabelecido de trabalhadores no Estado de São Paulo, com base na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Fonte: Redação do Garca.Jor


Caixas eletrônicos são furtados no campus da Unesp de Marília

Dois caixas eletrônicos da agência Santander foram alvos de criminosos dentro do campus da Unesp (Universidade Estadual Paulista) de Marília.
O furto foi descoberto na manhã de segunda-feira, 27 de agosto, quando uma funcionária do banco chegou para trabalhar na unidade, na avenida Professor Hygino Muzzi Filho.
Os caixas foram arrombados, mas não consta informação sobre dinheiro levado. A reportagem apurou que armas utilizadas por seguranças que ficam guardadas no interior da agência foram furtadas.
Os criminosos podem ter usado uma serra para abrir os caixas, mas não foi informado porque os alarmes não dispararam. Não houve a utilização de explosivos
Conforme o Santander, a unidade permaneceu fechada para perícia nesta segunda-feira, quando foi feita a perícia no local.
Tanto a Unesp quanto o Santander têm sistema de videomonitoramento e as imagens serão solicitadas para investigação da Polícia Civil. Não é a primeira vez que a unidade é alvo de criminosos.
“O Santander confirma o furto na agência localizada à Avenida Professor Hygino Muzzi, 737, e informa que está colaborando com as investigações policiais”, informou a assessoria da instituição financeira.

Fonte: Marília Notícias



Grupo anuncia projeto para criação der termelétrica em Lençóis Paulista

O Grupo IBS Energy divulgou nessa terça-feira, 28 de agosto, em Lençóis Paulista, o interesse em instalar a primeira usina termelétrica à base de biomassa, com capacidade de geração 50 MWM, com consumo de 650 mil toneladas de cavaco de madeira por ano, operando 8.300 horas anualmente.
O município foi escolhido porque dispõe de um maciço florestal de, aproximadamente, 320 mil hectares, quantidade mais do que suficiente para atender a demanda da usina.
Com investimento inicial previsto de R$ 350 milhões, deve gerar 200 empregos diretos e perto de 600 em todo sistema, que compreende manejo florestal e logística de transporte. Durante o período de construção, serão 500 postos de trabalho.
"Soma-se a isso, disponibilidade de mão de obra especializada. Todo o processo de geração de energia - do plantio à geração propriamente dita - será certificado e pronto para o aproveitamento de créditos de carbono; tudo em conformidade com novas e incrementais exigências do mercado", comenta Antônio Bento, CEO do Grupo IBS Energy, cujo projeto já está em andamento há mais de um ano.
A Termelétrica batizada de Cidade do Livro está prevista para iniciar o despacho de energia a partir de meados de 2021. "O cenário do setor elétrico indica para alta de preços e escassez de energia. Com isso, a geração de fontes limpas e renováveis torna-se cada vez mais viável do ponto de vista econômico e também ambiental", afirma.

