quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Senac Marília abre vagas para quatro cursos na área de gestão e negócios

O número de empreendedores no país já é uma realidade em diversos setores do mundo do trabalho. A necessidade em abrir o próprio negócio é uma grande tendência no atual cenário econômico. Mas para manter a empresa aberta e sobreviver às exigências do mercado, é preciso que o novo empresário tenha uma postura de liderança, saiba identificar oportunidades de negócios além de propor soluções inovadoras e planejá-las.
De acordo com Alessandro Gomes, coordenador da área de gestão e negócios do Senac Marília, o aprimoramento constante contribui para que o empreendedor seja capaz de realizar planejamentos prévios e estratégicos, promover a gestão eficiente de seus recursos, refletir, antecipar e contribuir para a geração de políticas de apoio e incentivos.
“Estamos em um país que empreende muito, principalmente em tempos de dificuldades. No entanto, um número alto de empresas tem um curto período de sobrevivência. O percentual de mortalidade chega a 27% no primeiro ano e alcança mais de 50%, após cinco anos”, explica Gomes.
Conforme estudo realizado em 2016 pelo Sebrae, entre 2010 e 2014, o número de empresas com até dois anos de existência saltou de 54% para 77%. Em boa parte, a melhora se deve à ampliação do número de Microempreendedores Individuais (MEI). Já quando os MEI são excluídos da análise, o índice cresce quatro pontos percentuais, passando de 54% para 58%.
“O que nos mantém animados, no entanto, é o fato de que o comportamento empreendedor é perfeitamente possível de ser desenvolvido. Quando o futuro empresário recorre aos estudos e mantém atualizado seu conhecimento sobre a área em que atua, a chance do negócio não dar certo é muito pequena”, orienta.
Para Gomes, muitas vezes o futuro empresário abre um negócio por necessidade e acaba não tendo o tempo necessário para se preparar e buscar informações que lhe permitam manter o negócio em atividade. “Por isso, buscar capacitação é uma atitude empreendedora indispensável”, reforça.
Atento a esse cenário, o Senac Marília está com vagas abertas para quatro cursos de curta duração que atendem a demanda por qualificação profissional: Recrutamento e Seleção, Plano de Negócio para Empreendedores Inovadores, Desenvolvimento de Liderança e Compras e Administração de Materiais. As aulas têm início no próximo sábado, 03 de março. Para outras informações e inscrições, basta acessar o Portal Senac (www.sp.senac.br/marilia).

Programação

Recrutamento e Seleção
Data: 03 de março a 14 de abril de 2018.
Horário: sábado, das 13h30 às 17h30.

Plano de Negócio para Empreendedores Inovadores
Data: 03 de março a 14 de abril de 2018.
Horário: sábado, das 08 às 12 horas.

Desenvolvimento de Liderança
Data: 3 de março a 07 de abril de 2018.
Horário: sábado, das 13h30 às 17h30.

Compras e Administração de Materiais
Data: 3 de março a 24 de março de 2018.
Horário: sábado, das 13h30 às 17h30.

Senac Marília
Endereço: Rua Paraíba, 125 - Centro

Fonte: Redação do Garca.Jor


Concurso da Sabesp oferece vagas na região de Botucatu e Lins

A Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) abre nesta quinta-feira, 01 de março, as inscrições para concurso público para o preenchimento de 661 vagas em todo o estado. Na região Centro-Oeste Paulista são 26 vagas, sendo cinco para Lins e 21 para Botucatu.
As oportunidades são para agente de saneamento ambiental (21 vagas em Botucatu e três em Lins); Engenheiro Ambiental (uma em Lins) e Oficial de Manutenção (uma vaga em Lins).
Os interessados devem se inscrever pelo site da Fundação Carlos Chagas. No site, o candidato também tem acesso ao edital com todas as informações das provas.
Os salários iniciais vão de R$ 1.854,54 até R$ 7.964,50. Os aprovados serão contratados em regime de CLT e, além dos benefícios previstos na legislação, receberão também: participação nos lucros, plano de saúde(estendido aos dependentes sem acréscimo), cesta básica, vale-refeição, previdência suplementar e gratificação de férias.

Fonte: G1


País em frangalhos: 12,7 milhões de pessoas estão desempregadas no Brasil

A taxa de desemprego ficou em 12,2% no trimestre encerrado em janeiro, o que representa 12,7 milhões de pessoas desocupadas. O índice é estável na comparação com o trimestre anterior, de agosto a outubro de 2017.
Os dados estão sendo detalhados hoje, 28 de fevereiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divulga a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio - Pnad Contínua. Na comparação com o mesmo período do ano anterior, entre novembro de 2016 e janeiro de 2017, a taxa apresentou queda de 0,4 ponto percentual.
A população desempregada ficou em 12,7 milhões de pessoas e o nível de ocupação no país é de 54,2%, num total de 91,7 milhões de pessoas. Na comparação com o mesmo período do ano anterior, houve aumento de 2,1% no nível de ocupação, com 1,8 milhão a mais de pessoas.
Também na comparação com o trimestre móvel de novembro de 2016 a janeiro de 2017, o IBGE mostra que houve queda de 1,7% no número de trabalhadores com carteira assinada, o que corresponde a 562 mil pessoas. Os empregados sem carteira assinada subiram no período 5,6%, abrangendo 581 mil pessoas.

Fonte: Agência Brasil


Mega Sena: sorteio desta quarta-feira tem prêmio estimado em R$ 11 milhões

O sorteio 2.018 da Mega Sena pode pagar um prêmio de R$ 11 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h (horário de Brasília) desta quarta, 28 de fevereiro, em Maceió (AL).
De acordo com a Caixa Econômica Federal, o valor integral do prêmio, na poupança, rende mensalmente R$ 43 mil em rendimentos.
As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.
Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Fonte: G1


Condenado consegue efetuar fuga arriscada da penitenciária de Pirajuí

Em fuga cinematográfica, um homem de 22 anos escapou da Penitenciária 1 de Pirajuí, deixando para trás agentes penitenciários e disparos de arma de fogo. O fato ocorreu por volta das 23 horas da segunda-feira, 26 de fevereiro, e equipes das polícias Civil e Militar, inclusive policiais rodoviários, fazem buscas pelo fugitivo, que segue foragido.
De acordo com a PM, Pablo Rodrigo Pacheco foi condenado em regime fechado por tráfico de drogas. Segundo a corporação, ele escapou da cela, percorreu o pátio e rompeu o arame de dois alambrados. Quando já estava no terceiro alambrado, ainda conseguiu se desvencilhar dos disparos de arma de fogo, pular e fugir.
Ainda não se sabe se o condenado foi ferido e se obteve algum tipo de auxílio para deixar o presídio, que fica na área rural do município, na estrada vicinal Prefeito Aníbal Haman.

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru


Produtores devem apresentar Declaração do Índice de Participação do Município até amanhã

Oo período para preenchimento da Dipam (Declaração do Índice de Participação do Município) está chegando ao fim. A apresentação dessa Declaração deve ser feita obrigatoriamente até amanhã, 29 de março de 2018. O trabalho em Garça é realizado pelo Departamento Municipal de Fiscalização Tributária e tem como referência as vendas de produtos agropecuários no ano de 2017.
A entrega das notas para a escrituração das mesmas é de extrema importância para o município. A DIPAM é uma declaração que resume a movimentação de vendas da produção agrícola do ano anterior. A apresentação dela não acarreta nenhum imposto ao produtor, mas ela é de grande importância para a composição do repasse do Índice de Participação do Município na arrecadação geral ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).
A Dipam é obrigatória, sendo que para os produtores, a declaração é gratuita, sem qualquer tipo de despesas. Eles devem apenas comparecer junto ao Departamento de Fiscalização Tributária, à avenida Rafael Paes de Barros, 129, munidos dos talões de notas de janeiro a dezembro de 2017.
O atendimento aos produtores está sendo feito de segunda à sexta, das08 às 11 e das 13 às 16 horas. O telefone para informações adicionais é 3407 6600, ramal 6655. O contato também pode ser feito pelos e-mails: itr@garca.sp.gov.br, iss2@garca.sp.gov.br e iss@garca.sp.gov.br.

Fonte: Redação do Garca.com


Câmara aprova MP que reformula programa de microcrédito

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira, 27 de fevereiro, a Medida Provisória 802/17, que reformula o Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado (PNMPO), que concede pequenos empréstimos a empreendedores de baixa renda. O valor máximo de receita bruta anual do público-alvo passa de R$ 120 mil para até R$ 200 mil. A medida segue para apreciação do Senado.
O subsídio, instituído em 2013, cobria a diferença de juros entre o custo efetivo total suportado pelo tomador e o custo de captação dos recursos empregados pelo banco no empréstimo. Segundo a justificativa da medida, desde o início da série histórica de informações em 2008, registrou-se mais de R$ 50 bilhões em recursos aplicados no programa.
Segundo o texto enviado pelo Executivo ao Congresso Nacional, a medida foi enviada por medida provisória devido seu caráter de urgência. “Agrega-se também à justificativa da urgência, o impacto que as medidas ora propostas terão sobre os custos operacionais e encargos financeiros a serem praticados pelos operadores do microcrédito produtivo orientado. Considerando que a carteira de empréstimos de microcrédito tem um prazo médio inferior a nove meses, estima-se que mais de 20% de toda a carteira de microcrédito seria beneficiada pela medida”.
De acordo com justificativa, a proposta foi elaborada para modernizar a legislação, simplificar processos e incluir a possibilidade de utilização de novas tecnologias no processo de orientação de beneficiários de microcrédito. Dessa forma, o governo espera reduzir os custos operacionais que envolvem a concessão de financiamentos e permitir a utilização de outras fontes de financiamento no programa.
A MP prevê, entre outros pontos, a possibilidade de que o programa conte com recursos dos fundos constitucionais de Financiamento do Centro-Oeste, do Norte e do Nordeste. O texto também prevê a utilização de instrumentos do tipo pré-pago entre os serviços que podem ser prestados pelas entidades autorizadas a operar no programa, como estratégia de alternativa bancária da população de baixa renda que ainda não tem acesso a serviços financeiros.
Para o relator da MP, deputado Otávio Leite (PSDB-RJ), a medida oferecerá oportunidades para pessoas que buscam empreender e atualmente estão desempregadas. “Não há saída sem desenvolvimento econômico e a possibilidade de empreender tem que ser para todos, sobretudo para o assalariado brasileiro, aquele que não tem crédito e que está desempregado”, disse, ao defender a aprovação da MP.
Após um acordo entre os partidos, os deputados aprovaram uma emenda que limita a 2% ao mês as taxas de juros efetivas nas operações de microcrédito com recursos oriundos do Fundo do Amparo do Trabalhador (FAT), vedada a cobrança de qualquer outra despesa, à exceção da Taxa de Abertura de Crédito (TAC) de 3% sobre o valor do crédito, a ser cobrada uma única vez.
A outra emenda aprovada retirou a obrigatoriedade de que organizações da sociedade civil de interesse público, agentes de crédito e fintechs (empresas que criam inovação digital no setor financeiro) operem no programa apenas se vinculadas ou contratadas por qualquer uma das outras entidades autorizadas a operar o microcrédito, como bancos, cooperativas de crédito, agências de fomento e sociedades de crédito ao microempreendedor. Com isso, elas já ficam incluídas entre as entidades autorizadas a participar do PNMPO.