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru


terça-feira, 28 de agosto de 2018

A falácia da prisão como política de segurança pública

Guilherme Rodrigues Tartarelli Pontes  e Isabel Lima

A situação dramática do sistema prisional brasileiro toma as manchetes nacionais quando um grande número de presos é barbaramente assassinado em alguma prisão Brasil adentro. Nos primeiros 15 dias de 2017, já ultrapassavam uma centena as vítimas das chacinas ocorridas em prisões do Norte e Nordeste do país. Todas elas anunciadas há anos, sem qualquer ação efetiva do Estado para evitá-las. Mais chacinas foram registradas em 2018, ganhando mais ou menos espaço na imprensa. Comum a estes momentos, as narrativas construídas pelas autoridades e meios de comunicação falavam em “crise” do sistema penitenciário em decorrência da disputa entre facções. Pouco ou nada se falou, no entanto, da responsabilidade do Estado brasileiro, que pode – e deve – ser apontada por múltiplos aspectos.
O Estado brasileiro é integralmente responsável pela barbárie do sistema prisional, sobretudo por sustentar o insustentável: uma política de superencarceamento, estruturada num arcabouço de tipos penais hipertrofiado e em constante crescimento, na violação sistemática de garantias e direitos, num sistema de justiça racista e que criminaliza a pobreza, no qual “todos são inocentes até que se prove o contrário”, exceto os jovens negros, pobres e com baixa escolarização – respectivamente, 55%; 64%; e 75% da população prisonal –, para os quais aguardar preso até ser julgado é a regra, e responder à acusação em liberdade a exceção. Soma-se a isso um sistema penitenciário abarrotado, em que faltam quase 360 mil vagas e as pessoas privadas de liberdade são diariamente torturadas, humilhadas e submetidas a condições indignas. O resultado explosivo da “soma” destes fatores são as previsíveis rebeliões e massacres, que autoridades brasileiras convencionaram chamar de “crise”, “tragédia” ou “acidente”, como se do acaso tivessem surgido.
A política criminal vigente no Brasil é insustentável, antes de tudo, porque viola direitos humanos. Mas também – caso o primeiro argumento não lhe baste ou muito signifique – porque é ineficiente para aquilo que promete servir. A defesa do enrijecimento do direito penal e do aumento do número de prisões se sustenta numa falácia: se justifica no justo anseio da população em viver numa sociedade menos violenta, como se prender mais pessoas por mais tempo fosse servir a este fim. Ocorre que, ao fazê-lo, vende gato por lebre: a política de encarceramento em curso não resultou na redução da violência. Para constatar isso, o leitor pode se valer de sua sensação subjetiva e individual de segurança – que, em média, não tem aumentado para ninguém desse país –, da fala de especialistas da ONU e outros organismos ou, caso queira, pode também comparar os índices de violência das últimas décadas. Em que pese o Brasil ter dobrado de população prisional em apenas 11 anos (de 361,4 mil presos em 2005 para 726,7 mil em 2016 – Infopen), o número de homicídios no Brasil só aumentou. De acordo com o Atlas da Violência de 2018, 553 mil brasileiros perderam a vida por morte violenta só na última década  – uma média de 153 mortes por dia – e os números tem crescido anualmente. Defender o encarceramento como política de segurança pública, sim, é defender o indefensável.
A compreensão da realidade brasileira é indispensável para se pensar qualquer saída para esse cenário desastroso das políticas criminal e penitenciária vigentes. E compreender o Brasil, de fato, parece não ter “caído na prova” que prestaram alguns dos “concurseiros” que hoje ocupam cadeiras nas instituições do sistema de justiça, que seguem operando o direito a partir da sanha punitivista. Tampouco parecem compreender o Brasil nossos legisladores, que persistem em endurecer a lei penal, ou os chefes do Executivo, que seguem apostando em mais do mesmo, em intensificar aquilo que já se mostrou equivocado: reformar e construir novos presídios, aumentar o número de vagas e despender recursos públicos na expansão do sistema prisional. Estas últimas, inclusive, são as medidas apontadas pelo Estado brasileiro quando denunciado internacionalmente pelas mazelas a que submete sua população prisional.
No entanto, diversos organismos nacionais e internacionais de Direitos Humanos já constataram e recomendaram que o Brasil invista mais em medidas de desencarceramento do que na expansão do número de vagas. Não bastasse o enorme contingente de pessoas já privadas de liberdade, seguimos, na contramão da tendência mundial, aumentando o número de pessoas presas anualmente, chegando à média de 352,6 pessoas presas para cada 100 mil habitantes, mais que o dobro da taxa mundial. A impossibilidade de se construirem vagas suficientes para absorver tantas pessoas é pulstante: em 2015, o Fórum Nacional de Segurança Pública estimou que até o ano de 2030, serão 1,9 milhões de pessoas privadas de liberdade no Brasil e que, nesse período, precisariam ser construídas 5.816 novas unidades prisionais. Salta aos olhos a falta de razoabilidade de uma política de Estado que não considere a impossibilidade concreta de que este número de prisões possam ser construídas a tempo e modo. Se vê que a defesa da política criminal vigente, produtora do encarceramento em massa, não se baseia em fatos e em análises sérias como as políticas de Estado devem se basear, mas em práticas populista-penais e, no máximo, em conceitos teóricos vulgares que não encontram lastro na realidade social. 
 Em tempos de eleição, que estejamos atentos. Esta é a época que os vendedores de gato por lebre enganam mais pessoas com seus golpes. No que toca à política criminal e de segurança pública, são muitos os truques de ilusionismo propagandeados por aí na sanha de arrecadar votos. Para contribuir com a identificação de quem são os golpistas que vendem gato por lebre, convidamos o leitor a conhecer a campanha Eleições Sem Truque. Idealizada pela Rede Justiça Criminal, a campanha objetiva fomentar o debate entre eleitores e candidatos sobre propostas de políticas de justiça criminal e segurança pública de forma séria e comprometida. Para saber mais, acesse: redejusticacriminal.org/eleicoessemtruque

Guilherme Rodrigues Tartarelli Pontes  é bacharel em Direito pela PUC/MG e atua como pesquisador no programa Violência Institucional e Segurança Pública da Justiça Global, organização membro da Rede Justiça Criminal; Isabel Lima  é psicóloga e mestra em Políticas Públicas e Formação Humana pela UER e coordena o programa Violência Institucional e Segurança Pública da Justiça Global, organização membro da Rede Justiça Criminal.



Prefeitura de Assis apura denúncia sobre uso de material público em reforma de sepulturas particulares

A Prefeitura de Assis instaurou no dia 23 de agosto uma sindicância para apurar denúncias feitas contra o Cemitério Municipal da Saudade sobre a utilização de materiais do município para a realização de reformas e reparos de sepulturas particulares.
As investigações começaram depois que mensagens que mostram uma conversa entre dois servidores públicos a respeito das irregularidades viralizaram nas redes sociais.
Nas mensagens de aúdio, gravadas por um ex-servidor do cemitério, outros dois servidores comentam que uma espécie de "máfia” estaria encarregada de fazer obras em sepulturas particulares, mas que estariam utilizando materiais pertencentes à cidade.
A transcrição de um trecho das mensagens foram anexadas ao requerimento feito pelo vereador Sargento Valmir (PSD), no dia 20 de agosto, que pede investigação sobre o caso. Confira um dos trechos da transcrição:

"... o Zé Antônio [funcionário que participaria do esquema] pega o pessoal e faz com o material da prefeitura e racha o dinheiro entre eles...”;
"... ninguém fala nada, eu não vou colocar minha cara a tapa, isso ai só Ministério Público, nem prefeito, ó Ministério...";
[...]
“... agora o cemitério é uma cidade sem lei, agora é a máfia do cemitério..."
"... rapaz, eles estão usando tudo da prefeitura, tudo, tijolo, areia, pedra, tudo, isso ai eu tenho um monte de prova e testemunha..."

De acordo com a Prefeitura, a sindicância deve ser concluída em 60 dias. Ainda de acordo com a administração municipal, pessoas citadas nas mensagens serão ouvidas durante a investigação e o resultado da apuração será apresentado à população.

Fonte: G1


Colégio Antares de Garça realiza mais uma edição de copa de futebol

A XVI Copa Antares já teve início.
Os alunos do ensino fundamental 1 e 2 participam dos jogos que vão até o dia 30 de agosto.



Câmara de Vera Cruz marca data para votar cassação de vereador tucano Eduardo Zompero

A Comissão Processante instalada na Câmara de Vera Cruz para investigar o vereador Eduardo Zompero Dias, acusado de agredir um servidor, apresentou relatório com indicação de cassação do mandato por quebra do decoro parlamentar.
O relatório foi encaminhado para os vereadores nesta semana e a Câmara marcou para sexta-feira, dia 31 de agosto, sessão extraordinária para discussão e votação do relatório.
O teor completo do documento ainda não foi divulgado mas a conclusão final da comissão vazou com a divulgação da data de julgamento. Os parlamentares esperam uma longa sessão, que deve incluir até duas horas para a defesa do vereador, que é irmão da prefeita Renata Zompero Dias Devito.
Eduardo Zompero Dias é filiado ao PSDB e foi eleito com 190 votos. O depoimento do vereador, na última etapa da investigação, chegou a ser marcado por edital em função das dificuldades em promover a notificação oficial para que ele fosse ouvido.
O regimento interno da Câmara prevê a cassação de parlamentar que “proceder de modo incompatível com a dignidade da Câmara, ou faltar com o decoro na sua conduta pública” e também em situações como “abuso das prerrogativas asseguradas ao Vereador”.
Serão lidas as peças requeridas por qualquer dos vereadores e pelos denunciados. Os parlamentares interessados poderão fazer manifestações por até 15 minutos. O vereador acusado poderá fazer sua defesa pessoalmente ou por seu procurador.
Serão feitas votações nominais e a cassação precisa de dois terços dos vereadores – Vera Cruz tem nove parlamentares.
O vereador é acusado de ofender e agredir com um tapa na cara um servidor que atuava na recepção do gabinete da prefeita. O caso aconteceu em 2017 e foi denunciado pelo servidor, de 52 anos.
Segundo a acusação, depois de telefonar para falar com a prefeita e ouvir que ela não estava disponível para falar com o vereador, Eduardo teria iniciado uma série de ofensas que continuaram com sua ida ao gabinete.
O parlamentar teria usado termos como “seu burro, eu sou vereador, eu mando” e já na prefeitura desferido o tapa no rosto do servidor.
Na época, o caso foi divulgado com a informação de que as agressões só pararam com a intervenção do ex-prefeito Antonio Rodolfo Devito, marido da prefeita e cunhado de Eduardo, que estava no prédio e teria afastado o parlamentar.

Fonte: Giro Marília


Confira os resultados dos jogos do final de semana do suíço e master de Garça

Os campeonatos do futebol master e suíço tiveram rodadas completas ao longo do último final de semana. Confira os resultados e a classificação atualizada das competições:

Campeonato de suíço master - 11ª rodada do segundo turno - Sábado, 25 de agosto 

Cotrag 3 x Dinos 2
CAF 3 x Óptica Visão 3
Rebelo 2 x Internacional 2
Salec 1 x Excellent Global 1
Corinthians de Garça 2 x Aliança  10
Descansou: SEC

Campeonato de futebol suíço - 10ª rodada do segundo turno - Domingo, 26 de agosto

Vimec 2 x Arte Elétrica 1 (o jogo não foi encerrado aos 35 minutos do segundo tempo por agressão ao árbitro)
Paulista 2 x Boca Juniors 1
Salgueiro 0 x Os Pior 8
São Lucas 1 x Dinos 1
Juventude 1 x Flamengo 2
Empório Rebelo 0 x Levi's 6
Kosminho 1 x Lanchonete São Lucas 1

---

Campeonato de futebol suíço master - Classificação

01 - Aliança* 53 pts
02 - Salec* 43 pts
03 - Dinos* 41 pts
04 - Internacional* 38 pts
05 - Cotrag* 34 pts
06 - SEC* 33 pts
07 - Excellente Global* 19 pts
08 - Rebelo* 17 pts
09 - Corinthians de Garça 11 pts
10 – CAF 09 pts
11 - Óptica Visão 06 pt
* classificados para a próxima fase

Campeonato de futebol suíço - Classificação

01 - Os Pior 54 pts
02 - Flamengo 53 pts
03 - Levi's 47 pts
04 - Dinos 46 pts
05 - Arte Elétrica*** 45 pts
06 - São Lucas 44 pts
07 - Vimec*** 40 pts
08 - Kosminho 31 pts
09 - Paulista 24 pts
10 - Juventude 20 pts
11 - Boca Juniors 18 pts
12 - Empório Rebelo 12 pts
13 - Salgueiro 11 pts
14 - Lanchonete São Lucas 07 pts
***não computado jogo entre Arte Elétrica x Vimec