Fonte: Agência Brasil


Vídeo flagra furto de lixeira em plena avenida Labieno da Costa Machado

Há coisas que se forem apenas contadas não irão ser levadas a sério. Somente com o vídeo para se dar conta de como as coisas estão se encaminhando. Nesta terça-feira em Garça, ao final da tarde, na movimentada avenida Labieno da Costa Machado, nas proximidades da rotatória da Garça e do supermercado Big Mart, um catador de materiais recicláveis, com seu indefectível carrinho, promoveu um furto de uma lixeira. Isso mesmo. Uma lixeira devidamente instalada em uma calçada foi arrancada —  até com significativa dificuldade — e foi parar no alto do carrinho do meliante. Carrinho que já estava bem cheio com materiais diversos.
Uma câmera de segurança instalada em uma empresa nas proximidades do local flagrou toda a ação. Somente com essas imagens foi possível acreditar que nem as inofensivas lixeiras de Garça estão a salvo da volúpia dos gatunos de quinta categoria.

Fonte: Redação do Garca.Jor
Vídeo: Página "Garça Mil Grau" do Facebook



terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Colégio Antares: 28 anos dedicados à educação

Colégio Antares: 28 anos dedicados à educação.📚✨
Ensino de qualidade, professores altamente capacitados e estrutura completa para que seu filho tenha um futuro brilhante.

Venha fazer uma visita.
Rua Maria Helena, 107 - (14) 3471 2437



Empresa lança campanha denunciando reajuste de até 51% em fretes dos Correios

Principal distribuidor de mercadorias do Brasil, os Correios preparam um aumento de 51% nas tarifas a partir de 6 de março. A informação foi divulgada, inicialmente, pelo site de comércio eletrônico Mercado Livre, em seu site oficial.
O acréscimo 17 vezes superior à inflação do último ano – apurada em 2,95% – gerou indignação no Twitter. Cerca de 10 mil postagens com a hashtag #FreteAbusivoNão foram publicados na rede social até às 18h desta terça-feira.
O aumento afetaria mais ainda os consumidores que moram longe dos grandes centros, locais para os quais as taxas são mais caras. O mesmo vale para quem mora em zonas consideradas de risco, devido aos índices de violência.
Segundo dados do Mercado Livre, o reajuste faria o frete brasileiro ser 42% mais caro do que o da Argentina, 160% maior que o cobrado no México e 282% superior ao da Colômbia. 
Em 2017, o e-commerce cresceu 12% no Brasil e movimentou R$ 59,9 bilhões, de acordo com dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). Para este ano, a previsão é de que a expansão seja de 15%.
O Estado de Minas procurou os Correios, mas não obteve resposta até a publicação deste texto.

Fonte: O Estado de Minas


Ex-presidente do Crea-SP é condenado a 13 anos de prisão por desvio de recursos

O ex-presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de São Paulo (Crea-SP) José Eduardo de Paula Alonso foi condenado pela 4ª Vara Criminal Federal de São Paulo a 13 anos de prisão por desvio de recursos da entidade nos anos de 2003 e 2004. Segundo a denúncia do Ministério Público Federal, Alonso fez duas operações irregulares que geraram prejuízos de R$ 516 mil à autarquia. A sentença prevê também pagamento de multa equivalente a quase mil salários-mínimos. Cabe recurso da decisão.
O MPF aponta que, na primeira operação, Alonso sacou R$ 107 mil por meio de um cheque emitido em favor do próprio Crea-SP. “Não havia justificativa administrativa para a operação, cujo único objetivo foi viabilizar a obtenção da quantia em espécie”, destacou o Ministério Público. Segundo a procuradoria, as testemunhas confirmaram que a entidade não mantinha um fundo em dinheiro e que todos os pagamentos seguiam procedimentos específicos, sendo efetuados pela contabilidade.
Na segunda operação, de acordo com o MPF, Alonso ordenou a emissão dois cheques para saldar dívidas da entidade. “Apesar de a rotina administrativa não prever que esse tipo de transação passasse pela presidência do conselho, o pagamento foi determinado pelo réu com base apenas em uma planilha de gastos que ele mesmo havia assinado, sem a participação dos setores que deveriam ter realizado as etapas do processo”, diz a procuradoria.
A sentença aponta que o recebimento dos cheques não foi comprovado pelos destinatários. Ainda segundo o MPF, as investigações identificaram que pelo menos R$ 309,5 mil foram usados para gastos com materiais de campanha de políticos que contavam com o apoio de Alonso.
Ricardo Luiz de Toledo Santos Filho, advogado de defesa de José Eduardo de Paula Alonso, avalia que a decisão não reflete a realidade do processo, pois “as provas demonstram que não houve desvio de recursos”. “Uma coisa que é muito importante: jamais houve apropriação para ele próprio, o que se discute é que ele deveria pagar A, mas pagou B indevidamente, e não em benefício próprio”, explicou. Ele disse que recorrerá da decisão.
O advogado acredita também que há desproporcionalidade na pena, além de falhas técnicas no processo. “Alonso foi denunciado numa situação de continuidade delitiva. É um crime só. Na sentença, de forma surpreendente, tem a acusação de mais crime do qual nós não nos defendemos tecnicamente. Sem direito à defesa e passando por cima das regras processuais. Isso será objeto de apelação. Isso não subsiste”, criticou.
Santos Filho avalia ainda que há um viés político na ação devido disputas internas no Crea-SP. “Faz 14 anos que o Alonso não está mais lá, mas até hoje tem briga política de outros candidatos. Essa ação foi decorrente de uma ação civil pública de um adversário dele”, apontou.
A Agência Brasil entrou em contato o Crea-SP, mas a entidade não se manifestou sobre a decisão até a publicação da reportagem.

Fonte: Agência Brasil


Empresa de Garça lança kit detox e suco de laranja para público fitness

O mercado fitness acaba de ganhar uma linha detox que combina sucos com alimentos para kits diários produzidos por uma empresa de Garça que vai entrar também no concorrido mercado de sucos de laranja pasteurizados, uma vedete de consumo em academias, escolas e programas de reeducação alimentar.
A nova linha envolve produção artesanal, entrega especial e conquista novos espaços no varejo. As duas linhas apresentam ao público a marca Serfit, desenvolvida pelo agrônomo Eugênio Cordeiro Assi.
Qualidade na escolha de produtos, sistemas modernos de produção que garantem qualidade e até opções de entrega em domicílio fazem o sucesso dos sucos.
O kit detox inclui seis garrafas de 300ml do suco Serfit Premium com combinação de frutas, verduras e legumes, além de uma salada pronta para almoço e uma sopa para o jantar.
Nessa etapa de lançamento ainda permite modelos personalizados, em que a pessoa pode formar kits de sopas para refeições da semana e opções de sucos para adequar à sua dieta, seja em programas de redução alimentar ou de treinos.
É desenvolvido para ser consumido durante todo o dia e pode ser usado até 72horas depois da produção. Essa qualidade é garantida por um sistema de prensa a frio, que evita calor de lâminas sobre os produtos e permite a produção de sucos “vivos”, com todos os nutrientes.
Já o suco de laranja, que é pasteurizado, pode ser consumido em até 60 dias desde que mantido refrigerado de forma correta e deve entrar nos principais pontos de venda para concorrer com grandes marcas do setor.
“Temos preços agressivos, equipe de vendas e entregas em Marília e Garça, produção com seleção rigorosa das laranjas. É um produto muito bom, com a vantagem de ser da região, gerar empregos, negócios e desenvolvimento aqui”, explica Eugênio.
Os kits detox podem ser encomendados pelo telefone (14) 99163 9342. O número serve também para pontos do varejo que desejem vender os sucos de laranja.


Sérgio Lopes Sobrinho sofre AVC: estado inspira cuidados

O ex vice-prefeito de Marília Sérgio Lopes Sobrinho sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral) na segunda-feira, 26 de fevereiro, e está internado na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) da Santa Casa de Misericórdia de Marília.
A situação, segundo apurou a reportagem do Marília Notícia, é delicada e inspira cuidados.
Ele foi vice do ex-prefeito Vinícius Camarinha (PSB) na última administração municipal e presidiu a Acim (Associação Comercial e Industrial de Marília) por muitos anos.