Fonte: Garca.Jor


Troca de farpas sobre questões envolvendo cemitério marca sessão da Câmara de Garça

A sessão da Câmara Municipal de Garça desta semana teve novamente a questão do cemitério como um dos mais comentados, ocupando um tempo considerável dos trabalhos. O início dos debates se deu após a leitura de um requerimento do vereador Marcão do Basquete (Pros), que questionou uma representação do Ministério Público sobre um suposto desvio de função do assessor de gabinete e chefe de coordenadoria do Santa Faustina na gestão passada. Após a apresentação do requerimento, o vereador Fábio Polisinani (PSD) utilizou a palavra, indicando que o tema era "desnecessário" para ser discutido na casa, já que seria um fato particular em relação a ele e que caberia qualquer averiguação apenas ao MP e não a algum vereador.
Ele sustentou que atuou no cemitério na gestão passada, sendo subordinado ao então secretário de Serviços Públicos, Nilson Braguin, tendo a função de assessor de gabinete. "O requerimento aqui está dizendo que o Ministério Público está apurando. Não. Não está, vereador. Está com falta de informação. Já foi arquivado. Sem compromisso. Dia 04 de julho de 2018. Estive no Fórum pessoalmente. Então, estou muito em paz. Trabalhei com amor, trabalhei com carinho, com afinco naquele lugar", indicou o vereador.
Após essa fala, Polisinani indicou que há desvios de função na Prefeitura e apresentou um "print" no telão da Câmara com a nomeação da filha de uma secretaria municipal, sendo que, segundo o vereador, posteriormente ela foi exonerada. Em outro "print" é destacada uma postagem em que uma suposta servidora indica ser "assessora da primeira dama" da cidade. "Nunca existiu assessor de primeira dama em Garça. Eu não estou entendendo. A preocupação comigo é grande vereador, mas Garça tem muita coisa para se preocupar. Tem dívida para se preocupar, tem carro sucateado, tem rua esburacada, tem um monte de coisa para se preocupar", sustentou o vereador.
O autor do requerimento também usou a palavra. Ele indicou que a dúvida que teve foi que, até 2014, o cargo no cemitério poderia ser ocupado em regime comissionado. Naquele ano, uma lei foi votada pela Câmara e passou a dispor que a coordenadoria do cemitério só seria ocupada por estatutários.
"Só foi esse o questionamento. A partir de 17 de novembro, que foi sua nomeação como assessor, foi questionado isso. Já que o assessor não pode executar nada. A própria definição de assessor diz isso e, a partir de 17 de novembro [de 2014], o cargo de coordenador só poderia ser feito, segundo a lei 003 de 16 de novembro de 2014, por funcionário estatutário", ressaltou.
O vereador Paulo André Faneco (PPS) também comentou a questão. Ele ressaltou o arquivamento da matéria por parte do Ministério Público, o que comprovaria não ter havido nenhum tipo de ilegalidade cometida pela administração passada.
Para ele, a função do assessor junto ao Cemitério seria uma prerrogativa do secretário municipal e o prefeito. "Se hoje quiserem tratar sobre desvio de função nesta administração, nós temos muitos pontos para levantar. Se for o caso nós podemos começar a partir da próxima sessão. Mas, nesse caso específico, principalmente por se tratar de cargo em comissão, não há o que se falar em ilegalidade", disse.
Outro requerimento foi lido quase na sequência. Desta feita, o vereador Marcão do Basquete questionou o Executivo sobre uma "suposta invasão de um vereador", por meio do muro, no cemitério municipal. O vereador Fábio Polisinani também utilizou a palavra para falar sobre esse documento, ressaltando que a Câmara, com esse tipo de requerimento, "estava parecendo um circo".
"É vergonhoso para a população pagar o salário que paga para um vereador vir aqui fazer um tipo de questionamento desse. Ridículo", apontou. Polisinani sustentou que não pulou muro, já que o portão estava aberto, assim como a porta do refeitório. Ele apontou que ninguém chamou a polícia, não havia guardas no local e que ele estava acompanhado de várias pessoas, que poderão ser suas testemunhas ante qualquer questionamento.
"Eu tenho um nome a zelar. Não preciso pular muro de cemitério, vereador. Isso é ridículo. Quando saí do cemitério, tenho um papel de doação de patrimônio público. Só em bancos, 47 bancos. Quanto custa cada banco de concreto? Quatrocentos 'paus' cada banco de concreto. Será que eu vou lá roubar banco à noite? Deixei espelho, lavatório, mesa de granito. Tudo que eu 'calcei' a cara e pedi. Não pedi para o prefeito comprar, não. Eu pedi por amor onde eu trabalhava", sustentou.
Marcão do Basquete, utilizando a palavra na sequência, indicou que, em nenhum momento, utilizou a palavra "roubo", seja no pronunciamento da semana passada e tampouco no requerimento. Ele indicou que, ao apontar que os portões do cemitério estavam "escancarados", o vereador Polisinani estaria chamando os servidores do local de mentirosos. Marcão apontou que um dos servidores o procurou e afirmou que teria sido ele o responsável pelo fechamento do equipamento, tendo citado até um visitante do local que teria sido o último a sair do cemitério no dia do acontecimento.
"A ronda da Prefeitura passa por aquele local por volta das 19 horas e não foi constatado nada. Portão aberto, refeitório aberto, nada. Tem a declaração deles por escrito. A não ser que você, que já falou aqui na tribuna, que conhece todos eles e eles todos conhecem você, estejam [eles] mentindo. Talvez seja pelo fato de te conhecerem, que eles assinaram dizendo que o portão estava fechado. Posteriormente, quando chegou às 21 horas, eles teriam, na visão deles, palavras deles, relatório assinado por dois vigias, dizendo que você estava lá. Não sou eu que falei. Eu levantei a questão. Pois eu acho que, como você disse, que é uma vergonha ficar pagando para vereador... eu também acho que é uma vergonha ficar pagando para vereador ficar pulando muro lá", ressaltou.