Fonte: Marília Notícias


Fim da linha: Jornal Comarca de Garça vai deixar de circular

O mais tradicional veículo de comunicação de Garça vai deixar de circular. A edição desta quarta-feira, 28 de fevereiro, que terá como número 12.193, do jornal Comarca de Garça deverá ser a última, em uma trajetória de quase 83 anos de história. Os rumores sobre o fechamento da "Comarca" surgiram ainda no ano passado, quando se especulava sobre uma possível venda do veículo que, ao final, não foi concretizada. Diante disso, a direção do jornal decidiu pelo fim da circulação do periódico.
A publicação garcense se junta a diversos outros veículos de comunicação impressa que estão fechando as portas ao longo dos últimos anos, não apenas no interior do país, mas até mesmo em grandes capitais e cidades com grande fluxo populacional. A razão para essa pressão sobre os jornais é variada e vai desde a crise econômica, que atinge fortemente o país nos tempos recentes, até o advento dos novos meios eletrônicos de comunicação, que estão substituindo modelos tradicionais. Várias publicações não conseguem concorrer com o jornalismo via internet. No caso do jornalismo regional, vários jornais se viram sem a receita das publicações oficiais de prefeituras e câmaras, que agora são feitas via internet pelos poderes oficiais. O dinamismo da internet efetivamente colaborou (e colabora) para pressionar fortemente o jornalismo e tornar a função de informar — dentro dos padrões jornalísticos e com a responsabilidade que se espera dele — cada vez mais complexa.
O primeiro exemplar do jornal Comarca de Garça circulou no dia 13 de maio de 1935, editado em um formato tabloide e com circulação restrita e mensal. Pouco a pouco, a publicação foi ganhando popularidade e passou a ser semanal e com maior abrangência. A criação do jornal foi dos sócios Edgard de Castro Marques e Francisco Pereira de Mello Júnior, sendo que Castro Marques, num segundo momento, assumiu o comando da publicação, depois do afastamento de seu sócio.
Os primeiros anos de história da "Comarca" foram difíceis e passou por uma grande reorganização no final dos anos 40, quando passou a ser administrado por Augusto do Nascimento Castro. O periódico passou, em 1952, a contar com uma gráfica própria e apresentou uma evolução constante, ampliando, também, os dias de circulação, passando de semanal para duas vezes por semana.
Em 1961, Augusto do Nascimento Castro faleceu, aos 61 anos de idade, e a missão de continuar o trabalho do jornal Comarca de Garça passou para seu filho, Antônio Augusto Ávila Castro, que se encarregou, no correr dos anos, de renovar a redação da publicação e modernizar o jornal, com a aquisição de novos equipamentos, como a aquisição de uma máquina linotipo, em 1979, que substituiu o trabalho de composição manual das páginas.
Na década de 80, o jornal chegou a ser vendido, passando a ser administrado pelo empresário Antônio Marangão, que já era proprietário de emissoras de rádio na cidade. Ávila Castro voltaria ao jornal em 1990 e iniciou um novo programa de investimento no periódico, com a compra de maquinários de off-set e com a implantação de um sistema de informática na redação e na área de diagramação. Ao final da década de 90, o jornal passou a ter edições diárias, de terça a sábado.
O "Comarca de Garça" chega ao fim tendo contado em sua história com importantes nomes do jornalismo garcense e regional e com um acervo invejável, que conta grande parte do cotidiano de Garça e de seu desenvolvimento ao longo dos tempos.

Fonte: Redação do Garca.Jor


Justiça alemã autoriza cidades a proibir carros a diesel

Governos podem adotar polêmica medida para restringir poluição, afirma Tribunal Administrativo Federal. Motoristas que compraram carros a diesel não precisam ser ressarcidos de eventuais prejuízos.Tribunal Administrativo Federal da Alemanha determinou nesta terça-feira, 27 de fevereiro, que os governos municipais do país podem proibir a circulação de carros a diesel nas cidades se julgarem a medida necessária para que a poluição do ar não ultrapasse os limites exigidos por lei.
Segundo a corte, a proibição, uma medida polêmica num país onde a maior parte da frota é movida a diesel, está em conformidade com a legislação. Desta forma, o tribunal avalizou decisão de instância inferior e rejeitou o pedido de revisão feito pelos estados de Baden-Württemberg e Renânia do Norte-Vestfália.
A corte ressalvou, porém, que as cidades de Stuttgart e Düsseldorf, que eram objeto da ação, devem avaliar se a proibição não é uma medida desproporcional antes de adotá-la. Além disso, as proibições devem ser antecedidas de uma fase de transição. Em Stuttgart, por exemplo, uma proibição antes de 1º de setembro de 2018 não seria possível, afirmou a corte. Motoristas que compraram carros a diesel não precisam ser ressarcidos de eventuais prejuízos.
Tribunais de Stuttgart e Düsseldorf haviam decidido que os planos locais contra a poluição do ar precisam ser mais rígidos e devem considerar também proibições de circulação de carros a diesel, se necessário. Eles atenderam, assim, a ações impetradas por grupos ambientalistas. Outras ainda estão sendo analisadas em outras cidades.
Os governos de Baden-Württemberg e da Renânia do Norte-Vestfália contestaram as decisões e argumentaram que seria necessária uma regulamentação em nível nacional para a proibição. O Tribunal Administrativo Federal rejeitou essa argumentação.
Segundo analistas, a decisão força os políticos alemães a tomar medidas mais eficazes contra a poluição nas grandes cidades. Em boa parte delas, a poluição por óxido de nitrogênio supera os níveis permitidos, o que já levou a Comissão Europeia a cobrar uma solução da Alemanha, sob ameaça de levar o caso à Justiça europeia.

Fonte: Deutsche Welle


Especulações indicam que unidade de Bauru da Mondelez pode ser fechada

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Bauru e Região demonstrou preocupação com os rumores sobre o possível encerramento das atividades da unidade de Bauru da multinacional Mondelez, uma das maiores fabricantes de snacks do mundo. Em nota sucinta enviada ao JC, a empresa não negou ou confirmou a informação, alegando que "não comenta especulações" e segue com "operação em andamento".
Além dos comentários de bastidores, que vêm ganhando força nas últimas semanas, o agendamento de uma reunião para esta semana, fora das dependências da unidade, fez com que o sindicato ficasse em alerta. Segundo o presidente da entidade, Antônio Carlos de Oliveira Matheus, o Pardal, os funcionários foram informados de que o encontro, a ser realizado no Sagae na quinta ou sexta, tratará da avaliação trimestral de desempenho. "É uma atividade periódica, mas minha preocupação é que ela costuma ser feita de maneira interna, na fábrica, por turnos de trabalho. Não é procedimento normal convocar todos os funcionários fora da empresa", comenta.
Pardal revela que esteve reunido na semana passada com a gerência da Mondelez em Bauru, que teria se comprometido a enviar um posicionamento oficial ao sindicato até essa quarta-feira (28). "A gerência local disse que não tinha nenhuma informação, mas que iria buscá-la. A sociedade inteira está comentando e precisamos saber qual é a realidade da empresa", completa.

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru


Saúde de Marília investiga morte de adolescente com suspeita de dengue

A Secretaria de Saúde de Marilia informou nesta segunda-feira, 26 de fevereiro, que está investigando uma morte por suspeita de dengue na cidade. A vítima foi um menino de 16 anos, morador do bairro Marina Moreti, na zona norte da cidade.
O adolescente foi atendido inicialmente no Hospital das Clínicas de Marília no inicio do mês com suspeita de leptospirose. O quadro dele se agravou e ele teve diagnosticada a falência do fígado.
Por isso, o menino foi transferido para um hospital de São José do Rio Preto para um transplante do órgão, mas acabou morrendo no último dia 13.
Dentre os vários exames realizados, um deles deu resultado positivo para dengue. No entanto, um segundo exame de contraprova apontou negativo para a doença. Agora, a prefeitura aguarda um terceiro laudo para confirmar a causa da morte.

Fonte: G1


Acusado de matar adolescente de 15 anos com disparo de arma de fogo é preso em Ourinhos

Carlos Henrique Pereira, popular Trek Trek, acusado de disparar a arma de fogo que matou a adolescente Maria Luiza Padre Fajoli, 15 anos, no dia 01 de fevereiro, em Ourinhos, foi preso na segunda-feira, 26 de fevereiro, pela equipe da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) da cidade.
Ele já vinha sendo tratado como suspeito de ser o autor do crime, porém, em depoimento anterior dado a Polícia ele havia negado. Mas agora confessou que atirou contra a jovem, afirmando que o disparo foi acidental.
De acordo com o delegado titular da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) João Beffa, “após o registro do desaparecimento da garota, foi iniciado o trabalho de investigação que levou a equipe da DIG até Carlos Henrique. Ele foi conduzido até a delegacia e afirmou que Maria esteve em sua casa na noite do dia 1 de fevereiro, que estava em posse de um revólver calibre 38 e que após mostrar a arma efetuou um disparo contra sua própria cabeça”.
Porém, o caso deve uma reviravolta após a conclusão do laudo necroscópico, que apontou que a lesão era incompatível a um disparo acidental feito pela própria vítima.
“Com o laudo nas mãos nós tivemos a certeza que a menina não havia cometido o suicídio e que Carlos havia mentido em seu depoimento. E como ele foi a última pessoa que teve o contato com a vítima, fizemos rapidamente o pedido de prisão dele que foi acatada”, explicou Beffa.
Carlos preso e sabendo do resultado do laudo necroscópico, mudou sua versão em seu depoimento na data de hoje, alegando que ele estava com a arma nas mãos quando sem querer efetuou um disparo acertando a testa da Maria que estava sentada na cama.
A arma do crime ainda não foi localizada, e Carlos foi conduzido para a Cadeia Pública de São Pedro do Turvo, onde ficará à disposição da justiça.
Carlos vai responder por dois crimes: Homicídio Doloso e Ocultação de Cadáver.