Fonte: Redação do Garca.Jor


CPI em Marília conclui por potencial improbidade de Daniel Alonso e ex-secretário

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da “Carne Estragada” concluiu que o prefeito Daniel Alonso (PSDB) e seu ex-secretário da Educação Beto Cavallari tiveram condutas com potencial para serem enquadradas como situação de improbidade administrativa.
O relatório que investigou o prejuízo de R$ 161.775 com o descarte de sete toneladas de carne consideradas impróprias para o consumo no começo do ano foi lido na sessão ordinária da Câmara de Marília de segunda-feira, 28 de agosto.
Os documentos serão encaminhados para a própria Prefeitura e também para o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP), para o Conselho Municipal de Alimentação Escolar e para o Ministério Público, que já investiga o caso por meio de um inquérito civil público.
Os vereadores de oposição Luiz Eduardo Nardi (PR), Maurício Roberto (PP) e Danilo da Saúde (PSB) foram responsáveis pela CPI.
A conclusão é de que vários fatores levaram ao prejuízo com as carnes, entre eles falta de planejamento, que se traduz, por exemplo, na precariedade da câmara fria da chamada Cozinha Piloto, onde os alimentos congelados estavam armazenados.
“Os defeitos da câmara além de conhecidos são previsíveis, podendo e devendo o gestor público determinar ou adotar mecanismos de prevenção com planejamento prévio de ação, planejamento de estocagem de mercadorias, colocação de sistema auxiliar de  energia, reforma ou troca do equipamento, entre outros e, ao não fazer, tanto causou o dano ao Erário, demonstra ausência do princípio da Eficiência”, diz o relatório.
Constatou-se que havia mais carne do que a capacidade da câmara e que a temperatura de -8°C era inapropriada para o congelamento das mercadorias. O produtor indica que a temperatura precisa estar a -12°C.
Uma modificação feita no começo de 2017 após queima de motor da câmara melhorou a capacidade de congelamento, mas ainda não atendeu ao exigido.
A mudança também tornou necessário que houvesse religamento manual da câmara fria a cada episódio de queda de energia. Funcionários ouvidos pelos vereadores disseram que ocorreram casos falta de energia nos períodos que antecederam o perecimento dos alimentos.
Também havia defeito na vedação da porta e presença de mofo e ferrugem na parte interna e externa constatados em fiscalização da Vigilância Escolar, acionada assim que o atual secretário da Educação, Helder Bochi, assumiu o cargo e constatou situação de mau cheiro na câmara fria.
A CPI também conclui que a incapacidade do setor responsável na administração municipal de finalizar uma licitação da compra de carnes em 2017 contribuiu para o problema.
Outra irregularidade verificada pelos vereadores da comissão foi o descongelamento de parte da carne do tipo músculo que estava em cubos para moagem e posterior congelamento dos produtos em pacotes de dois quilos.
A situação contraria resolução que trata sobre boas práticas em manipulação de alimentos, mas a CPI entendeu que compete ao poder Executivo tomar medidas administrativas punitivas sobre o tema.
Recentemente sindicância da Corregedoria da Prefeitura responsabilizou duas funcionárias pelas irregularidades.
O ex-secretário da Educação, diz o relatório, alegou que a decisão por moer a carne descongelada e novamente congelar o alimento foi tomada em reunião com o prefeito Daniel Alonso em reunião no gabinete com o “núcleo” de sua gestão.
Os vereadores concluíram na CPI que até são razoáveis as alegações de que a carne moída renderia mais e impediria o desabastecimento da merenda dos alunos da rede municipal, naquele contexto.
A situação envolvia a impugnação de um edital para compra de carne e a interrupção de fornecimento por falta de pagamento para a empresa que vinha entregando o alimento por força de um contrato emergencial.
Na conclusão do inquérito parlamentar, a questão da carne ter sido moída, porém, não seria o ponto crucial para o perecimento e representa apenas uma das falhas de planejamento.
A provável causa de parte da carne ter estragado próximo da porta da câmara fria, segundo o relatório, foi a combinação: desligamento do motor, problemas na vedação, falta de palete que separasse os produtos do chão e impossibilidade de circulação do ar para troca de calor do ambiente.
O prefeito Daniel Alonso, conforme o relatório da CPI, negou que tenha ordenado a moagem da carne ou que tenha sido realizada reunião sobre o tema.
Questionado se sabia da necessidade de manutenção ou aquisição de nova câmara, Daniel respondeu que o então secretário Beto Cavallari “sabia  de sua opinião sobre a logística da carne e que tinha que investir nas cozinhas das unidades escolares e não na cozinha piloto”.
O prefeito alegou em oitiva feita pelos vereadores que sempre foi contra a existência da “cozinha piloto”, que funciona debaixo das escadarias do estádio do MAC, e que havia determinado esforços no sentido de que a merenda fosse preparada diretamente nas escolas.
Os vereadores que formam a CPI, no entanto, citaram a a lei orgânica do município que coloca como obrigação do prefeito “zelar pela conservação e salvaguarda do patrimônio municipal”

Fonte: Marília Notícias


Governo do Estado traz carreta da Via Rápida Emprego para Garça e região

No mês que vem, Garça recebe uma carreta do Via Rápida Emprego. Ela vem equipada para proporcionar qualificação em quatro cursos. O programa do governo do Estado de São Paulo tem por objetivos promover o aumento de competitividade da economia paulista mediante a qualificação e formação profissional dos trabalhadores residentes no Estado e preparar a população que está em busca de uma oportunidade no mercado de trabalho, habilitando-os ao exercício dos seus direitos à cidadania.
“É um programa importante que vem para agregar ao trabalho que pensamos constantemente. Sempre temos a preocupação em qualificar a nossa mão de obra, em incentivar e em colocar no mercado de trabalho profissionais competentes”, disse o gerente da Acig (Associação Comercial e Industrial de Garça), Fábio Dias.
De acordo com o gerente, para participar do programa é dada prioridade aos candidatos que estejam desempregados, com maior idade, baixa escolaridade, mulheres arrimo de família e pessoas com maiores encargos familiares.
Dias comentou mais objetivos do programa como aumentar a probabilidade de obtenção de trabalho e de geração ou elevação de renda, reduzindo os níveis de desemprego e subemprego, contribuir para o desenvolvimento local e regional, auxiliar no desenvolvimento das capacidades de comunicação, de elaboração crítica, de raciocínio lógico, de iniciativa para a resolução de problemas, de organização do próprio trabalho.
“Tudo voltado para oferecer qualificação profissional em conformidade com os saberes exigidos por postos de trabalho, profissões ou trabalhos em uma ou mais áreas”, explicou ele.
De acordo com o site do Via Rápida Emprego, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, o curso a ser ministrado em Garça será: Automação Industrial.
Confira os cursos nas cidades da região:
Alvilândia - Eletricista Instalador Residencial - Escolaridade mínima: Ensino Fundamental Completo. Capacita o profissional para executar instalações elétricas residenciais em domicílios ou prédios de pequeno porte, na condição de empregado, trabalhador autônomo ou empreendedor da microempresa. O pré-requisito de escolaridade, citado, é necessário para a participação nos cursos que oferecem aulas de Conteúdos Gerais e Conteúdos Específicos (CG + CE). Para participar de cursos que oferecem apenas Conteúdos Específicos (CE), o candidato deverá ter, no mínimo, o Ensino Médio completo.
Lupércio  - Eletricista Instalador Residencial - Escolaridade mínima: Ensino Fundamental Completo. Capacita o profissional para executar instalações elétricas residenciais em domicílios ou prédios de pequeno porte, na condição de empregado, trabalhador autônomo ou empreendedor da microempresa. O pré-requisito de escolaridade, citado, é necessário para a participação nos cursos que oferecem aulas de Conteúdos Gerais e Conteúdos Específicos (CG + CE). Para participar de cursos que oferecem apenas Conteúdos Específicos (CE), o candidato deverá ter, no mínimo, o Ensino Médio completo.
Marília - Cozinheiro Geral - Escolaridade mínima: Ensino Fundamental incompleto. O participante adquire noções de técnicas básicas de cozinha, conhecendo os principais cortes de carnes, aves, peixes, bem como as técnicas de preparação de doces e salgados, em conformidade com as normas de higiene na manipulação dos alimentos. O pré-requisito de escolaridade, citado, é necessário para a participação nos cursos que oferecem aulas de Conteúdos Gerais e Conteúdos Específicos (CG + CE). Para participar de cursos que oferecem apenas Conteúdos Específicos (CE), o candidato deverá ter, no mínimo, o Ensino Médio completo.
Vera Cruz - Eletricista de Veículos Automotores - Escolaridade mínima: Ensino Fundamental completo. Diagnosticar e reparar falhas em sistemas de proteção, distribuição de energia elétrica, iluminação, partida e carga. O aluno estará capacitado a realizar serviços de instalação e manutenção eletroeletrônica em veículos, realizando serviços em conformidade com normas e procedimentos técnicos, de qualidade e segurança. O pré-requisito de escolaridade, citado, é necessário para a participação nos cursos que oferecem aulas de Conteúdos Gerais e Conteúdos Específicos (CG + CE). Para participar de cursos que oferecem apenas Conteúdos Específicos (CE), o candidato deverá ter, no mínimo, o Ensino Médio completo.
Mecânico de Automóveis - Escolaridade mínima: Ensino Fundamental completo. O curso capacita o profissional para auxiliar na manutenção de motores, sistemas e partes de veículos automotores. Auxiliando na substituição de peças, no preparo e no teste de desempenho de componentes e sistemas de veículos. O aluno aprenderá a organizar um posto de trabalho, selecionar ferramentais e equipamentos para a realização de desmontagens de conjuntos mecânicos simples, de acordo com normas e procedimentos técnicos, ambientais e de segurança. O pré-requisito de escolaridade, citado, é necessário para a participação nos cursos que oferecem aulas de Conteúdos Gerais e Conteúdos Específicos (CG + CE). Para participar de cursos que oferecem apenas Conteúdos Específicos (CE), o candidato deverá ter, no mínimo, o Ensino Médio completo.
Mecânico de Direção e Freios - Escolaridade mínima*: Ensino Fundamental completo. Realizar manutenção, reparos e substituição de peças, preparando o aluno para o desenvolvimento de competências relativas à manutenção preventiva e corretiva dos sistemas de suspensão, direção e freios, de acordo com normas e procedimentos técnicos de qualidade, segurança, higiene e saúde.