Fonte: Ourinhos Notícias


Inscrições para o Fies terminam na quarta-feira

As inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) terminam na próxima quarta-feira, 28 de fevereiro, às 23h59. O programa é coordenado pelo Ministério da Educação (MEC) e oferece crédito para custear a mensalidade de estudantes interessados em cursar o ensino superior em instituições privadas. Os contratos vão seguir as novas regras do programa, aprovadas no ano passado. No total, serão ofertadas 310 mil vagas, sendo 155 mil para o primeiro semestre de 2018.
Os recursos do financiamento são destinados a financiar alunos em cursos superiores privados, desde que tenham avaliação positiva junto ao MEC. O montante a ser pago depende de uma fórmula que leva em consideração o preço da mensalidade e a renda familiar do candidato. No início do mês, o Comitê Gestor do Fies definiu os limites do financiamento: máximo de R$ 30 mil e mínimo de R$ 300 por semestre.
As condições do financiamento são estipuladas entre o banco que irá conceder o empréstimo, a instituição de ensino e o aluno. O estudante começará a pagar a dívida após a formatura e o valor da parcela dependerá de sua renda.
Pode se inscrever quem teve média de pelo menos 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e não tirou zero na redação. Outra exigência é se encaixar dentro dos limites de faixa de renda estabelecidos para o programa.
As inscrições devem ser feitas pelo site do MEC. O candidato deve fornecer o número do CPF, a data de nascimento e um e-mail válido. Além disso, deve informar a renda familiar para comprovar que se encaixa nas exigências do programa.
O governo oferta duas modalidades de financiamento (Fies e P-Fies), estruturadas em três faixas. O Fies abrange a primeira, que contempla alunos com renda familiar bruta de atê três salários mínimos por pessoa. Neste caso, as parcelas terão apenas a reposição inflacionária, com juro real zero.
O P-Fies contempla as segunda e terceira faixas. A segunda é destinada a alunos com renda de até cinco salários mínimos por pessoa nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Já a terceira é voltada a estudantes com o mesmo teto de renda familiar nas demais regiões. Nesses dois casos, os juros serão um pouco acima da inflação.
A expectativa do MEC é atender 310 mil alunos, sendo 100 mil na faixa 1, 150 mil na faixa 2 e 60 mil na faixa 3.
Após o encerramento das inscrições, no dia 28 de fevereiro, serão divulgados os resultados de pré-seleção e as listas de espera. A modalidade FIies disponibilizará os nomes no dia 5 de março, enquanto a P-Fies tornará público os contemplados no dia12 de março.
Quem for pré-selecionado na modalidade Fies terá de 6 a 8 de março para fazer a complementação da inscrição. Para tirar dúvidas e obter mais informações sobre o calendário ou outros aspectos da seleção, o candidato deve acessar o site oficial do programa.

Fonte: Agência Brasil


segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Imbróglio sobre prédio tombado envolve Prefeitura de Tupã

Após o Ministério Público abrir inquérito civil para apurar possíveis irregularidades cometidas pela Prefeitura de Tupã em obras de conservação realizadas no Solar "Luiz de Souza Leão", no ano passado, o vereador Charles dos Passos (PSB) explicou que a administração municipal pode responder pelo crime de improbidade administrativa.
Em meados de abril do ano passado, por meio de matérias veiculadas na imprensa, Passos disse que a administração municipal estudava a possibilidade de realizar reformas no Solar "Luiz de Souza Leão".
O vereador disse que, segundo as matérias veiculadas, o então secretário Municipal de Cultura, Caio Aoqui, e o chefe de setor de Museus, André Prado, afirmaram: "Só estamos esperando os documentos do Condephaat", referindo-se ao fato de que a prefeitura aguardava documentos para a liberação da obra, por ser um imóvel tombado. "A secretaria aguarda laudos do setor de engenharia da prefeitura e do Corpo de Bombeiros na próxima semana, para encaminhá-los ao Condephaat, órgão estadual responsável pelo tombamento e preservação do patrimônio... Após análise, parecer e autorização, vamos dar início à manutenção necessária", destacou trecho da matéria anexada na representação.
Entretanto, no início do mês de setembro, a veiculação de novas matérias levou o vereador a concluir que o processo de permissão junto ao Condephaat não havia sido efetivado, pois nenhuma matéria citou a possível conclusão do processo junto ao órgão estadual. "Segundo as informações fornecidas pelo atual secretário de Cultura, Renato Gonzalez, as melhorias estão sendo realizadas pela equipe da Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento Urbano", afirmou.
Após receber essas informações, o parlamentar disse que foi necessário tomar providências no sentido de apuração do "fato danoso à preservação desse bem tombado".
A prefeitura encaminhou resposta ao vereador no dia 24 de outubro do ano passado. "Na resposta aos questionamentos elencados no requerimento, a administração municipal demonstra ser total desconhecedora da legislação que regulamenta o tombamento do patrimômio histórico".
O vereador questionou a prefeitura sobre a data do protocolo de pedido de autorização para obras ou restauração do Solar. A prefeitura respondeu que "fora realizado apenas serviço de manutenção pontual de urgência para evitar danos irreversíveis no local".
O parlamentar solicitou à prefeitura a data e o teor da resposta do Condephaat quanto ao pedido protocolado. A administração municipal respondeu que a "indagação parte da premissa que teria havido obras de conservaçaõ e/ou restauração que caracterizam intervenção no prédio, a depender de autorização do órgão estadual mencionado no requerimento parlamentar. Ocorre que, dado o que foi dito na resposta anterior, o que se realizou fora mero serviço de manutenção pontual de urgência, que não importou na execução de qualquer obra ou intervenção no bem (ações de destruição, demolição, mutilação, alteração, abandono, reparação ou restauração) o que não atrai a proibição prevista no artigo 1º da lei estadual nº 10.774 de 01.03.2001 e art. 1º do Decreto Estadual, nº 48.439, de 07.01.2004, a partir do conceito legal de obra ou intervenção definido nos mesmos dispositivos normativos".
Segundo o vereador, o fato narrado na representação configura ato de improbidade administrativa, nos termos dos artigos 10 e 11, da Lei 8.429/92. "A administração municipal, ao se furtar de praticar os procedimentos legais para a realização da referida obra, incorreu no crime de improbidade administrativa", enfatizou.
Passos ressaltou que, neste caso, a prefeitura pode ser penalizada com multa, segundo o artigo 134 do Decreto estadual nº 13.426/79. "Os bens tombados não poderão ser destruídos, demolidos, mutilados ou alterados, nem sem prévia autorização do conselho, reparados, pintados, ou restaurados sob pena de multa a ser imposta pelo mesmo conselho de até 20% do respectivo valor, neste incluído o do terreno, se for o caso, e, sem prejuízo das demais sanções aplicáveis ao infrator", concluiu.

Fonte: Diário de Tupã


Bombeiros encontram corpo de adolescente que se afogou em Cândido Mota

O corpo de um jovem de 16 anos foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros em uma represa na zona rural de Cândido Mota, neste domingo, 25 de fevereiro.
Segundo os bombeiros, o adolescente teria ido nadar com o irmão quando se afogou. Thiago Urias de Camargo morreu quando nadava na companhia de um irmão e mais um amigo.
Por volta das 16h, o Corpo de Bombeiros foi chamado e iniciou as buscas pela represa. O corpo do jovem foi encontrado e reconhecido pela família.

Fonte: G1


Homem morre carbonizado por fiação elétrica durante possível tentativa de furto em Bauru

A Polícia Civil de Bauru, por meio da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), investiga a causa da morte e a identidade de um homem, cujo corpo foi encontrado totalmente carbonizado no interior de um galpão de trens, na região da Vila Falcão, nesta segunda-feira, 26 de fevereiro, em Bauru.
Segundo informações preliminares da Polícia Militar (PM), funcionários se depararam com o corpo no período da manhã, por volta das 10h, e acionaram a polícia pelo 190. Não foi possível fazer a identificação do indivíduo. D acordo com a PM, o local é conhecido por furtos de fiação.

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru


Ministro da Saúde anuncia recursos para cidades da região — Garça fica de fora

O Ministro da Saúde Ricardo Barros (PP) anunciou durante passagem por Marília no final de semana mais R$ 18 milhões extras em 2018, para alta e média complexidade em urgência e emergência, para a região abrangida por 62 municípios.
Em Marília são mais R$ 5,6 milhões para o Hospital das Clínicas, R$ 1 milhão para a Santa Casa de Misericórdia e R$ 316 mil para o Hospital Beneficente Unimar (HBU). A Santa Casa de Ourinhos terá mais R$ 3,6 milhões para urgência e emergência.
Para a mesma finalidade, a Santa Casa de Assis levará um bônus de R$ 2 milhões e o Hospital Regional de Assis R$ 633 mil. A Santa Casa de Tupã terá mais R$ 2 milhões, a de Adamantina R$ 1,5 milhão, a de Paraguaçu Paulista R$ 738 mil e a de Santa Cruz do Rio Pardo R$ 422 mil. Nenhuma das liberações assinadas pelo ministro contemplou a cidade de Garça.
Fora o reforço para custeio e ampliação dos segmentos de urgência e emergência na região, também foram anunciados pelo ministro mais R$ 8,3 milhões para construção da casamata e acelerador linear na Santa Casa de Marília, ampliando atendimento de radioterapia em mais de mil pacientes por ano.
O Hospital das Clínicas de Marília também recebeu a promessa de uma casamata e equipamento de radioterapia, mas por meio de outros recursos ainda a serem viabilizados.
Durante coletiva de imprensa o ministro Ricardo Barros explicou que os R$ 18 milhões a mais para região serão utilizados naqueles socorros que envolvem o Samu, por exemplo. Com o recurso a mais para urgência e emergência, ele diz que “salvaremos muitas vidas ao trazer pessoas que sofrem acidentes vasculares e acidentes de trânsito”.
O prefeito Daniel Alonso comemorou o que ele chamou de “dia histórico”. “Uma conquista tão grande que recebemos neste dia, é uma data histórica para Marília e Região. Marília já era um polo da Saúde, e com todo esse incremento de recursos e novos equipamentos que estão chegando, nos tornaremos ainda mais estruturados e ainda mais excelentes”, disse Alonso.
O provedor da Santa Casa, Milton Tedde, afirmou que a visita de Ricardo Barros também foi importante para que ele conhecesse a Santa Casa de Marília, onde passou logo após chegar no aeroporto local. “Nosso ministro preza muito pela organização, trabalho profissional e transparência. São justamente esses os critérios da Santa Casa de Marília”, comentou Tedde.
O superintendente da Santa Casa, Sérgio Spadotto, explica que hoje ali são 196 leitos para urgência e emergência, quantidade que poderá ser aumentada com os recursos extras. “Também foi anunciada a casamata e o equipamento de radioterapia, tudo feito pelo próprio ministério e que deve entrar em funcionamento até o final de 2019”, diz Spadotto.
No Hospital Beneficente Unimar serão, entre outras melhorias, mais 25 leitos de cuidados prolongados com o recurso extra. “É um avanço, estamos contentes, essa obra já foi feita há mais de um ano, os leitos estão ociosos aguardando a população que tanto precisa. E esse recurso extra vem para dar um fôlego”, disse a superintendente do HBU Márcia Mesquita Serva.
Diversos deputados federais e estaduais acompanharam a visita do Ministro da Saúde a Marília, entre eles o membro do Congresso Federal Walter Ihoshi (PSD), com base no município e Região. “Marília está se tornando um grande polo de saúde e a visita do ministro Ricardo Barros vem para contemplar esse atendimento que vem sendo dado na nossa Região”, afirmou Ihoshi.