Fonte: Redação do Garca.Jor



Crise em usina de Promissão provoca prejuízos à população e ao comércio

Uma série de demissões em uma grande usina produtora de açúcar e álcool, instalada em Promissão, vem trazendo impactos negativos não só na vida dos trabalhadores demitidos, como também na economia de cidades da região. O setor que mais tem tido prejuízos é o do comércio.
Desde o fim do ano passado, cerca de 1.250 funcionários da usina que pertence ao grupo Renuka Brasil, foram dispensados. Em Promissão, o comércio sente os efeitos de tantos desempregados.
Segundo levantamento da Associação Comercial de Promissão, a queda nas vendas gira em torno de 20%.
Alguns empresários até estão adotando medidas para baixar seus custos, que vão desde deixar o centro da cidade e se estabelecer em bairros, até diminuir o próprio quadro de funcionários.
"Infelizmente essa situação trouxe queda nas vendas e aumento da inadimplência, porque a prioridade das pessoas acaba sendo morar e comer, e daí não conseguem honrar seus compromissos", explica Lucimar Rodrigues, vice-presidente da Associação Comercial de Promissão.
A região também sente os reflexos. Em Lins, por exemplo, o presidente da Associação Comercial da cidade diz que o momento é ruim desde 2015, quando as demissões começaram.
A dívida da Renuka Brasil está estimada em R$ 3,5 bilhões. Um novo processo de recuperação judicial está sendo elaborado e propõe a venda de outra usina do grupo para saldar as dívidas. Enquanto isso, correm na Justiça Trabalhista quase 300 ações contra o grupo.
“É uma situação muito difícil, que não é exclusiva nossa, mas de várias usinas de açúcar e etanol que estão em situação complicada. Estamos fazendo o possível para superar essas dificuldades”, garante Manoel Vicente Bertone, presidente da Renuka Brasil.
Na última terça-feira, 21 de agosto, ex-funcionários da usina Madhu, a unidade da Renuka em Promissão, se reuniram em um protesto em frente à empresa. Cerca de 250 pessoas participaram do ato, segundos os organizadores.
De acordo com os manifestantes, que foram demitidos da usina entre outubro de 2017 e junho deste ano, a empresa não teria pago parte da rescisão prometida.
“Fomos demitidos e sem o depósito de do 40% e com a promessa de pagar em seis vezes pagaram duas e a terceira não foi feita. Eles dizem que o pagamento foi suspenso que não tem previsão”, afirmou César Rocha, representante dos ex-funcionários.

Fonte: TV Tem


Radialista Zé Bettio morre aos 92 anos em São Paulo

Morreu na segunda-feira, 27 de agosto em São Paulo, aos 92 anos, o radialista Zé Bettio, um dos mais famosos comunicadores do rádio brasileiro. Segundo informações da rádio CBN, Zé Bettio morreu enquanto dormia em casa no bairro Horto Florestal, na Zona Norte da capital. O comunicador possuía propriedades rurais na região, incluindo a conhecida Fazenda Castcata de Garça.
O corpo do radialista foi enterrado às 16 horas da segunda no Cemitério do Horto Florestal, segundo funcionários do local.
José Bettio nasceu em Promissão, no interior de São Paulo, em 1926. Ele iniciou sua carreira artística como sanfoneiro e participou dos grupos “Sertanejos Alegres” e “Zé Bettio e seu conjunto”. Se tornou locutor por acaso ao assumir o microfone da rádio Difusora de Guarulhos para ler um anúncio. Agradou com seu jeito simples e coloquial e acabou sendo contratado.
Tornou-se muito conhecido em São Paulo na rádio Cometa. Na rádio Record, teve uma das maiores audiências das décadas de 1970 e 1980. Eternizou bordões como “acorda, joga água nele!”. Também lançou nomes importantes da música sertaneja como Milionário e José Rico.

Fonte: G1


Pai de adolescente morta por padrasto em Assis não acredita em fatalidade e quer Justiça