Fonte: Marília Notícias


Assis vai sediar Fórum de Cidades Digitais do Oeste Paulista

No próximo dia 15 de março, a Prefeitura de Assis e a Rede Cidade Digital (RCD) realizam o I Fórum de Cidades Digitais do Oeste Paulista, encontro direcionado para fomentar o uso estratégico de tecnologia nos municípios da região. As inscrições para o evento, que é gratuito para servidores públicos, estão abertas e podem ser feitas pelo http://forum.redecidadedigital.com.br/ 
Segundo o diretor da RCD, José Marinho, o Fórum é direcionado para prefeitos, gestores e vereadores interessados na modernização das administrações municipais. "É somente por meio das Tecnologias da Informação e Comunicação que o desenvolvimento acontece de forma mais rápida, já que se torna uma ferramenta imprescindível para reduzir custos e se ter uma gestão mais eficiente, com controle e oferta de serviço ágil e transparente", afirma Marinho, destacando a importância do uso das TICs para fomento da economia local.
Marinho ressalta ainda que as cidades digitais e inteligentes são mais atrativas para empresas, pelo ambiente de conectividade existente e pelas facilidades encontradas, com menos burocracia fiscal, por exemplo. "A comunidade também passa a encontrar meios para aumento de renda a partir dessa internet. São inúmeras as possibilidades. O que precisa é vontade política e disposição para aprimorar os serviços públicos", observa.
Este é o quinto Fórum de Cidades Digitais, promovido pela RCD em parceria com prefeituras e associações de municípios, em São Paulo. No ano passado, Araraquara, Bauru, Vinhedo e Ilhabela sediaram eventos do gênero visando promover a troca de experiências entre os municípios. Em 2018, serão realizados encontros também em Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Bahia.
Serviço:
I Fórum de Cidades Digitais do Oeste Paulista
15 de Março, em Assis
Local: Fundação Educacional do Município de Assis (FEMA) – Av. Getúlio Vargas, 1200, Vila Nova Santana
Inscrições gratuitas para servidores públicos: http://forum.redecidadedigital.com.br/
Contato: (41) 3015-6812 ou pelo forum@redecidadedigital.com.br.

Fonte: Assiscity


Lotomania: apostador de Cafelândia leva sozinho quase R$ 7 milhões

Um apostador de Cafelândia levou sozinho o prêmio de R$ 6.915.672,92 milhões da Lotomania 1843, referente ao sorteio da última sexta-feira, 23 de fevereiro. O ganhador acertou todos os números sorteados pela Caixa Econômica Federal.
Ainda no mesmo sorteio, outro morador da cidade ganhou R$ 189.878,85, em premiação para quem não acerta nenhum número. 
Os números que deixaram uma pessoa milionária na região foram: 01 -12 -13 -16 – 28 – 30 – 35 – 36 – 38 – 40 – 41 – 44 – 46 – 56 – 64 – 72 – 82 – 89 – 98 – 00.
Em Marília também tem gente rindo à toa nesse final de semana. Um apostador da cidade ganhou o prêmio da Lotofácil  - Concurso 1627, de 21 de fevereiro de 2018 – para quem acumula 15 acertos e levou, sozinho, R$ 2.000.192,65.

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru


sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Grupo de Prevenção e Controle de Tabagismo de Garça inicia nova turma na próxima segunda

Na próxima segunda-feira, dia 26 de fevereiro, tem início mais um grupo de combate ao tabagismo em Garça. O trabalho é realizado pela Secretaria Municipal de Saúde, através do Ambulatório de Prevenção e Controle do Tabagismo de Garça e as reuniões ocorrem na UBS "Doutor Palermo", localizada à rua Minas Gerais, 850, em Vila Rebelo, a partir das 18h30.
O trabalho não é fácil, mas o importante é que as pessoas não estão sozinhas. "No ambulatório existe uma equipe multiprofissional que partilha do desejo daqueles que querem abandonar o vicio”, falou o psicólogo Paulino da Silva de Oliveira Júnior. Mais uma vez o profissional salientou que se apenas uma pessoa deixar de fumar o trabalho já terá valido a pena. E se por ventura nenhuma abandonar o vício, ainda assim o trabalho terá valido a pena, pois levou informação e buscou orientar e ajudar. Mostrou que vencer o vício não é fácil, mas existe sempre a possibilidade. Os interessados podem se inscrever através das unidades de saúde de origem, bem como procurar diretamente o Ambulatório de Tabagismo.
O único requisito para participar é o desejo de deixar de fumar. Os participantes passam por um processo que envolve inclusive a utilização de medicamentos. “ A pessoa tem toda uma orientação e cada profissional dá o seu melhor, mas a responsabilidade em parar de fumar é dele”, indicou Oliveira.
Caso a pessoa opte por ir até a unidade de saúde, ela preencherá a ficha clínica, fará um teste específico e terá o encaminhamento para o ambulatório, para a integração nos grupos de combate. Se no entanto optar por ir direto ao ambulatório, também será feito um trabalho com essa pessoa procedendo todos os encaminhamentos necessários. Entre os tratamentos realizados no ambulatório em Garça estão os que utilizam medicamentos, como a reposição de nicotina (em adesivos ou gomas de mascar) associada ou não aos antidepressivos nortriptilina e bupropiona. Todo tratamento é gratuito e a pessoa precisa participar de quatro sessões semanais com o psicólogo e dois encontros quinzenais.
Após essa etapa, o grupo entra na fase de acompanhamento e manutenção, que dura 12 meses, quando os pacientes participam de encontros uma vez por mês. Durante as quatro sessões com o psicólogo, o programa trabalha os seguintes temas: 1º encontro, “Entender porque se fuma e como isso afeta a saúde”; 2º encontro, “Os primeiros dias sem fumar”; 3º encontro, “Como vencer os obstáculos para permanecer sem fumar”; 4º encontro, “Benefícios obtidos após parar de fumar”.
Os grupos estão desenvolvendo atividades específicas no combate ao uso do tabaco. O programa tem como objetivo reduzir o número de fumantes, conscientizando a população quanto aos malefícios causados pelo cigarro, promovendo melhor qualidade de vida e consequentemente a diminuição de doenças e mortes relacionadas ao tabaco.

Fonte: Redação do Garca.Jor


Desânimo leva 4 milhões de pessoas a desistir de procurar emprego

O Brasil tem 4,3 milhões de desalentados, pessoas que desistiram de procurar emprego, o maior contingente da série, iniciada em 2012, embora o dado tenha sido divulgado pela primeira vez pelo IBGE. Quase 60% deles se concentram na região Nordeste, com destaque para Bahia (663 mil) e Maranhão (410 mil). Os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, divulgados nesta sexta-feira, 23 de fevereiro, são referentes ao quarto trimestre.
O desalento é um componente do mercado de trabalho medido também na Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), divulgada desde 1985 pela Fundação Seade e pelo Dieese na região metropolitana de São Paulo. Em dezembro, por exemplo, a taxa de desemprego total foi de 16,9%, sendo 3,2% do chamado desemprego oculto – por trabalho precário ou desalento. O IBGE estimou a taxa de desalento em 3,9%, chegando a 15,4% em Alagoas.
De acordo com a pesquisa, a taxa média de desemprego foi de 11,8%, o que corresponde a 12,311 milhões de desempregados, índice praticamente estável em relação ao quarto trimestre de 2016. A ocupação cresceu em 1,8 milhão de vagas, todas na informalidade: 1,070 mil são trabalhadores por conta própria e 598 mil, empregados sem carteira. O país perdeu 685 mil vagas formais em um ano. Só não houve queda na região Norte.
A taxa de desemprego varia de 7,7% (região Sul) a 13,8% (Nordeste), chegando a 9,4% no Centro-Oeste, 11,3% no Norte e 12,6% no Sudeste. Entre as unidades da federação, destaque para Amapá (18,8%), Pernambuco (16,8%), Alagoas (15,5%), Rio de Janeiro (15,1%) e Bahia (15%). A menor foi registrada em Santa Catarina (6,3%), enquanto Mato Grosso e Mato Grosso do Sul tiveram 7,3% cada.
Com média de 11,8%, a taxa é maior para mulheres (13,4%) do que para homens (10,5%). Para os que se declararam brancos, a taxa também foi menor (9,5%), subindo para pretos (14,5%) e pardos (13,6%), conforme a classificação do IBGE. No período de 2012 a 2017, cresceu a presença de pardos e negros (classificação do IBGE) entre os desempregados: de 62% para 64%, enquanto a dos brancos caiu de 37,5% para 35,6%.
A chamada subutilização da força de trabalho – que inclui desempregados, subocupados por insuficiências de horas (quem trabalhou menos que 40 horas semanais) e trabalhadores em potencial (quem estava disponível para trabalhar, tendo procurado ou não) – atinge 26,4 milhões de pessoas, com taxa de 23,6%. As maiores se concentram no Nordeste: Piauí (40,7%), Bahia (37,7%), Alagoas (36,5%) e Maranhão (35,8%). As menores são de Santa Catarina (10,7%), Mato Grosso (14,3%), Rio Grande do Sul (15,5%) e Rondônia (15,8%).

Fonte: Sul21


Homicídio em Marília: duas mulheres são presas e confessam crime

A Polícia Civil, através da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Marília, informou nesta sexta-feira, 23 de fevereiro, que esclareceu as circunstâncias da morte do representante comercial Sílvio César Soares Júlio, de 47 anos, encontrado em sua casa com diversos ferimentos e parte do corpo queimado.
De acordo com a DIG, trata-se de um latrocínio. O crime ocorreu na madrugada de quinta-feira, 22 de fevereiro, na rua Prudente de Morais, bairro Alto Cafezal, zona oeste de Marília.
O brutal assassinato foi descoberto pelo Corpo de Bombeiros, que foi acionado para apagar um incêndio na casa onde Júlio vivia.
Policiais civis que estiveram no local viram que existia uma câmera de segurança. Eles apreenderam uma mídia com as imagens e encaminharam o material para a perícia técnica. Através das imagens recuperadas a polícia descobriu que duas moças estiveram no imóvel na data do crime.
Iniciadas as investigações pela DIG, se apurou que as mulheres eram Silvia Regina Evaristo da Silva, conhecida como “Arlequina”, de 23 anos, e Caroline Rosana Joca, de 20 anos.
Silvia se apresentou espontaneamente na delegacia e Caroline foi localizada em sua casa, na Rua Ribeirão Preto, ainda na noite de ontem, 22 de fevereiro.
“Segundo confissão das autoras, as duas conheciam Silvio e já tinham estado algumas vezes em sua casa, e de comum acordo resolveram roubá-lo. Elas marcaram encontro na data dos fatos, tendo ele as encontrado na Avenida Pedro de Toledo, e as levado para sua casa, onde chegaram a comer pizza juntos”, informou o delegado responsável pela DIG, Valdir Tramontini.
Ainda de acordo com Tramontini, “para o cometimento do delito, as autoras seduziram Silvio, fazendo com que ele se despisse, e sob a alegação de que iriam fazer strip-tease e outras práticas sexuais, conseguiram que ele consentisse em ter as mãos e as pernas amarradas com pedaços de tecidos, além dos olhos cobertos por uma máscara de dormir”.
Segundo o delegado, com a vítima amarrada e indefesa, Silvia e Caroline puseram em prática o crime, tendo aquela se sentado sobre as mãos amarradas e a barriga de Sílvio, enquanto que a outra tentou sufocá-lo com um travesseiro colocado sobre seu rosto.
Silvio ainda tentou se debater, ocasião em que as autoras pegaram uma espada tipo samurai, que já estava na residência, e juntas aplicaram um primeiro golpe no abdômen dele, cabendo a Sílvia a realização de outras dezenas de golpes.
Com a vítima morta, as autoras subtraíram diversos objetos, que foram carregados em duas bolsas, e antes de deixarem a residência, jogaram uma jaqueta de couro sobre a cabeça de Sílvio, na qual despejaram álcool e atearam fogo na vestimenta e no sofá daquele cômodo.
O homem não teve o corpo totalmente queimado devido a intervenção dos bombeiros.
Foram recuperados alguns dos objetos roubados (DVD, notebook, Playstation, modem) através de indicação das autoras. Durante a execução do crime, Silvio, já ferido por alguns golpes, pediu para ser poupado por possuir filhos, mas seu apelo foi em vão.
Caroline alegou que estava arrependida pela prática do crime, diferentemente de Silvia, que negou arrependimento, chamando atenção dos policiais pela enorme frieza com que relatou os fatos.
“Inquérito Policial tramita pela DIG, para cabal esclarecimento do crime, que se trata de latrocínio e prevê pena de 20 a 30 anos de reclusão”, finalizou o delegado.
As prisões temporárias de Silvia e Caroline foram decretadas por trinta dias e ambas serão encaminhadas à Cadeia Pública de Pirajuí.

Fonte: Marília Notícias


Imposto de Renda: entrega de declarações começa no próximo dia 01

O prazo para a entrega da Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) começa no próximo dia 1º e vai até o dia 30 de abril deste ano. O programa de preenchimento da declaração estará disponível na próxima segunda-feira (26).
Estão obrigados a declarar quem recebeu rendimentos tributáveis em 2017, em valores superiores a R$ 28.559,70. No caso da atividade rural, deve declarar quem teve receita bruta acima R$ 142.798,50.
O painel inicial do sistema terá informações das fichas que poderão ser mais relevantes para o contribuinte durante o preenchimento da declaração.
Neste ano, será obrigatória a apresentação do CPF para dependentes a partir de 8 anos, completados até o dia 31 de dezembro de 2017.
Na declaração de bens, serão incluídos campos para informações complementares, como números e registros, localização e número do Registro Nacional de Veículo (Renavam).
Também será incluída a informação sobre a alíquota efetiva utilizada no cálculo da apuração do imposto.
Outra mudança é a possibilidade de impressão do Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf) para pagamento de todas as quotas do imposto, inclusive as que estão em atraso.

Fonte: Agência Brasil


Pompeia registra primeiro caso de dengue autóctone no ano

A Secretaria Municipal de Saúde de Tupã, por meio da Vigilância Epidemiológica, informou a ocorrência o primeiro caso de dengue no município de Pompeia é autóctone, ou seja, a transmissão da doença ocorreu na própria cidade.
O fato foi confirmado pelo Departamento de Higiene e Saúde de Pompéia, que desmentiu que a doença teria sido importada de Tupã, diferente do que a mídia divulgou nesta semana. Segundo a enfermeira da Secretaria Municipal de Saúde de Tupã, Joselaine Pio Rocha, a enfermeira Adriana Fernandes Parra relatou que mesmo o paciente trabalhando em Tupã é residente em Pompeia.
"Após sermos informados do suposto caso de dengue em Pompeia seria importado de Tupã, entramos em contato com a vigilância epidemiológica de Pompéia, que nos assegurou que a informação errônea sobre o caso não teria sido divulgada nem pela Secretaria de Saúde e nem pelo setor de Comunicação", informou.

Fonte: Folha do Povo


SP 333, em Marília, tem trânsito interrompido ao longo desta sexta-feira

Os motoristas que costumam circular pela Rodovia Dona Leonor Mendes de Barros (SP 333), no seu trecho em Marília, precisam ficar atentos para a interrupção do tráfego na manhã desta sexta-feira, 23 de dezembro.
Por causa das obras de duplicação da rodovia, o trafego de veículos na altura do km 320, próximo ao Country Club, será interrompido para a retirada de uma rocha.
De acordo com a concessionária Entrevias, o serviço vai começar às 9h e a previsão é que o trabalho dure cerca de uma hora, até todo o procedimento de desmonte previsto seja executado.
Na sequência, o trânsito será liberado aos poucos com a utilização de sistema “pare e siga”, até que a área seja limpa e o asfalto recuperado. Esse sistema deverá permanecer até às 16h desta sexta.

Fonte: G1


Estelionatário engana jogadores baianos usando nome de clube de futebol da região

Foram dois dias e meio e mais de 1,8 mil quilômetros percorridos em busca da realização de um sonho: jogar no Esporte Clube Noroeste. Mas, ao chegarem em Bauru, o atacante Helder Matos Ramos, 22 anos, e o goleiro Jean Galdino Silva Santos, 23 anos, viram todas as suas expectativas serem frustradas.
Ambos haviam acabado de cair em um golpe. Além do prejuízo com o custo das passagens de ida e volta entre o Interior da Bahia e Bauru, estimadas em quase R$ 1 mil, cada um deles depositou R$ 500,00 na conta do estelionatário, que se passou pelo atual comandante noroestino, Alberto Félix. O criminoso ainda não foi identificado.
A mãe de Helder chegou a depositar outros R$ 517,00, enquanto o filho fazia o caminho até Bauru, com a promessa de que, assim, o atleta seria habilitado a disputar, além do Campeonato Paulista pela série A3, a Copa Paulista de 2018. Mas, antes de desembarcarem em Bauru, na noite da última quarta-feira (21), eles já não conseguiram mais fazer contato com o falso treinador.
"Ele bloqueou todo mundo: eu, o Jean, minha mãe, meu pai", conta Helder. Na tarde dessa quinta-feira (22), os dois jogadores registraram boletim de ocorrência no Plantão da Polícia Civil. As investigações, contudo, deverão ficar sob responsabilidade da polícia da Bahia, já que, assim como as vítimas, o estelionatário também vive naquele estado. "Sei que vai ser difícil encontrá-lo, mas, ao menos, queremos fazer o alerta para que outras pessoas não caiam neste golpe", acrescenta o atacante.
O drama de Helder, morador de Caculé, e Jean, de Tapiramutá, teve início na última sexta-feira (16), quando o golpista fez contato com o goleiro por meio de redes sociais. Jean havia se desligado há cerca de três meses do Clube Atlético Rosário Central, de Sergipe, e procurava uma nova oportunidade de trabalho.
Mostrou a proposta ao colega Helder, que também havia deixado, há duas semanas, o Samambaia Futebol Clube, de Brasília. Empolgados com a possibilidade de atuarem no Noroeste, acabaram sendo enganados pelo falso técnico, com quem conversaram, até quarta-feira (21), pelo WhatsApp.
"Ele usou foto e nome do Alberto Félix no perfil. Era uma pessoa que tinha muito conhecimento sobre o mundo do futebol, sobre como funcionam as contratações, os campeonatos. Ele tinha uma lábia muito boa e, apesar de termos desconfiado, acabamos acreditando que ele estava falando a verdade", comenta Helder.
Os jogadores contam que o estelionatário cobrou, de cada um deles, R$ 890,00 pela taxa de transferência entre as federações estaduais de futebol, sob a justificativa de que, com o Campeonato Paulista em andamento, o clube não teria condições de custear os valores. "Mas ele disse que, assim que recebêssemos o primeiro salário, o dinheiro seria reembolsado. Depois de alguma negociação, este valor inicial acabou sendo baixado para R$ 500,00", acrescenta o atacante.
Já desconfiados de que tinham sido vítimas de um golpe em razão do desaparecimento do suposto treinador, os dois atletas chegaram em Bauru na noite de quarta-feira (21). Sem terem para onde ir, Helder recorreu a um hotel próximo e Jean dormiu nas dependências do próprio Terminal Rodoviário.
Na manhã dessa quinta-feira (22), eles foram até o campo do Noroeste, quando foram informados de que o clube não estava selecionando atletas por meio do WhatsApp. Depois de registrarem boletim de ocorrência, os jogadores retornaram ao hotel e, na manhã desta sexta-feira (23), devem viajar para a casa de familiares no Estado de São Paulo, até reunirem recursos suficientes para retornar à Bahia.
Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa do Noroeste informou, por meio de nota, que esta não é a primeira vez em que nomes de técnicos do clube são utilizados por estelionatários. O mesmo ocorreu, por exemplo, com o ex-treinador Tuca Guimarães.
Ainda de acordo com o Norusca, no perfil do Facebook usado para o primeiro contato com os atletas baianos, há indícios de que o golpista também vem se passando por treinador e dirigente de outros clubes paulistas. "Recentemente, no último dia 15, o Noroeste fez uma postagem em sua página oficial no Facebook, alertando e acusando o perfil do suposto estelionatário", destaca a nota.
A assessoria de imprensa acrescenta que o clube recepcionou os dois jogadores na tarde dessa quinta-feira (22) e disponibilizou alojamento e alimentação, caso precisassem, até que tivessem condições de regressar às suas cidades de origem. Ambos, contudo, preferiram permanecer em um hotel da cidade.
"O Noroeste lamenta que pessoas mal intencionadas se utilizem do sonho dos atletas de seguirem carreira com destaque no Estado de São Paulo, sobretudo no Noroeste, para ganharem dinheiro de forma ilícita, prejudicando a vida pessoal, a situação financeira e o psicológico das vítimas. O clube espera que a Polícia Civil não meça esforços para encontrar o criminoso", conclui a nota do time bauruense.

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru


Clientes do Banco do Brasil poderão fazer transações pelo Facebook

Os clientes do Banco do Brasil poderão fazer transações bancárias diretamente pelo Messenger, aplicativo de mensagens instantâneas do Facebook, sem precisar utilizar o serviço de internet banking ou o aplicativo do banco.
Segundo o banco, a troca de informações nas interações com os clientes são criptografadas de ponta a ponta.
“Queremos estar em todos os lugares em que o cliente gosta de estar, seja no aplicativo ou na rede social. As pesquisas mostram que o brasileiro aprecia muito as redes sociais”, disse hoje (22) o diretor de tecnologia do Banco do Brasil, Gustavo Fosse.
A ferramenta será iniciada com um projeto-piloto com cerca de mil clientes e um grupo de funcionários do banco. Inicialmente, estão disponíveis consulta de extrato da conta-corrente e informações sobre cartão de crédito como fatura, solicitação de segunda via e liberação de uso.
Nos próximos dias, as consultas de saldo e extrato da poupança, assim como o extrato de fundos de investimento também estarão disponíveis pelo atendimento no Messenger. Após a fase de testes, o serviço será ampliado para todos os clientes.
O atendimento na nova plataforma será feito por meio do assistente virtual do banco, que já funciona para tirar dúvidas de clientes por meio de chatbot (“robô” que simula uma conversa com os clientes) no Messenger do Facebook combinada com o Watson, a plataforma de inteligência artificial para negócios da IBM na nuvem.
Há um ano, o BB adotou Watson para auxiliar os funcionários a agilizar o atendimento e responder a dúvidas e solicitações dos clientes. Em agosto do ano passado, a instituição ampliou o uso da inteligência artificial para seu novo canal de atendimento pelo Messenger do Facebook para tirar as principais dúvidas dos clientes sobre sua conta ou serviços oferecidos pelo banco.
Segundo o Banco do Brasil, foram mais de 500 mil interações e cerca de 60 mil clientes respondidos com informações sobre os mais diversos temas, como atendimento, cartão, conta-corrente, investimentos, linhas de crédito, solução de dividas, programa de relacionamento e câmbio.
A interação pelo chatbot representa 70% dos atendimentos feitos pelo BB no Facebook. Quando é necessário algum tipo de interação humana, o atendimento é encaminhado para funcionários do banco.
Desde outubro, o chatbot foi ampliado para os sistemas próprios do banco e migrou para o aplicativo. Em dezembro, começou a ser utilizado no internet banking para interações com clientes sobre módulo de segurança e bloqueio de senha.

Fonte: Agência Brasil


quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Representantes do Sistema Estadual de Museus de São Paulo participam de evento em Garça

Foi realizado em Garça, ao longo desta semana, o primeiro Encontro Regional de 2018 do SISEM-SP - Sistema Estadual de Museus de São Paulo, que coordena e implementa as políticas públicas voltadas para o fortalecimento e valorização dos museus paulistas.
O evento, realizado na Biblioteca Municipal, além da presença dos representantes dos municípios da região administrativa de Marília, também contou com a participação de Davidson Panis Kaseker, diretor do grupo técnico de coordenação do SISEM e de Joselaine Mendes Tojo, coordenadora da equipe de apoio ao SISEM da ACAM Portinati, uma organização social de cultura que faz a gestão de três importantes museus no interior do estado de São Paulo, o Museu Casa de Portinari, em Brodowski;  Museu Índia Vanuíre, em Tupã e o Museu Felícia Leirner, em Campos do Jordão.
Na reunião foram discutidos temas como o CEM - SP - Cadastro Estadual de Museus e a importância do seu preenchimento. “O CEM –SP é uma ferramenta de qualificação dos museus e vem recebendo, progressivamente, mais adesões. É o primeiro passo, o conhecimento da real situação dos museus do estado, para que depois possamos estabelecer os critérios para a qualificação desses museus. É por meio das informações desse cadastro que serão estabelecidas as políticas públicas para o setor, incluindo o repasse de verbas via leis de incentivo, entre outros benefícios”, explicou Davidson Kaseker.
Outra pauta importante da reunião foi a discussão para a formação de uma chapa para as eleições dos representantes regionais, que ocorrerão em julho, durante o décimo Encontro Paulista de Museus. “As discussões são fundamentais. No SISEM trabalhamos essa lógica dos representantes regionais, porque são eles quem conhecem as cidades, as suas necessidades e podem trazem para o SISEM as demandas específicas”, argumentou Joselaine Mendes Tojo.
A secretária de Cultura de Garça, Susy Mey Truzzi, falou sobre os projetos locais para 2018. “Nós - de onde viemos” é um dos projetos para este ano. “Entendemos que a pessoas precisam participar de um projeto que irá contemplar ainda mais a história da nossa cidade. Todos fazem parte dessa história, os que nasceram aqui e os que escolheram Garça para morar, e nós temos que ter essa percepção. Essa plataforma também abre um leque de pesquisa muito grande, onde poderemos revelar fatos da nossa comunidade. Quanto mais nos conhecermos, mais empoderados ficaremos da nossa história e do nosso futuro.”
Susy falou ainda sobre a necessidade de revitalização do Museu Histórico Pedagógico e do Projeto Polo Memória. A secretária finalizou falando da importância da reunião em Garça. “Para nós é um presente recebermos o Davidson novamente e a Joselaine, juntamente com a participação das cidades da região, de respondermos as questões diretas do SISEM e apresentarmos as propostas para o nosso município”.

Fonte: Redação do Garca.Jor


Festival de Berlim: filme que denuncia golpe é aclamado na Alemanha

As risadas e giradas de Janaína Paschoal deram o toque de humor em filme brasileiro aclamado pelo público no Festival de Berlim. "O Processo", documentário da brasiliense Maria Augusta Ramos sobre o impeachment de Dilma, estreou no Festival de Berlim nesta quarta, 21 de fevereiro, na esteira de um ato pró-Lula encampado por brasileiros na Europa e terminou com ovações à ex-presidente e gritos de "Fora, Temer".
As cenas iniciais mostram a Esplanada dos Ministérios vista de cima, cindida pela cerca que, durante boa parte do ano de 2016, separou "coxinhas" e "petralhas". A obra de mais de duas horas de duração, fruto de 400 horas de material filmado, perambula entre os dois lados do Fla-Flu político e extrai como resultado um filme que faz despertar gargalhadas de um lado, e catarse do outro.
O título do filme, que evoca o romance de Franz Kafka, entrega uma tese: a de que a ex-presidente foi julgada com requintes kafkianos, que é, aliás, a própria analogia feita em certo momento pelo senador petista Lindberg Farias, que compara Dilma ao protagonista desafortunado das páginas de "O Processo".
O filme não contou com apoio de leis de incentivo; Foi financiado pelo World Cinema Fund, ligado ao Festival de Berlim, o Netherlands Film Fund, da Holanda, e teve coprodução do Canal Brasil e "crowndfunding".
A documentarista não se escora em entrevistas, mas leva sua câmera a perambular como testemunha pela arena popular montada em frente ao Congresso e, sobretudo, pelos corredores do Senado -ela não teve autorização para circular pela Câmara dos Deputados, mas a folclórica votação que se deu naquela Casa em abril de 2016 é mostrada logo no início.
Desses bastidores, ela extrai o que costuma chamar de "teatro da justiça": os ritos e idiossincrasias próprios aos meandros judiciais, só que agora no nível político. Os trabalhos de uma comissão chegam a ser comicamente interrompidos para que funcionários do Senado aumentem o volume da campainha que acompanha as sessões -é sobre esse tipo de absurdo que a diretora se detém, por exemplo.
Acolhida em reuniões dos petistas, sua câmera revela estratégias da defesa de Dilma e, muitas vezes, escancara a estafa. Ali reunidos os "protagonistas" ganham certos contornos na obra.
Lindberg se torna um aguerrido debatedor, José Eduardo Cardozo, o orador brilhante, dotado de argumentos lógicos e enfáticos; já Gleisi Hoffmann é dona de sensatez e de algum mea-culpa ("será que não nos distanciamos demais dos movimentos populares?", indaga).
Do outro lado do ringue, não impera a mesma razoabilidade entre os personagens, mas sobrevêm absurdos e comicidade.
Ninguém ali personifica isso tanto quanto Janaína Paschoal, a criminalista autora do pedido de impeachment. Nas cenas, ela choraminga, fala de catolicismo, alonga os braços antes de fazer suas sustentações como se fosse começar exercícios físicos e é flagrada sorvendo um Toddynho enquanto se debruça sobre os autos.
Na sessão em Berlim, tomada em boa parte por espectadores brasileiros, a advogada virou alívio cômico. Bolsonaro e Aécio, motivos de vaias durante a projeção. Já os discursos de Dilma e as sustentações orais de Cardozo chegam como momentos de catarse.
Ao fim da sessão, após gritos de "Fora, Temer", um espectador perguntou a diretora sobre o fato de o filme passar mais tempo com o lado petista. Ela argumentou que teve o acesso franqueado pelos dois lados em disputa -o que explica, por exemplo, o número de cenas retratando Janaína Paschoal.
Mas deixou claro que seu objetivo era "descontruir a narrativa oficial que se contava à época do impeachment", isto é, "que ela [Dilma] teria cometido um crime."
Duas horas antes da sessão, um grupo de cerca de 20 brasileiros residentes na Europa aproveitou a exibição de "O Processo" para fazer um ato pró-Lula em Potsdamer Platz, a praça que sedia o Festival de Berlim.
Sob frio de 4º C, empunharam faixas pedindo a anulação do impeachment de Dilma e fizeram discursos ao som do samba-enredo da escola Paraíso do Tuiuti e de canções de Geraldo Vandré e Chico Buarque.
A produtora cultural Rebeca Lang, 51, veio de Paris, onde mora há 30 anos, para participar do protesto. "Daqui de fora nós não vamos nos calar. Nosso papel como brasileiros expatriados é denunciar."
O filme foi ovacionado; e a diretora, aplaudida de pé.

Fonte: Conexão Jornalismo


MPF descarta crime de pornografia infantil em interação de criança com artista nu no MAM de São Paulo

O Ministério Público Federal pediu o arquivamento da investigação que apurava o suposto crime de pornografia infantojuvenil no vídeo de uma criança interagindo com um artista nu no Museu de Arte Moderna de São Paulo. As cenas, amplamente divulgadas pela internet, mostram uma menina menor de 12 anos, acompanhada da mãe, tocando os tornozelos e pernas do artista, durante a performance “La Bête”, inspirada na obra de Lygia Clark, em setembro de 2017.
Em seu pedido de arquivamento, o MPF explica que as imagens não apresentam os elementos previstos no art. 241-A do Estatuto da Criança e do Adolescente, que tipifica o crime de divulgação de pornografia infantojuvenil, por não se tratar de situação legalmente tipificada como pornografia infantil. “A mera nudez do adulto não configura pornografia eis que não detinha qualquer contexto erótico. A intenção do artista era reproduzir instalação artística com o uso de seu corpo, e o toque da criança não configurou qualquer tentativa de interação para fins libidinosos”, destacou a procuradora da República Ana Letícia Absy, responsável pelo procedimento investigatório.
Para caracterização do crime que foi investigado, de divulgação de material de pornografia infantil pela internet, as imagens divulgadas teriam que conter cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente ou ainda situações em que o menor é retratado de forma sexualizada, com a intenção de satisfazer ou instigar desejo sexual alheio.
O papel do MPF na apuração criminal deste caso se limitou a analisar a divulgação do vídeo com suposta cena pornográfica envolvendo menor de idade, fato que se insere na competência da Justiça Federal em virtude do caráter transnacional da internet.
Na esfera cível, o MPF também arquivou o procedimento que apurava eventual responsabilidade do Museu de Arte Moderna durante a performance “La Bête” no que se refere à violação de direitos de crianças e adolescente, notadamente quanto à classificação indicativa da exposição. Isso porque o fato já é objeto de apuração na Promotoria de Justiça da Infância e Juventude do MP do Estado de São Paulo, por ser o MAM um museu estadual.
O tema também foi analisado por um grupo de trabalho da Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão, órgão do MPF em Brasília, resultando na publicação de uma Nota Técnica sobre os limites da liberdade de expressão artística perante o direito fundamental de crianças e adolescentes à proteção integral. Segundo o documento, no tocante à classificação indicativa, uma exposição dispensa qualquer tipo de prévia classificação etária por parte do Poder Público. Os responsáveis pelo espetáculo têm como obrigação apenas informar ao público, previamente e em local visível, sobre a natureza do evento e as faixas etárias a que não se recomenda, de forma a permitir a escolha livre e consciente da programação por parte de pais e responsáveis pelas crianças ou adolescentes.

Fonte: Assessoria do Ministério Público Federal


Pesquisa de escola pública mariliense é finalista da Feira de Ciências das Escolas Estaduais

Um projeto de pesquisa que orienta estudantes do ensino fundamental II a atuar com iniciação científica pode dar a Marília um prêmio estadual em feira de ciências e levar ideia de duas alunas até para o exterior.
A pesquisa, desenvolvido na escola Gabriel Monteiro da Silva, está entre os nove finalistas da categoria júnior da Feira de Ciências das Escolas Estaduais. Em todas as categorias são 30 finalistas. “Pinte e Divirta-se sem Riscos” foi desenvolvido pelas estudantes Daniela Ester Knopp e Giovana Ramos Belantani para criar uma tinta a partir de corantes naturais. Com isso evita riscos de intoxicação, especialmente nos casos em que crianças levam tinta à boca.
Todo o projeto é desenvolvido com rigor e controle de iniciação científica, como em faculdades, com regras de normas técnicas, revisões e métodos. A diferença é que aqui são projeto de estudantes na faixa dos 14 anos, em oitavo e nono anos de escola.
Antes de chegar à Feira, o projeto já passou por apresentações em faculdades de Adamantina e na Famema, que virou parceira da pesquisa. Uma alegria a mais para as meninas: as duas querem ser médicas.
O projeto é resultado de um conjunto de acertos: a disposição das duas – que são boas alunas em geral e mostraram muito esforço-, a orientação da orientadora Priscilla Gomes Soares, o suporte da diretoria, sob comando da professora Cássia Regina Rodrigues Rossin, e a possibilidade de uma escola de ensino integral com espaços físicos e serviços de apoio.
Projeto de pesquisa em escola pública disputa prêmio estadual “A escola regular, padrão, busca a excelência acadêmico e o currículo normal. A escola de tempo integral tem condições de explicar outras
atividades. Nós temos a iniciação científica, que hoje envolve 30 estudantes, mas também temos informática, esportes, teatro e outras atividades”, conta a diretora.
A professora Priscilla Ramos explica que os projetos de iniciação começaram em 2015. Em 2016 já havia sete projetos, em 2017 foram 18 e a expectativa é chegar a 30 neste ano. Todos são desenvolvidos em dupla.
“É uma das regras e é importante porque um aluno incentiva o outro. É muito difícil. São revisões, correções, referências, leitura. Exige dedicação mesmo, esforço pessoal, vai além da carga horária do projeto”, diz a professora.
Daniela teve que deixar a pesquisa neste ano. Ela iniciou o 1º ano do ensino médio e teve que mudar de escola. Mas já busca as propostas de pesquisa na nova casa, o Amilcare Mattei, também com período integral.
Giovana avança para novas etapas, deve receber nova parceira e no ano que vem também passa o bastão. A paixão pela pesquisa e os desafios vão com as alunas, mas o projeto fica na escola, que já teve outras pesquisas em boas avaliações e exposição em encontros científicos.
O resultado deste sucesso é conhecido. Com quase 400 alunos, a escola tem pelo menos 300 estudantes em fila de espera para matrículas. “Tem muita procura, mas não tem jeito, só se eu pudesse construir outra escola aqui do lado”, diz a diretora. Poderia ser ouvida. Construir escolas, boas escolas, é sempre um ótimo projeto.

Fonte: Giro Marília


Avião agrícola faz rasante sobre carro e 'rasga' lataria em Assis

Um avião agrícola atingiu um carro enquanto sobrevoava uma propriedade rural, em Assis. O caso ocorreu há dez dias, mas as imagens começaram a circular nas redes sociais nesta quinta-feira, 22 de fevereiro.
A hélice do avião abriu vários rasgos no teto do veículo. De acordo com informações da ocorrência, o piloto queria brincar com o motorista e fez um rasante sobre o veículo, mas o avião acabou danificando o carro.
Apesar do susto, ninguém ficou ferido. Segundo a empresa responsável pela aeronave, o piloto não estava em serviço na hora do acidente e foi "afastado de suas funções".
Um boletim de ocorrência foi registrado e o Cenipa, órgão responsável da Força Área Brasileira, foi acionado para investigar o caso.
O Sindicato Nacional de Empresas de Aviação Agrícola também ficou sabendo do caso por meio das redes sociais e entrou em contato com a empresa, que informou ter tomado todas as medidas cabíveis. O órgão não tem função fiscalizadora, mas acompanha o caso.

Fonte: G1


Vítima de homicídio tem corpo e casa incendiados em Marília

Um homem identificado como Sílvio César Soares Júlio, de 47 anos, foi encontrado morto com parte do corpo queimado e ferimentos no pescoço e braço na madrugada desta quinta-feira, 22 de fevereiro, no bairro Alto Cafezal, zona oeste de Marília.
O crime foi descoberto pelo Corpo de Bombeiros, que foi acionado para apagar um incêndio na casa onde Júlio vivia, na rua Prudente de Morais, por volta da 0h30. A PM foi convocada para prestar apoio.
O corpo de Júlio estava na sala do imóvel parcialmente carbonizado, com a barriga para cima, mãos e pés amarrados e uma jaqueta queimada tampando o rosto.
Enquanto a ocorrência era atendida, dois amigos da vítima estiveram no local. Um deles reconheceu o corpo e disse que Júlio habitava sozinho aquela residência, no entanto não soube informar sobre possível autoria ou motivação do crime.
O outro amigo de Júlio que esteve na cena do crime, informou que por volta das 20h conversou com ele por telefone, mas não tinha notado nada de diferente em seu comportamento, nem a vítima teria comentado se estaria com alguma outra pessoa em casa.
O imóvel não apresentava sinais de arrombamento e não foi possível verificar, segundo os policiais que atenderam o caso, se houve a subtração de algum objeto dali.
O delegado e investigador da Polícia Civil de plantão estiveram no local e viram que existe câmera de segurança. O aparelho que registra as imagens foi apreendido e a perícia técnica também foi chamada para vistoriar a casa.
Vizinhos teriam dito que não ouviram e avistaram nada de anormal no imóvel, além do cheiro de queimado que os fez entrar em contato com o Corpo de Bombeiros. Não foram ouvidos gritos, por exemplo.
O caso está sendo investigado e foi registrado como homicídio qualificado pelo emprego de crueldade e “traição ou mediante dissimulação ou outro recurso”.

Fonte: Marília Notícias