Diante da repercussão do caso, o AssisCity ouviu o pai da jovem Ana Carolina da Silva Montolezzi, de 17 anos, que morreu no último sábado, 25 de agosto, em decorrência de um tiro desferido por seu padrasto, no Jardim Morumbi, em Assis.
Segundo o pai de Ana Carolina, Márcio Montolezzi, a garota foi levada por sua mãe e seu padrasto até a proximidade da casa dele, que mora na vila Ribeiro.
Juntos, pai e filha foram ao supermercado, e depois Márcio levou de volta Ana Carolina para a casa em que morava com a mãe e o padrasto.
"Minha filha veio para cá para irmos ao mercado mais ou menos 19h10, fomos ao mercado e depois a deixei quase em frente à casa em que mora com a mãe e o padrasto. Depois de uns 10, 15 minutos recebi uma ligação da mãe dela, desesperada, gritando, pedindo socorro e dizendo que o padrasto havia atirado em minha filha”, contou o pai.
Segundo ele, a mãe disse que ocorreu uma desavença e que a filha tinha sido baleada, mas não citou que havia sido na cabeça. "Ela não me disse que havia sido acidental, nem no escuro, ela disse que houve uma briguinha, uma pequena desavença com ela e que ele deu o tiro. Falei para ela acionar então a polícia e o resgate, e chamei meu irmão e meu sobrinho para irem comigo até o local”, contou o pai.
Segundo o pai, quando ele chegou ao local, já havia viatura da polícia e já estava sendo feito atendimento médico em sua filha.
A jovem foi encaminhada à UTI – Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Regional, mas não resistiu.
"Eu tinha um excelente relacionamento com a minha filha, quando ela ficava doente, levava ela ao médico. Há uns seis, sete meses, ela tentou se matar, levei ao psiquiatra. O que me intriga é uma casa com muro com mais de três metros, cerca elétrica e nenhum sinal de arrombamento, para pensar que fosse um ladrão. Minha filha tinha chave, morava lá. Tenho certeza de que a mãe falou briguinha e não ladrão. Ela morreu de graça”, lamenta o pai.
Sobre o real motivo, o pai disse não poder afirmar nada, pois não estava no local no momento do tiro, mas que acredita na Justiça.
"Não posso afirmar nada, pois não estava no local no momento do tiro. Mas o médico que fez o atendimento disse que provavelmente foi a queima roupa, um tiro de perto, que chegou a machucar a garganta dela, pelo impacto da bala e que havia marcas também nos braços dela.
Esse é o perigo de uma pessoa armada e despreparada. Não farei Justiça com as próprias mãos, pois minha filha já está morta e não quero mais desgraça, mas creio na Justiça divina e também na do homem e que ela seja feita”, desabafou o pai.
Questionado sobre a versão da mãe e do padrasto, o advogado Rodrigo Branco Montoro Martins, informou que eles estão muito abalados com o que aconteceu e que não vão falar sobre o assunto, pelo menos por enquanto. A versão dos dois foi dada pelo próprio advogado, por telefone.

Fonte: AssisCity


Com até 200 furtos de hidrômetros ao mês, Polícia Civil de Bauru deflagra operação

A Polícia Civil realizou, na segunda-feira, 27 de agosto, uma operação para inibir furtos de hidrômetros em Bauru, após levantamento mostrar que aproximadamente 30% de todos os boletins de ocorrências do Setor de Investigações Gerais (SIG) estão relacionados a este tipo de crime. Diversos ferros-velhos e depósitos de recicláveis da cidade foram vistoriados, o que resultou na apreensão de 20 equipamentos.
"Agora, será investigada a procedência dos objetos apreendidos. Se for constatado que pertencem às vítimas, quem os adquiriu responderá por receptação", detalha o delegado coordenador do SIG, Rogério Monteiro. "Esse tipo de ocorrência chamou bastante atenção. Notamos que, em média, dos 500 registros mensais que chegam até nós, de 150 a 200 correspondem a furtos de hidrômetros", enumera.
Segundo o delegado, há casos, ainda, em que medidores de energia são levados. Ele explica que os dois equipamentos contêm cobre e, portanto, são bastante visados pelos criminosos, principalmente por usuários de entorpecentes. Os alvos são desde imóveis vazios e ocupados até estabelecimentos comerciais e condomínios residenciais.
"A ação é simples. Com uma chave inglesa ou barra de ferro, o ladrão consegue remover o hidrômetro facilmente. Depois, procura algum ferro-velho ou depósito de reciclável para vender e obter dinheiro para comprar drogas. O prejuízo à vítima é grande porque, além de ficar sem água até a reposição do equipamento, terá que gastar, em média, R$ 100,00 para comprar um novo", cita Monteiro.
O delegado aposta no combate ao crime através da fonte receptadora. "Basicamente, você inibe o furto combatendo o receptador, porque o giro é rápido, já que o autor não fica com o material furtado. Ao registrar o crime de receptação, os estabelecimentos deixam de comprar e o ladrão não tem para quem vender. A tendência, então, é que reduza o número de furtos de hidrômetros", pontua Monteiro, destacando que as operações ocorrerão periodicamente.
O delegado orienta que, ao ter o hidrômetro furtado, a vítima deve comparecer à Polícia Civil com a conta de água, que possui o número do equipamento. "A pessoa deve pedir para constar esse dado no boletim de ocorrência", pontua, complementando que denúncias contra autores de furto podem ser feitas através do telefone 151. O anonimato é garantido.
O DAE de Bauru informa que casos de furto ou dano aos hidrômetros são de responsabilidade dos proprietários das residências ou dos estabelecimentos comerciais. Em ambas as situações, o recomendado é registrar um boletim de ocorrência e solicitar, junto à autarquia, o fechamento do registro do imóvel até que seja feita a substituição do equipamento.
O órgão orienta, também, que seja informado o número do hidrômetro, para que o aparelho não seja, por ventura, instalado em outro imóvel. O DAE recomenda ainda que os proprietários instalem uma caixa de proteção junto aos equipamentos de medição, para tentar evitar furtos ou danos.

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru