quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Prefeitura de Garça abre concurso público para professores e diretores de escola

Prefeitura de Garça publicou no Diário Oficial do Município a abertura de Concurso Público para o preenchimento de 66 cargos na área da Educação Municipal.
O concurso destina-se ao preenchimento, mediante nomeação, dos cargos de diretor de escola, professor Educação Básica I, professor de Arte, professor de Educação Física e professor de Inglês, com vagas existentes e das que vierem a existir dentro do prazo de sua validade.
“Abrimos esse concurso porque o Tribunal de Contas não aceita que nós tenhamos muitos funcionários por contrato temporário e precisamos resolver essa questão. O concurso para diretor de escola amplia as oportunidades de crescimento profissional para outros professores também qualificados e evitando que o cargo seja ocupado por indicação”, explicou a secretária municipal de Educação, Rozely Padilha.
Segundo o edital, o salário irá variar de acordo com o cargo, indo de R$ 1.515,58 (Professor Educação Básica I com carga horária de 25 horas semanais) a R$ 3.442,88 (Diretor de Escola).
Inicialmente, o concurso prevê 30 vagas para professor de Educação Básica I, 23 vagas para diretor de escola, oito vagas para professor de Arte, quatro para professor de Educação Física e uma vaga para professor de Inglês.
O concurso foi organizado e será aplicado pela Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – Fundação Vunesp, que possui extrema credibilidade e experiência na área de Concursos Públicos.
As inscrições serão feitas, exclusivamente pela internet, no site www.vunesp.com.br, onde também constam todas as informações do edital. Os interessados devem ficar atentos, pois as inscrições abrem às 8 horas do dia 07 de dezembro de 2017 e terminam às 23h59min de 19 de Janeiro de 2018 (horário oficial de Brasília).
O edital, com todas as informações do concurso, está publicado no Diário Oficial do Município, no site www.garca.sp.gov.br e disponibilizado no site da Vunesp descrito acima.

Fonte: Garca.Jor


Grupo de Prevenção e Controle de Tabagismo de Garça inicia nova turma na próxima segunda

Na próxima segunda-feira, dia 04 de dezembro, tem início mais um grupo de combate ao tabagismo em Garça. É o grupo de número 111 e o trabalho é realizado pela Secretaria Municipal de Saúde, através do Ambulatório de Prevenção e Controle do Tabagismo de Garça e as reuniões ocorrem na UBS "Doutor Palermo", localizada à rua Minas Gerais, 850, em Vila Rebelo, a partir das 18h30.
O trabalho não é fácil, mas o importante é que as pessoas não estão sozinhas. "No ambulatório existe uma equipe multiprofissional que partilha do desejo daqueles que querem abandonar o vicio”, falou o psicólogo Paulino da Silva de Oliveira Júnior. Mais uma vez o profissional salientou que se apenas uma pessoa deixar de fumar o trabalho já terá valido a pena. E se por ventura nenhuma abandonar o vício, ainda assim o trabalho terá valido a pena, pois levou informação e buscou orientar e ajudar. Mostrou que vencer o vício não é fácil, mas existe sempre a possibilidade. Os interessados podem se inscrever através das unidades de saúde de origem, bem como procurar diretamente o Ambulatório de Tabagismo.
O único requisito para participar é o desejo de deixar de fumar. Os participantes passam por um processo que envolve inclusive a utilização de medicamentos. “ A pessoa tem toda uma orientação e cada profissional dá o seu melhor, mas a responsabilidade em parar de fumar é dele”, indicou Oliveira.
Caso a pessoa opte por ir até a unidade de saúde, ela preencherá a ficha clínica, fará um teste específico e terá o encaminhamento para o ambulatório, para a integração nos grupos de combate. Se no entanto optar por ir direto ao ambulatório, também será feito um trabalho com essa pessoa procedendo todos os encaminhamentos necessários. Entre os tratamentos realizados no ambulatório em Garça estão os que utilizam medicamentos, como a reposição de nicotina (em adesivos ou gomas de mascar) associada ou não aos antidepressivos nortriptilina e bupropiona. Todo tratamento é gratuito e a pessoa precisa participar de quatro sessões semanais com o psicólogo e dois encontros quinzenais.
Após essa etapa, o grupo entra na fase de acompanhamento e manutenção, que dura 12 meses, quando os pacientes participam de encontros uma vez por mês. Durante as quatro sessões com o psicólogo, o programa trabalha os seguintes temas: 1º encontro, “Entender porque se fuma e como isso afeta a saúde”; 2º encontro, “Os primeiros dias sem fumar”; 3º encontro, “Como vencer os obstáculos para permanecer sem fumar”; 4º encontro, “Benefícios obtidos após parar de fumar”.
Os grupos estão desenvolvendo atividades específicas no combate ao uso do tabaco. O programa tem como objetivo reduzir o número de fumantes, conscientizando a população quanto aos malefícios causados pelo cigarro, promovendo melhor qualidade de vida e consequentemente a diminuição de doenças e mortes relacionadas ao tabaco.

Fonte: Redação do Garca.Jor



Com grandes shows Feira Industrial, Comercial e de Agronegócios de Assis 2018 vai ter entrada franca

Foi realizada nas dependências da Associação Comercial e Industrial de Assis a festa de lançamento da Ficar (Feira Industrial, Comercial e de Agronegócios de Assis e Região) 2018.
O evento contou com a presença de autoridades do Município, como o prefeito José Fernandes e o vice-prefeito Márcio Veterinário, além de vereadores, secretários, empresários, grupos de comitivas e o público em geral, inclusive de cidades da região para prestigiar o anúncio de mais uma edição dessa festa que reúne milhares de pessoas.
Rogério Paitl é presidente da Companhia de Rodeio Rancho Primavera e um dos componentes da Comissão Organizadora da Ficar 2018.
Ele falou sobre os desafios da realização do evento e do objetivo de fazer da Ficar uma festa para a comunidade assisense.
"Mais uma vez estamos presentes na organização da Ficar e empenhados em mais esse grande desafio. Firmamos uma parceria com a Prefeitura Municipal e estamos muito felizes de poder continuar a realização de um dos maiores eventos de entrada franca do Brasil, reconhecido em diversos cantos do nosso País. Essa não tem sido uma tendência nacional, de fazer um evento dessa proporção com entrada gratuita, especialmente com exposições agropecuárias e shows musicais. Mas o nosso prefeito José Fernandes fez questão de manter essa linha, porque sabe o quanto a comunidade de Assis e região precisa de lazer e entretenimento com entrada franca. Isso só é possível com o apoio dos nossos parceiros e patrocinadores, que têm uma participação fundamental em tudo isso, e que nos deixa muito felizes em fazer parte desse time novamente", afirma.
Um dos momentos mais aguardados da noite foi a divulgação da grade de shows do evento, que será:
Dia 11 de julho, quarta-feira: Aline Barros
Dia 12 de julho, quinta-feira: Marcos e Belluti
Dia 13 de julho, sexta-feira: Day e Lara
Dia 14 de julho, sábado: George Henrique e Rodrigo
Dia 15 de julho, domingo: Bruno e Marrone
Outra novidade anunciada é que os camarotes da Ficar 2018 já estão à venda, a partir de R$2.500,00 e poderão ser parcelados em até 10 vezes até o dia 20 de dezembro. As cotas para os patrocinadores também já estão disponíveis.

Fonte: Assiscity



Avaí comemora no próximo sábado 98 anos anos de emancipação político-administrativa

O município de Avaí completa neste sábado, 02 de dezembro, 98 anos com uma grande festa na Praça Major Gasparino de Quadros, no Centro. A programação de aniversário prossegue durante todo o mês de dezembro e inclui Festa de Natal e um encontro sertanejo com artistas da cidade e região.
A agenda oficial de eventos tem início na sexta-feira (1), às 14h, no salão paroquial, com a formatura dos alunos do Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência), que é coordenado pela Polícia Militar.
No sábado, as festividades começam a partir das 13h, com a abertura da exposição militar e apresentação da Banda Marcial do Senai de Bauru. Na sequência, às 14h, será realizado show com o Grupo de Samba e Chorinho de Avaí.
Às 16h, moradores e autoridades cantarão o tradicional parabéns e, na sequência, haverá distribuição do bolo de aniversário. Ao longo do dia, estão previstos exibição do Canil da PM e exposição do artista local Eurico de Oliveira.
Às 21h, o município irá inaugurar sua iluminação e decoração de Natal com apresentação do Coral Natalino "Coral Luzes". O show de aniversário, que começa a partir das 23h, será comandado pela dupla caipira Matuto e Capiau.
No domingo, 03 de dezembro, o ginásio de esportes será sede de torneio amistoso de futsal infantil. No dia 9, às 15h, será realizado no local Encontro de Capoeiristas. Às 21h, a banda gospel Nova Aliança de Avaí fará show no coreto da praça.
No dia 10 de dezembro, às 10h, também no ginásio de esportes, haverá um Encontro de Jiu-Jitsu com participação dos alunos do projeto social do Cras Avaí. No dia 16, a partir das 14h, o espaço será palco de um amistoso de futsal masculino.
No mesmo dia, a Praça Major Gasparino de Quadros receberá a Festa de Natal da Família Avaiense, com aula de zumba com o professor Wellison Henrique às 18h e apresentação do grupo Folia de Reis "Luiz Leotério" às 19h.
A chegada do Papai Noel, com distribuição de brinquedos, está prevista para às 20h. Durante a festa, haverá cama elástica, piscina de bolinhas, escorregador, entrega de pipoca e show com a banda gospel Rocha Viva de Avaí.
No dia 17 de dezembro, a praça receberá o Encontro de Truqueiros de Avaí, com inscrições das duplas a partir das 9h e início das partidas às 10h. No dia 30, às 21h, o Encontro Sertanejo reunirá no local cantores e duplas da cidade e da região. No dia 31, a partir das 22h, também na praça central, será realizado o Réveillon com queima de fogos.
O prefeito de Avaí, André Luis da Silveira Antonio (PSD), o André do Neto, que administra a cidade desde o início do ano, destacou que esta gestão tem sido o maior desafio da sua vida. "Sabemos que a cautela na gestão financeira trará resultados que serão percebidos a médio prazo", afirma.
Ele conta que o seu governo tem priorizado ações voltadas para as crianças e adolescentes. "Lamentamos o endividamento, o sucateamento e o estado de abandono que assumimos a gestão", declara. "Mas, com foco e com a união de esforços, conseguiremos reverter esse quadro".

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru


quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Cadê os paneleiros? Empregado corre risco de ter de pagar para trabalhar

A Receita Federal divulgou nesta segunda-feira, 27, as regras para o recolhimento da contribuição previdenciária dos trabalhadores intermitentes cujo rendimento mensal ficar abaixo do salário mínimo. Esta é uma situação inédita no País que pode ocorrer com aplicação das normas previstas na reforma trabalhista. O próprio empregado poderá pagar a diferença entre a contribuição incidente sobre o contracheque e o mínimo exigido pela Previdência Social. A regra fará com que, no limite, alguns trabalhadores precisem pagar para trabalhar, caso optem pela contribuição previdenciária.
Como no contrato intermitente o empregado atua apenas quando é convocado, o salário varia conforme o número de horas ou dias trabalhados. Pela lei, deve-se receber, pelo menos, valor proporcional ao salário mínimo pela hora, R$ 4,26, ou pelo dia trabalhado, R$ 31,23. Como o valor do contracheque é base de cálculo para os encargos sociais, os trabalhadores com salário inferior ao mínimo terão recolhimento abaixo do aceito pelo INSS para a contabilidade da aposentadoria.
Diante dessa situação inédita, a legislação prevê que trabalhadores "poderão recolher a diferença" entre a contribuição calculada sobre o contracheque e o mínimo exigido pelo INSS. Quem não recolher esse valor adicional por conta própria não terá acesso à aposentadoria nem a benefícios como a licença médica.
Nesta segunda-feira, a Receita explicou que esse recolhimento extra deverá ser feito pelo próprio trabalhador com base na alíquota de 8% sobre a diferença entre o que recebe e o salário mínimo até o dia 20 do mês seguinte ao salário.
A Receita confirmou a situação que tem gerado reações no mundo sindical e político porque, no limite, é possível que o empregado tenha de tirar dinheiro do próprio bolso para trabalhar. Como exemplo de situação extrema, pode ser citada uma das vagas anunciadas recentemente: operador de caixa intermitente de uma rede de supermercados em Fortaleza, no Ceará.
Para quatro horas por dia, seis vezes por mês, a empresa oferece salário de R$ 4,81 por hora. Com essa carga horária, o salário mensal chegaria a R$ 115,44. Com este valor no contracheque, a contribuição à Previdência paga diretamente pela empresa à Receita seria de R$ 23,09. A contribuição mínima exigida pelo INSS, porém, é de R$ 187,40. Para se adequar à regra da Receita, portanto, o empregado precisaria desembolsar R$ 164,31. Ou seja, mais que o próprio salário, de R$ 115,44. Nesse caso, o trabalhador terminaria o mês devendo R$ 65,03.
Essa possibilidade aberta pela reforma trabalhista gera reações em vários setores. Entre as quase mil emendas ao ajuste da reforma, que ainda será votado pelo Congresso Nacional, algumas tentam mudar radicalmente o funcionamento da Previdência dos intermitentes. O senador José Serra (PSDB-SP), por exemplo, propõe que empregados que receberem menos que mínimo "terão recolhidas pelo empregador a diferença entre a remuneração recebida e o valor do salário mínimo" para o INSS.
Na documentação entregue ao Congresso, o senador explica que a regra prejudicará exatamente trabalhadores de baixa renda. "É demasiado duro para um trabalhador pobre, que recebe abaixo do salário mínimo, contribuir para a previdência de maneira desproporcional, com alíquotas efetivas maiores que a de trabalhadores mais ricos", diz Serra. "Avaliamos que o trabalho intermitente não pode ser uma mera formalização do bico, da precarização, com papel passado. Temos de fornecer proteção efetiva para esses trabalhadores", completa.

Fonte: O Estado de São Paulo


Unidade de Senac de Marília abre inscrições para cursos técnicos e livres

O Senac Marília abriu inscrições para cursos técnicos e livres nas áreas de saúde e bem-estar, beleza e estética, gestão e negócios, comunicação e artes e hotelaria e turismo. A instituição vai oferecer até 388 bolsas de estudo para os cursos livres, com opções de descontos parciais ou integrais.
Para se candidatar a uma vaga gratuita, o interessado deve ter renda familiar per capita de até dois salários mínimos federais. As inscrições devem ser realizadas no Portal Senac até dois meses antes da data de início do curso (www.sp.senac.br/bolsasdeestudo) e encerram-se até cinco dias úteis antes da data de início do curso, ou quando as turmas atingirem a relação de três candidatos por vaga; o que ocorrer primeiro.
As vagas possibilitam a qualificação profissional e preparam o aluno para o mundo do trabalho. As aulas iniciam em 2018. A lista de cursos - com as datas de abertura que definem prazo para as bolsas – pode ser acessada na página do Senac Marília.
Na área técnica, são dez cursos oferecidos: Técnico em Enfermagem, Técnico em Farmácia, Especialização Técnica em Enfermagem Instrumentação Cirúrgica, Especialização Técnica em Enfermagem do Trabalho, Auxiliar de Enfermagem do Trabalho, Técnico em Estética, Técnico em Secretariado, Técnico em Administração, Técnico em Comércio e Técnico em Recursos Humanos.
Já para os cursos de curta duração, a instituição oferece mais de 60 opções de formação em diferentes áreas, com destaque para Depilação Facial com Linha, Maquiador, Como Falar em Público, Formação Básica em Fotografia, Fotografia com Celular ou Câmera Compacta, e Recepcionista em Meios de Hospedagem.
De acordo com Andreia Peretti Sangaletti, gerente do Senac Marília, a qualificação profissional é uma forma de se preparar para as demandas mais recente do mercado. “Os cursos ofertados pelo Senac preparam o aluno para os desafios do mundo do trabalho, fornecendo ferramentas para seu crescimento pessoal e profissional”.


Fonte: Giro Marília


Juíza de Garça determina que presídio de Álvaro de Carvalho não receba novos presos

A penitenciária "Valentim Alves da Silva", em Álvaro de Carvalho, está impedida de receber novos presos, condenados ou não, pelo menos até que o problema da superlotação esteja resolvido.
A decisão é da juíza Renata Lima Ribeiro Raia, da 1ª Vara da Comarca de Garça, ao deferir uma "tutela de urgência" requerida pelo Ministério Público. Em caso de descumprimento, haverá uma multa de R$ 10 mil por preso recolhido.
A SAP (Secretaria de Administração Penitenciária) ainda não se manifestou sobre a decisão.
De acordo com o Ministério Público, "a capacidade real e atual do presídio é de 873 presos em regime fechado e 216 no semiaberto (...) Ocorre que, em novembrode 2016, abrigava 2.152 (...) e, no mês de agosto do ano corrente, a ocupação total era de 1.857".  E, segundo
a promotora, essa queda só aconteceu "em virtude da automação das portas de um dos pavilhões, que precisou ser desocupado".
Em sua decisão, a juiza observou que essa situação comprova que "a capacidade populacional, denida pela Resolução 09/2011 do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária do Ministério da Justiça, não está sendo respeitada e que o quadro de superlotação coloca em risco a vida e a integridade física e psíquica dos detentose dos próprios funcionários da unidade, aumentado a instabilidade dentro e fora das grades, há que se deferir a tutela nos moldes em que requeridos".
Diante dessa situação, a Justiça determinou a proibição de novos presos na penitenciária de Álvaro de Carvalho: "dero a tutela
de urgência e determino a proibição do ingresso de novos detentos, condenados ou não, na Penitenciária de Álvaro de Carvalho, até que o número de custodiados de amolde à capacidade máxima do estabelecimento, o que ocorrerá gradativamente com a implementação dos  benefícios legais, sob pena de multa de R$ 10.000,00 por cada preso admitido, ressalvando-se apenas aqueles que estiverem em trânsito para atender ao Poder Judiciário".

Fonte: Visão Notícias



Ladeira abaixo: percepção sobre situação atual piora e confiança de serviços cai em novembro

A piora da percepção sobre a situação atual pressionou o Índice de Confiança de Serviços (ICS) do Brasil, que recuou em novembro após quatro meses consecutivos de alta, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira pela Fundação Getulio Vargas (FGV).
Neste mês, o ICS apresentou recuo de 0,1 ponto e foi a 87,7 pontos, de acordo com a FGV.
A influência para a queda partiu do Índice da Situação Atual (ISA-S), que recuou 0,8 ponto e foi a 83 pontos, com destaque para o comportamento do indicador que avalia a satisfação com a situação atual dos negócios.
Já o Índice de Expectativas (IE-S) avançou 0,7 ponto e chegou a 92,7 pontos, com destaque para o item demanda prevista.
"A evolução desde o início do segundo semestre revela um processo mais equilibrado entre a percepção empresarial sobre as condições correntes e suas expectativas para os próximos meses, padrão que não era observado anteriormente", disse em nota o consultor da FGV/IBRE Silvio Sales.
Segundo ele, as avaliações dos empresários reforçam os sinais de ampliação do ritmo de atividade do setor para os próximos meses.
Na véspera, a FGV já havia informado que a confiança do comércio recuou em novembro após duas altas consecutivas, em meio a uma recuperação gradual da economia.

Fonte: G1


Robôs vão tirar empregos de 800 milhões de pessoas até 2030

 Cerca de 800 milhões de trabalhadores de todo o mundo poderão perder seus empregos para os robôs e para a automação até 2030, o equivalente a mais de um quinto da força de trabalho global atual.
Esta é a conclusão de um novo relatório que abrange 46 países e mais de 800 ocupações elaborado pelo braço de pesquisa da McKinsey & Co.
A empresa de consultoria afirmou na quarta-feira, 28 de novembro, que serão impactados países desenvolvidos e emergentes. Operadores de máquinas, trabalhadores do setor de fast-food e funcionários administrativos estão entre os que serão mais afetados se a
automação se espalhar rapidamente pelos ambientes de trabalho.
Mesmo que a ascensão dos robôs não seja tão rápida, cerca de 400 milhões de trabalhadores ainda poderiam acabar deslocados pela automação e precisariam encontrar novos empregos nos próximos 13 anos, concluiu o estudo do McKinsey
Global Institute.
A boa notícia para os deslocados é que haverá empregos de transição, mas em muitos casos será preciso aprender novas habilidades para realizar o trabalho.
Entre esses empregos estão as funções de prestadores de serviços de saúde para a população idosa, especialistas em tecnologia e até jardineiros, segundo o relatório.
"Todos nós vamos ter que mudar e aprender a fazer coisas novas com o tempo", disse Michael Chui, sócio do instituto em São Francisco, em entrevista.


Fonte: Bloomberg




Garça perde o farmacêutico João Vizotto

Faleceu nesta quarta-feira, 29 de novembro, o farmecêutico João Vizotto, um dos mais emblemáticos comerciantes e representantes da área da saúde de Garça. Vizotto tinha 88 anos de idade e, até há alguns dias, atuava efetivamente na Farmácia São Judas Tadeu, no Centro da Cidade.
João Vizotto nasceu em 24 de abril de 1929 e foi uma das primeiras pessoas a ser registrada na cidade de Garça, que viria a ser emancipada apenas em 05 de maio do mesmo ano.
A família Vizotto teve grande atuação em Garça, sendo responsável pela concessionária Chevrolet e dona, por décadas, da área da antiga rodoviária no Centro.
João Vizotto, por sua vez, estudou parte da juventude em Garça e, posteriormente, cursou a Faculdade de Farmácia, na cidade de Araraquara, tendo se formado ao final de 1952. Atuou na Sydney Ross Company, empresa que era responsável pela fabricação do Melhoral e do Leite de Magnésia Philips. Em 1956, voltou à Garça e aqui estabeleceu uma farmácia que atende até os dias atuais, à rua Minas Gerais, no Centro. Em abril deste ano, a Câmara Municipal contemplou o farmacêutico com o título de Cidadão Benemérito.

Fonte: Redação do Garca.Jor


Piso salarial rural da região de Garça passa para R$ 1.104,00

Nesta terça-feira, 28 de novembro, foi assinado acordo coletivo de trabalhado entre o Sindicato Rural de Garça e o Sindicato dos Trabalhadores Rurais da Região de Garça sobre o novo piso salarial dos trabalhadores rurais da região.
A partir de 01 de outubro de 2017 até 30 de setembro de 2018, o piso passou para R$ 1.104,00, aumento de 2,6%, o que representa para região 2,59 sacas de café (preço a R$ 440,00 a saca).
 Os trabalhadores que recebem acima do piso, o reajuste é de 4%. O salário de um tratorista passa para R$ 1.725,00 e mais 20% de insalubridade que chega a R$ 2.070,00 por mês (4,7 sacas de café).
Nos próximos 12 meses, cada trabalhador rural receber o equivalente a 34,53 sacas de café (R$ 15.192,00) e o tratorista a 62,67 sacas de café (R$ 27.574).

Fonte: Coluna do Português - espaço assinado por José Roberto Marques da Costa com informações exclusivas de Garça, e região.


terça-feira, 28 de novembro de 2017

País da piada pronta: duas malas do bunker de Geddel estão sumidas

Uma simples certidão burocrática da Polícia Federal acrescenta mais um mistério ao caso dos R$ 51 milhões apreendidos no bunker em Salvador ligado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima. No documento, a PF em Brasília registra ter recebido sete malas de dinheiro, enquanto o auto de apreensão lavrado pela PF na Bahia, ao realizar a operação no apartamento em Salvador, em setembro, registrava nove malas.
A certidão não explica onde foram parar as outras duas. Também não informa se houve sumiço de dinheiro.
“Certifico que, quando do recebimento do material encaminhado pela SR/PF/BA, referente a Operação Tesouro Perdido, através dos memorandos nº 3530/2017, 3531/2017 e 3532/2017, foi constatado a presença de somente 7 malas, sendo 6 grandes e 1 pequena, quando no auto de apreensão relaciona 9 malas, sendo 6 grandes e 3 pequenas”, diz a certidão, lavrada pelo escrivão Francisco Antonio Lima de Sousa, lotado na Diretoria de Investigação e Combate ao Crime Organizado, a Dicor, em Brasília.
As malas foram enviadas para Brasília, pois é na capital federal que tramita o inquérito do caso.

Fonte: Revista Época


A hora é agora! Tenha um final de ano mais tranquilo com a sua vaga garantida no melhor Sistema de Ensino da cidade aqui no Antares. Conheça mais www.portalantares.com.br


Casal de trapezistas sofre acidente em circo instalado em Garça e é atendido na UPA

Teve alta ontem, no começo da noite na UPA de Garça, o casal de trapezistas que sofreu acidente durante apresentação na noite anterior. O flagrante foi filmado por um internauta. A queda foi de uma altura aproximada de quatro metros. As duas vítimas sofreram ferimentos. Apesar disso, o caso não foi registrado tanto na Polícia Militar como na Delegacia. Nenhum representante do circo foi localizado para comentar o caso.
Pelas imagens, é possível perceber que o casal (mulher de 39 anos e o homem de 43 anos, ambos da cidade de Caldas Novas/GO) estava iniciando a apresentação quando aconteceu o acidente. O homem colocou no braço o dispositivo de segurança, começou a subir e, logo em seguida, a mulher o segura pelas pernas. Em seguida (quando estavam a cerca de quatro metros de altura) os dois caem. Não é possível ver (nas imagens) se o trapezista teve algum problema e soltou o braço ou se algo de errado aconteceu com o equipamento.
As duas vítimas foram socorridas pelo resgate do Corpo de Bombeiros de Garça e deram entrada na UPA. Ele sofreu ferimentos num dos ombros e fratura de costelas. Já a mulher sentia muitas dores no quadril (fraturou o cóccix - osso da coluna vertebral, na parte baixa das costas). O casal permaneceu internado até o começo da noite de ontem, 27 de novembro, quando teve alta e vai permanecer em repouso absoluto para recuperação.
 Apesar do acidente, as polícias Militar e Civil não foram acionadas para apurar se foi realmente um "acidente de trabalho" ou ocorreu algo com o equipamento dos trapezistas. Hoje de manhã o circo já estava desmontado.

Fonte: Visão Notícias


Bolso afetado: Aneel mantém bandeira tarifária vermelha em dezembro

A Agência Nacional de Elergia Elétrica (Aneel) divulgou que a bandeira tarifária para o mês de dezembro será vermelha, mas no patamar 1, com custo um pouco menor, de R$ 3 a cada 100 kWh (quilowatts-hora) consumidos.
Desde outubro, vigorava o patamar 2 na cobrança nas contas de luz, tarifa mais cara prevista na distribuição das bandeiras e que implica a cobrança de taxa extra nas contas de luz de R$ 5 a cada 100 kWh consumidos, após reajuste anunciado em novembro. Em setembro, vigorou na cobrança das contas de luz a bandeira amarela, que aplicou uma taxa extra de R$ 2 para cada 100 kWh.
De acordo com a agência, houve uma ligeira melhora na situação dos reservatórios das usinas hidrelétricas. A Aneel disse ainda que, embora não haja risco de desabastecimento, é preciso reforçar as medidas para evitar o desperdício de energia.
Na semana passada, o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) apontou uma “pequena melhoria” nas condições de atendimento ao Sistema Interligado Nacional, em razão das chuvas registradas no mês de novembro.
De acordo com o comitê, o cenário é de acompanhamento da evolução “considerando as chuvas previstas nos próximos dias em grande parte do país.” Para o período de 15 a 30 dias, a previsão é de chuvas relativamente próximas à média histórica no Sudeste, Centro-Oeste e no centro-norte da região Sul.
O sistema de bandeiras tarifárias foi criado em 2015 como forma de recompor os gastos extras com a utilização de energia de usinas termelétricas, que é mais cara do que a de hidrelétricas. A cor da bandeira é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) e indica o custo da energia em função das condições de geração.
A bandeira vermelha é acionada quando é preciso ligar usinas termelétricas mais caras, por causa da falta de chuvas. Segundo a Aneel, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o uso consciente. As cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração de eletricidade.

Fonte: Agência Brasil


Golpe do drive thru também já é praticado na região

A criatividade e ousadia dos estelionatários não dão trégua. Um novo golpe registrado na Polícia Civil em Bauru nos últimos dias gerou alerta e, desta vez, as vítimas em potencial são estabelecimentos que possuem a modalidade de atendimento drive thru.
Ao se passar por cliente e fazer pedidos, o estelionatário faz de tudo para ter a máquina de cartões de crédito e débito em mãos, fingindo pagamento.
Ao pegar o equipamento, o golpista repassa para um acompanhante no banco de trás do carro, que troca a máquina por outra idêntica e já preparada no interior do veículo. Já programado com todos dados da empresa, mas com CNPJ de outra pessoa jurídica, o aparelho clone é devolvido à atendente, que não desconfia. E todos os pagamentos seguintes no drive thru acabam transferidos diretamente para a conta da quadrilha.
O novo golpe surpreendeu o Setor de Investigações Gerais (SIG) da Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Bauru, responsável pelas investigações.
Por meio das câmeras de segurança e da placa do carro usado, um Ford/Fiesta preto, a polícia conseguiu identificar um dos acusados, que inclusive, foi reconhecido, por fotos, pela atendente do restaurante. "Trata-se de Claudinei Ferreira da Silva, de 44 anos. Ele já tem registro criminal por estelionato e ficou preso em Marília", aponta o delegado Richard Serrano.
O fato registrado na CPJ envolveu uma empresa no Jardim Panorama, região da avenida Nações Unidas, e ocorreu por volta das 19h do dia 17 de novembro. O caso chegou ao conhecimento da polícia, no entanto, apenas na última quarta-feira, data em que as investigações começaram.
A atendente trabalhou horas com a máquina do estelionatário, mandando valores para uma conta corrente em nome de uma outra pessoa jurídica, em Jaú. O prejuízo foi em torno de R$ 7.000,00.
"Quando a empresa percebeu, era tarde. Até porque eles não possuem funcionário administrativo-financeiro aos finais de semana e os créditos são enviados para o beneficiário em até 48 horas, ou seja, até segunda-feira cedo, impedindo o bloqueio dos valores", detalha o delegado.
Portanto, essa modalidade de crime seria cometida preferencialmente às sextas-feiras.
Serrano diz ainda que, na data do crime, o estelionatário fingiu que o cartão não passou e até chegou a fazer o pagamento do pedido em dinheiro para não gerar desconfiança da atendente. Contudo, saiu do local sem ao menos pegar os produtos comprados.
"Agora, ele está com a máquina verdadeira da empresa. E é bem provável que faça as alterações nela para também usá-la como clone e fazer outra vítima", alerta o delegado.
Além do paradeiro do acusado, a polícia investiga a ligação de outras pessoas no crime. "Estamos diante de uma quadrilha, provavelmente. Havia outra pessoa no banco de trás do carro e o CNPJ era em nome de outra", observa Serrano.
Os crimes de estelionato e associação criminosa preveem penas de 4 a 8 anos de reclusão.]]

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru


segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Garça Futebol Clube precisa liberar estádio para voltar a disputar campeonatos profissionais

Sem disputar competições da Federação Paulista de Futebol (FPF) desde 2003, o Garça Futebol Clube quer voltar a fazer parte da entidade na próxima temporada, para disputar o Campeonato Paulista da 4ª Divisão, que deve começar no final de abril. A agremiação retornou às atividades há quase um ano e no segundo semestre começou o trabalho nas categorias de base.
Porém, para ser filiado novamente à FPF e já disputar a “Bezinha” (como é chamada a 4ª Divisão) em 2018, o Garça precisará dos laudos de liberação do estádio Frederico Platzeck, que está abandonado há alguns anos. O prazo para pagar a taxa de refiliação e poder participar do estadual já na próxima temporada é dia 5 de janeiro. “Mesmo com o apoio da Prefeitura de Garça na reforma do estádio, é impossível atendermos todas as exigências até essa data, pois o local ficou muito tempo parado”, declarou o presidente do clube, Marcos Antônio Antunes Gomes.
O dirigente tentará convencer a FPF de que antes do início do Campeonato Paulista, o Frederico Platzeck já vai estar regularizado. “Estamos dialogando com a Federação, apresentamos um projeto de retorno e vamos oferecer garantias de que o estádio vai estar liberado antes da nossa estreia, já que não é permitido mandar as partidas em outra cidade”, comentou.
São cinco os laudos técnicos exigidos pela Federação, para liberação de um estádio: Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB); Prevenção e Combate de Incêndio; Condições Sanitárias e de Higiene; Segurança (feito pela Polícia Militar) e Vistoria de Engenharia. O Frederico Platzeck, em Garça, tem capacidade para pouco mais de seis mil pessoas.
Marcos Antunes disse já ter o valor para pagar a taxa de refiliação na Federação Paulista. “Um clube novo tem que pagar R$ 800 mil para ser federado, mas como já fomos filiados o valor para nós será de R$ 260 mil. Na verdade nós não estamos nos refiliando, porque o Garça Futebol Clube não acabou. Ele ficou apenas em licença durante 14 anos. Essa taxa para voltarmos seria de adequação referente as anuidades desse período sem disputas”, argumentou.
O presidente do Garça enfatizou que o clube retorna sem dívidas. “Nosso CNPJ está intacto, podem averiguar. Não temos débitos nem com a Federação e nem trabalhista. De acordo com meu advogado, muitos que tinham ações contra o clube na época retiraram, porque não tinham de quem cobrar quando o Garça fechou as portas. Estou há quase um ano na presidência e até agora ninguém do passado veio me cobrar nada”, citou.
Contratado há quase um mês, o goleiro Júlio César Martins é o diretor de futebol do Garça Futebol Clube. Campeão da Copa do Brasil pelo Santo André em 2004, o jogador encerrou a carreira após o Paulista da Série A-2 deste ano, quando defendeu o Capivariano. “Tinha decidido que não iria mais me envolver com o futebol depois da aposentadoria, mas aceitei o desafio porque moro em Garça e a cidade é carente de futebol”, comentou. O diretor de base é Eduardo Costa, o “Duda”, que trabalhou no MAC nesta temporada.
Marcos Antônio Antunes Gomes, de 54 anos, é nascido em Marília e é empresário no ramo de piso (tem uma loja em Tupã). O presidente do Garça Futebol Clube foi jogador nas categorias de base do Marília Atlético Clube (MAC) no início da década de 1980 e foi atleta profissional do Tupã. O interesse em assumir o comando do time garcense veio por indicação de um amigo.
“Eu sempre tive o sonho de trabalhar no futebol. Conheci o Tupanzinho (ex-jogador) e ele me convidou para fazer parte do Tupã FC. Eu não assumi nenhum cargo, mas fui por um tempo um colaborador. Nesse período vi como funciona o futebol. As coisas boas e ruins que presenciei eu tirei de experiência e tive a ideia de presidir um clube. Foi quando um amigo me falou sobre o Garça”, recordou.
Marcos Antunes falou que quando tomou a iniciativa de reativar o Garça Futebol Clube, precisou fazer um trabalho do zero. “O antigo presidente sumiu e eu tive que refazer tudo. Estatuto novo e diretoria nova”. O dirigente enfatizou que a base do clube já treina com as categorias sub-13, 15, 17 e 20 e que caso consiga disputar o Paulista da 4ª Divisão em 2018, montará um elenco com idade para jogar a Copa São Paulo Junior de 2019 (até 19 anos).
“Nossa ideia é utilizar a ‘Bezinha’, já que não há rebaixamento, para que possamos preparar nosso time para a Taça. Nosso objetivo também será ser sede em 2019. Sabemos que o futebol é caro, mas nossa meta é trabalhar com a formação de atletas e capta-los em todo o Brasil, e não só na região. Com planejamento, gastando somente o que se arrecada, é possível manter um clube de futebol”, finalizou. O dirigente não citou nenhum investidor ou patrocinador que irá ajudar o Garça, mas que irá conversar com os empresários locais.
O Garça Futebol Clube foi fundado em 1932 e depois foi refundado em 15 de Fevereiro de 1965. Sua maior glória foi o título do Campeonato Paulista da Terceira Divisão de 1969 (atual Série A-3). A agremiação também foi vice desta divisão em 2000, ao perder a final para o Nacional. Em 1972, os garcenses terminaram na 2ª colocação do Paulista da Série A-2, sendo derrotados na decisão para o São José. Depois de seis temporadas consecutivas na Série A-3 (desde 1997), o Garça acabou rebaixado em 2002 e pediu licença na FPF.

Fonte: Jornal da Manhã



Alckmin corta R$ 113 milhões em ações de redução da pobreza no orçamento de 2018

O governador paulista, Geraldo Alckmin (PSDB), quer diminuir em 20,65% o orçamento das ações de combate à fome e redução da pobreza no estado de São Paulo. Na proposta de lei orçamentária para 2018, os recursos previstos são da ordem de R$ 435,3 milhões. Em 2017, estavam orçados R$ 548,7 milhões. Assim, o governo Alckmin promove um corte de R$ 113,3 milhões na área, colocando em risco programas que atendem à população em situação de extrema pobreza, crianças, adolescentes e idosos.
Segundo dados do orçamento estadual, entre 2014 e 2017 o Programa Renda Cidadã teve perdas de 22% dos recursos e reduziu em quase 30% o número de famílias atendidas, caindo de 222 mil para 156 mil. Os demais programas da área – Renda Cidadã, Renda Cidadã - Idoso, Ação Jovem e Vivaleite – também vão sofrer cortes no próximo ano, além dos que já vinham sendo realizados anteriormente.
O Renda Cidadã vai ter nova redução de 35,5% em 2018. Neste ano, foram destinados R$ 156,9 milhões para compor esse benefício. No ano que vem, o montante de recursos será de R$ 101,2 milhões, diminuição de R$ 55,7 milhões.
Da mesma forma, o Renda Cidadã - Idoso será reduzido em 34,75%; o Ação Jovem cairá 28,04%; e o Vivaleite, terá redução de 7,44%. Dados do Ministério do Desenvolvimento Social, de 2015, apontavam que São Paulo é o segundo estado do país em número de beneficiários do Programa Bolsa Família.
“Essa é mais uma prova nítida de que o governo Alckmin não gosta de pobres e não prioriza a área social”, criticou o deputado estadual Alencar Santana Braga (PT). Para ele, o governo paulista apenas segue a cartilha do governo de Michel Temer, executando cortes orçamentários que prejudicam a população mais pobre.
“Se o governo fosse eficiente, poderia melhorar a gestão e fazer significativas economias em várias áreas. Mas não, prefere uma medida desmana, que vai acentuar as desigualdades, ainda mais em tempos de crise e desemprego alto”, concluiu.

Fonte: Rede Brasil Atual


Polo de Garça da Univesp vai ser designado pelo governo do Estado nesta terça-feira

Após ter participado de um chamamento público e apresentado as condições necessárias para receber o investimento, a cidade de Garça foi uma das selecionadas para celebrar convênio com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência Tecnologia e Inovação do governo estadual e receberá um Polo de Apoio Presencial para funcionamento dos cursos de nível superior à distância oferecidos pela Univesp – Fundação Universidade Virtual do Estado de São Paulo.
Nesta terça-feira, 28 de novembro, às 10 horas, no Teatro Municipal de Garça, o governo do Estado fará a designação oficial de Garça como polo da Univesp. A cidade foi contemplada com três cursos: Engenharia da Computação, licenciatura em Matemática e Tecnologia em Gestão Pública.
A Univesp é uma instituição pública de ensino superior à distância, que oferece cursos universitários gratuitos e semipresenciais para todo o estado. Em Garça serão 50 vagas para cada um dos cursos.
Criada em 2012 e mantida pelo Governo do Estado de São Paulo, a universidade é vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, com credenciamento como universidade pelo Conselho Estadual de Educação e pelo MEC.
A estrutura tecnológica para atender aos alunos será possível graças a parceria da prefeitura com a Fatec, que disponibilizou também as suas dependências para a realização desse projeto.  Os polos são as unidades acadêmicas e operacionais para o desenvolvimento de atividades presenciais relativas aos cursos oferecidos nessa modalidade à distância. Eles contam com infraestrutura física e tecnológica, além de pessoas e professor, para apoio aos alunos no desenvolvimento dos projetos pedagógicos e aplicação de provas.
Para a formação do conteúdo das aulas e a disponibilização de professores, a Univesp possui parceria com a USP, Unesp e Unicamp, demonstrando a qualidade do material e do corpo docente da universidade.

Fonte: Redação do Garca.Jor


Brasil pode deixar de ter previsão do tempo sem aviso prévio

A principal máquina de previsão do tempo no País está à beira da morte. Aos sete anos de idade, o supercomputador Tupã, do Centro de Previsão de Tempo e Meteorologia (Cptec) do Inpe, em Cachoeira Paulista, a 200 quilômetros da capital, chegou ao que os especialistas chamam de “end of life”, ou fim da vida. É o ponto em que, mesmo com manutenção constante, a máquina pode parar a qualquer momento.
“Se isso acontecer, o Cptec para”, diz o chefe de Operações do centro, Gilvan Sampaio. E, com ele, a previsão do tempo no Brasil inteiro, com consequências imediatas para setores como agricultura, energia e prevenção de desastres naturais.
“Sem a máquina, não temos como gerar as previsões”, explica Sampaio. Na semana retrasada, lembra ele, o computador quebrou no domingo e só voltou a funcionar na terça, porque segunda-feira foi feriado. O contrato de manutenção da máquina venceu em outubro e não foi renovado, por falta de recursos. A empresa responsável continua a prestar o serviço, sem pagamento, mas apenas nos dias de semana e em horário comercial. A previsão do tempo daquela terça-feira, portanto, foi feita com dados defasados, de domingo de manhã.
Comprado em 2010, por R$ 50 milhões, o Tupã era à época um dos 30 computadores mais velozes do mundo, com capacidade para realizar 258 trilhões de cálculos por segundo. Hoje, não entra nem no top 500, mas ainda é o “cérebro” da meteorologia nacional.
O procedimento-padrão, segundo Sampaio, seria comprar um supercomputador a cada quatro anos, quando as máquinas ficam defasadas e perdem seu valor de mercado. “Desde 2014 estamos solicitando recursos para comprar uma máquina nova, sem sucesso.” O custo estimado é de R$ 120 milhões.
A solução foi apelar para uma gambiarra nacional, com uma proposta de substituir processadores e dar uma sobrevida de dois anos à máquina. O Inpe conseguiu R$ 10 milhões para isso, em recursos ministeriais e emendas parlamentares, mas o dinheiro ainda não entrou, e a data-limite de empenho para este ano é 8 de dezembro. Depois disso, o recurso é perdido.
“Essa sobrevida de dois anos seria uma melhora, mas não é suficiente. Precisamos de uma máquina nova”, afirma Sampaio. Mesmo que o dinheiro entre hoje, diz ele, levará cerca de dois anos para ter o novo computador comprado (via licitação internacional), instalado e funcionando.

Fonte: O Estado de S. Paulo


Inscrições para bolsas de estudos em inglês terminam na próxima quinta-feira

A Secretaria Municipal de Educação de Garça termina na próxima quinta-feira, 30 de novembro, o período de inscrições do projeto “Bolsa de Estudos em Inglês” para o ano de 2018. O estudante terá a bolsa integral do curso nas escolas que manifestam o desejo em receber esses bolsistas, sendo que os estudantes deverão arcar somente com as despesas do material didático utilizado durante os estudos de inglês.
O projeto “Bolsa de Estudos em Inglês” é devidamente regulamentado pelas leis municipais n◦ 4407/2010 e 4798/2012, que autorizam o Poder Executivo a conceder 50 bolsas de estudos para o curso de inglês, em escolas situadas em Garça, para estudantes residentes no município e que comprovadamente não disponham de condições financeiras para arcar com o pagamento do referido curso.
O candidato deve estar em idade escolar entre o primeiro ano do Ensino Fundamental e o término do Ensino Médio Regular ou Ensino Médio Técnico, comprovadamente matriculado e com frequência em escolas públicas ou em escolas particulares, na condição de bolsista integral. Uma das exigências para o cumprimento do processo classificatório é a apresentação de comprovante de rendimento escolar satisfatório (Boletim Anual).
Vários estudantes que teriam dificuldades econômicas em frequentar esse tipo de curso, têm através do projeto, a oportunidade de se qualificar e incrementar seus currículos. O projeto prevê a bolsa integral do curso de inglês nas escolas que manifestam o desejo em receber esses bolsistas, sendo que os estudantes deverão arcar somente com as despesas do material didático utilizado pelas respectivas escolas que, de acordo com a lei municipal deverá ser parcelado em até seis vezes.
As escolas de estudos em língua inglesa participantes do projeto para ano de 2018 em Garça são Achieve Languages, CCI, Excellent Global, Fisk e Wizard. Para pleitear as referidas bolsas, os pais ou responsáveis deverão procurar a Secretaria Municipal de Educação para preenchimento de um cadastro, munido dos documentos pessoais do aluno e um comprovante de inscrição (sem custo) na escola em que pretende cursar a língua inglesa.
Após a realização das inscrições, os alunos receberão a visita domiciliar de um assistente social designado pela Secretaria Municipal de Educação. Durante a visita deverá ser apresentado boletim escolar com todas as notas do ano em curso e documentos para avaliação socioeconômica. O projeto “Bolsa de Estudos em Inglês” é desenvolvido anualmente e novas vagas são abertas quando alunos se formam ou desistem dos cursos. Portanto, o número total de bolsas será definido ao término do ano letivo.
Vale lembrar também que os bolsistas em continuidade deverão efetuar o cadastro para continuarem com a bolsa. O não comparecimento implicará na perda da bolsa.

Serviço - As inscrições para o projeto tiveram início no dia 10 e terminam dia 30 de novembro, na Clínica de Apoio ao Ensino e Aprendizagem, localizada à rua Melchiades Nery de Castro, 305, em Vila Rebelo, de segunda a sexta-feira, das 07 às 11 e das 13 às 16 horas.

Fonte: Redação do Garca.Jor



Mega Sena acumula e pode pagar R$ 65 milhões no próximo sorteio

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 1991 da Mega Sena, sorteado na noite deste sábado na cidade de Italva (RJ). O prêmio, que era de R$ 60 milhões, acumulou pela nona vez consecutiva e agora pode pagar R$ 65 milhões no próximo sorteio, nesta quarta-feira.
As dezenas sorteadas foram: 19, 20, 28, 34, 36 e 44.
A última vez que um apostador acertou as seis dezenas aconteceu no dia 01 de novembro, quando levou R$ 2,5 milhões. Segundo a Caixa Econômica Federal, 80 apostas acertaram a quina e levarão R$ 48.195,29 cada uma. Já a quadra teve 6.152 apostas ganhadoras, que receberão R$ 895,32 cada um. A arrecadação total é de mais de R$ 66 milhões.
Quem pretende levar os R$ 65 milhões no próximo concurso pode fazer as apostas até as 19 horas (de Brasília) do dia do próximo sorteio em qualquer lotérica do país. A aposta mínima, de 6 números, custa R$ 3,50. Quanto mais números marcar, maior o preço da aposta e maiores as chances de faturar o prêmio mais cobiçado do Brasil.

Fonte: Terra


Jardim Cafezal: casal é rendido e mais de três quilos de pedras rubi são levados

Um casal foi rendido dentro de casa por dois criminosos armados e um deles usando uma máscara, na noite de domingo, 26 de novembro, em Garça. O assalto ocorreu no Jardim Cafezal e, segundo a polícia, a dupla entrou na residência pelos fundos e um terceiro envolvido ajudou na fuga.
O empresário, de 66 anos, e a mulher, de 31, foram surpreendidos pelos criminosos, que invadiram a casa por volta das 23h30. Após obrigar o casal a ficar deitado no chão, eles fugiram com o carro da vítima levando cerca de 3 quilos em pedras de rubi, bijuterias e R$ 5 mil.
Ainda de acordo com as informações da ocorrência, os homens chegaram a agredir o empresário dono da casa, que tem 66 anos. "As duas vítimas estão bastante abaladas com o ocorrido e o senhor está com um dos braços imobilizado porque teria tido a mão pisoteada pelos criminosos e também foi agredido com coronhadas", explica o delegado Gustavo Danilo Pozzer.
O veículo da vítima foi localizado nesta manhã e o caso é investigado pela Polícia Civil. "Uma das linhas de investigação apura se os criminosos já tinham alguma informação sobre as pedras e esse era o alvo principal, ou se foi um roubo em que esses objetos acabaram sendo encontrados no local e levados pelos criminosos", completa o delegado.
Segundo a Secretaria de Segurança Pública, o número de roubos em Garça caiu de janeiro a setembro desse ano em comparação ao mesmo período no ano passado. Em 2017, foram 37 ocorrências registradas nos 9 primeiros meses do ano, já no ano passado foram 88.
No entanto, nos últimos meses foram registrados pelo menos 4 ocorrências envolvendo idosos em Garça.
A mais recente foi setembro, quando quatro homens invadiram a casa de uma idosa de 80 anos e roubaram joias, vários objetos e amarraram a vítima. Nesse caso, os suspeitos foram presos horas depois do assalto.

Fonte: G1


Introdução ao Pensamento de Bion é tema de curso gratuito nesta segunda-feira na Unesp de Assis

Nesta segunda-feira, 27 de novembro , às 18 horas, na Faculdade de Ciências e Letras de Assis/Unesp, ocorrerá a quarta aula do curso de Introdução ao Pensamento de Bion, cujo tema é a "A Experiência Emocional". A aula será ministrada por Antonia Maria de Almeida Camargo – Membro-Filiado do Instituto "Durval Marcondes" (SBPSP), ex-supervisora do Serviço Escola da PUC de Campinas.
O curso é resultado do projeto Associação de Membros Filiados na Universidade, uma parceria pioneira entre o Centro de Pesquisa e Psicologia Aplicada "Dra. Betti Katzenstein" (CPPA), a Associação de Membros Filiados (AMF) e a Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo (SBPSP).
A cada mês, vem sendo convidado um Membro-Filiado para coordenar:
- oficina clínica para grupos de estagiários de Psicologia para discussão sobre atendimento clínico realizado por um estagiário do último ano do curso de Psicologia. As oficinas são restritas aos estagiários de Psicologia, com duas horas de duração, sendo sempre acompanhadas pelo supervisor do Serviço-Escola.
- cursos e discussões teóricas temáticas, abertas para alunos do campus e também à comunidade, especialmente aos profissionais da área da Saúde e Educação.
As inscrições para o curso de Introdução ao Pensamento de Bion são gratuitas e podem ser realizadas por meio do site www.inscricoes.fmb.unesp.br/fcl.


Fonte: Redação do Garca.Jor


Mulher fica ferida em capotamento na SP 333 em Marília

Uma mulher ficou ferida após capotamento durante a tarde deste domingo, 26 de novembro, no quilômetro 337 da Rodovia SP 333, próximo do Jardim Morumbi, já na zona Oeste de Marília.
De acordo com as informações do Corpo de Bombeiros, a vítima, que não teve nome e idade divulgadas, foi socorrida com ferimentos leves até o Hospital das Clínicas.
O carro seguia sentido Assis quando a condutora perdeu o controle da direção. Chovia no momento do acidente.
Viaturas da Polícia Rodoviária também estiveram no local para apurar as causas do capotamento.

Fonte: Marília Notícias




Sem-terras ocupam fazenda de Roger Abdelmassih em Avaré

O MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra) anunciou a ocupação de uma fazenda do ex-médico Roger Abdelmassih em Avaré. Segundo o MST, cerca de 200 mulheres sem-terra estão no local desde sábado em protesto pelo Dia Internacional de Combate à Violência contra Mulheres.
Abdelmassih foi condenado a 181 de prisão por 48 estupros de 37 mulheres. Em setembro, o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), permitiu que o ex-médico voltasse a cumprir prisão domiciliar.
"As mulheres sem-terra seguem em luta pelo direito à terra e por uma política de reforma agrária; contra o machismo e a violência contra as mulheres e LGBTs; e contra a cultura do estupro", diz a nota do movimento.
A fazenda em Avaré chegou a ser monitorada pela Polícia Civil e documentos encontrados ali podem ter ajudado a capturar Abdelmassih no Paraguai, em 2014, para onde havia fugido.
O ex-médico era produtor de laranja na região e chegou a ter 17 fazendas no interior de São Paulo. José Luiz Cutrale, genro de Abdelmassih, é um dos maiores produtores de laranja do mundo.
A reportagem entrou em contato com a defesa de Abdelmassih para comentários a respeito da ação do MST, mas não obteve resposta até nesse domingo, 26 de novembro, à noite.

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru


sexta-feira, 24 de novembro de 2017

SAAE implanta sistema de controle de frota e diminui custos em Garça

O SAAE (Serviço Autônomo de Águas e Esgotos) de Garça está implantando um sistema de controle e acompanhamento de toda a sua frota, que já está dando resultados positivos, com a queda no abastecimento dos veículos, gerando economia para a autarquia. Todos os lançamentos de notas dos gastos de manutenção, que estavam em atraso, também foram colocados em ordem com o novo sistema.
De acordo com a auxiliar administrativa Julielen Geronimo dos Santos, que está atuando no controle da frota do SAAE, a implantação do novo sistema vem ocorrendo desde o mês de abril. Ela explicou que todos os lançamentos de notas dos gastos com os veículos estavam atrasados, não sendo possível realizar um controle efetivo dos valores que estavam sendo utilizados.
“Estava tudo meio atrasado, mas colocamos em ordem. O abastecimento também até então era um pouco desorganizado, sendo que agora está tudo certo. O pessoal abastece o veículo e já fazemos o lançamento aqui no computador. Por enquanto ainda estamos fazendo manualmente, mas a intenção é informatizar todo este processo no sistema”, disse Julielen.
Ela destacou que será possível saber quem fez a solicitação da autorização para o abastecimento, facilitando também para quem for fazer o lançamento na Prefeitura de Garça. Também foram instalados aparelhos de GPS em todos os veículos, sendo possível saber, em tempo real, a sua localização.
“Algumas vezes o funcionário está em um local que o aparelho celular não tem sinal, ou ele esquece dentro do veículo. Se precisarmos entrar em contato, saberemos exatamente o local onde ele está realizando o serviço. O rastreador foi instalado no mês de agosto, sendo que posteriormente será possível saber quem está na condução do veículo através do sistema”, contou a auxiliar administrativa.
O diretor superintendente do SAAE, Ulysses Bottino Peres, afirmou que as medidas fizeram com que os gastos com a frota diminuíssem.
“É algo que sempre imaginamos fazer e agora está se tornando realidade. Está mudando o conceito de uso da frota da autarquia, melhorando na questão de manutenção preventiva dos veículos. É um sistema novo que está sendo gradativamente implantado e a cada passo que conseguimos concretizar, vamos aperfeiçoando cada vez mais”, disse o diretor superintendente do SAAE.

Fonte: Redação do Garca.Jor


Centrais Sindicais convocam greve nacional dia 05 contra reforma da Previdência

Reunidas na sede da Força Sindical na manhã desta sexta-feira , 24 de novembro, as Centrais Sindicais CUT, Força Sindical, UGT, CTB,  Nova Central, CSB, Intersindical, CGTB e CSP-Conlutas definiram realizar Greve Nacional no dia 05 de dezembro,  contra a nova proposta de desmonte da Previdência Social apresentada pelo governo.
As Centrais Sindicais convocam todas as entidades sindicais e movimentos sociais a realizarem ampla mobilização nas bases – assembleias, atos, debates e outras atividades – como processo de  organização de uma  Greve Nacional,  no dia 05 de dezembro, contra as propostas de reforma da Previdência Social, que acaba com o direito à aposentadoria dos trabalhadores brasileiros.
As Centrais Sindicais exigem que o Congresso Nacional não mexa nos direitos trabalhadores.

Fonte: Mundo do Trabalho


Tribunal de Justiça exige exoneração de primeira dama de Fernão do cargo de secretária

O Tribunal de Justiça de São Paulo concedeu liminar determinando que o prefeito de Fernão, Adelcio Martins (PR), exonere a esposa dele, Tânia Maria Julião Rosa Martins, do cargo de secretária municipal de Desenvolvimento Social.
A decisão impede que o prefeito nomeie parentes para ocupar cargos públicos. O prefeito de Fernão disse que ainda não foi informado oficialmente da decisão, mas que irá acatar a liminar. A decisão deverá ser cumprida assim que o prefeito receber a notificação.

Fonte: G1


Vereadores cassados em Cafelândia recorrem ao Tribunal Superior Eleitoral

Quatro vereadores de Cafelândia que fazem parte do "pacote" de candidatos com diplomas cassados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) por fraude no preenchimento de vagas destinadas a cada sexo na campanha eleitoral de 2016 irão recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para tentar reverter a decisão.
Conforme divulgado anteriormente, o TRE reformou sentença proferida em processo de investigação judicial eleitoral ajuizado pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) e cassou vinte diplomas para o cargo de vereador na cidade.
Na ação, o MPE denunciou que candidaturas de mulheres foram registradas de maneira fraudulenta pela coligação PR-PTB de Cafelândia para cumprimento de cota de gênero exigida pelo artigo 10, parágrafo 3º, da Lei nº 9.504/97 (Lei das Eleições).
Oito representados foram declarados inelegíveis por oito anos a partir do pleito. Os vereadores Carlos Fernando Stafoge (PR), Celso dos Santos (PR), Luiz Carlos Fajioli (PTB) e Mário Henrique Parreira Simões de Souza (PR) estão entre os cassados.
O advogado Armando Shibata informou que irá apresentar recurso ordinário ao TSE com pedido de efeito suspensivo para que seus clientes permaneçam nos cargos até o trânsito em julgado da ação. "Esse tema é muito novo", diz. "Não tem nenhuma jurisprudência clara nesse sentido ainda".

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru



Bancário tem prejuízo de R$ 30 mil em furto na cidade de Marília

A residência de um bancário de 36 anos foi invadida e aproximadamente R$ 30 mil em joias, eletrônicos e outros bens foram levados na tarde de quinta-feira, 23 de novembro, no bairro Palmital, zona Norte de Marília.
A residência fica na rua Benedito Alves Delfino e a vítima  foi informada, por volta das 16h30, que havia um veículo com pessoas em atitude suspeita parado em frente do imóvel.
No local o bancário encontrou a cerca elétrica cortada, além da porta e da janela da cozinha abertas. O interior da casa estava todo revirado e haviam sido furtados as televisões, notebook, joias em ouro – brincos e pingentes, bebidas alcoólicas, mantimentos e um par de tênis.
O caso foi registrado como furto qualificado pela vítima no plantão policial. Como houve arrombamento, a perícia foi chamada para o local.

Fonte: Marília Notícias


quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Beber três xícaras de café por dia pode ser melhor que ficar sem a bebida

Estudo publicado no British Medical Journal, importante revista acadêmica de medicina do Reino Unido, aponta que beber uma quantidade moderada de café todos os dias pode ser melhor que ficar sem ingerir nada de café.
O consumo de três ou quatro xícaras diariamente está associado a uma menor probabilidade de desenvolver problemas cardiovasculares como ataques do coração e derrames cerebrais.
Se comparados aos que não bebem café, o risco de desenvolver doença cardíaca para os que consomem regularmente a bebida é 19% menor. No caso de morte por derrame, o risco chega a ser 30% menor.
Também há uma associação positiva entre o consumo de café e um menor risco de desenvolver alguns tipos de câncer e doenças do fígado.
As evidências, contudo, indicam que mulheres grávidas e as propensas a fraturas ósseas devem evitar a ingestão de cafeína uma vez que, para esses dois grupos, foram identificados mais malefícios que benefícios.
O estudo faz uma análise estatística de 218 pesquisas anteriores, que apresentaram mais de 70 resultados diferentes, e foi conduzido na faculdade de medicina de Southampton, no Reino Unido.
Apesar de apontar que beber uma quantidade moderada é melhor que ficar sem café, os pesquisadores alertam que as pessoas não devem começar a consumir a bebida apenas se pretendem evitar doenças. E esqueça acompanhamentos! Os pesquisadores aconselham evitar cremes e bolos que normalmente acompanham a bebida.
O professor Paul Roderick, coautor do estudo, pondera que, apesar da associação positiva apontada pelos diferentes estudos, não é possível afirmar que o café é o principal responsável pela menor incidência de doenças.
Fatores como idade, tabagismo e prática de exercício físico, explica Roderick, podem também ter efeito no maior ou menor risco de desenvolver doenças.
As descobertas respaldaram outras pesquisas recentes e trazem uma mensagem reconfortante para os que gostam de tomar café.
"Os benefícios do consumo moderado de café parecem superar os riscos", diz o professor.
O NHS, serviço público de saúde do Reino Unido, recomenda que mulheres grávidas não consumam mais que 200 miligramas de cafeína por dia. Isso equivale a duas canecas de café solúvel.
A ingestão de uma grande quantidade de café, dizem os pesquisadores, podem aumentar o risco de aborto.
O estudo aponta ainda que mulheres com risco de fraturas também devem cortar a cafeína.
Mas, para adultos em geral, o consumo de até 400 miligramas de cafeína por dia não traz malefícios, dizem os pesquisadores. O café, no entanto, não é o único item que possui cafeína. Energéticos, chocolate, coca-cola, e alguns tipos de chá também contém o composto químico que funciona como estimulante.
Quanto há de cafeína em:
Uma caneca de café solúvel: 100mg
Uma caneca de café filtrado: 140mg
Uma caneca de chá preto: 75mg
Uma lata de coca-cola: 40mg
Uma lata de 250ml de energético: até 80mg
Uma barra de chocolate puro: cerca de 25mg
Uma barra de chocolate ao leite: menos de 10mg
Os pesquisadores ressaltam, no entanto, que ainda é necessário mais pesquisas clínicas para identificar relações causais entre o consumo de café e benefícios para a saúde.
Os pesquisadores admitem que, com base nas pesquisas feitas até o momento, é difícil dizer exatamente como o café impacta positivamente na saúde. O máximo que conseguiram foi apontar associações positivas entre quem bebe café e a incidência de determinadas doenças, se comparado aos que não consomem a bebida ou consomem em menor quantidade.
Eliseo Guallar, da escola de saúde pública John Hopkins Bloomberg, é comedido ao comentar os resultados do estudo publicado na British Medical Journal. Ele afirma os efeitos da ingestão de grande quantidade de cafeína ainda são incertos.
"O consumo moderado parece ser notavelmente seguro, e pode ser incorporado como parte de uma dieta saudável pela maioria da população adulta".

Fonte: BBC


Garça realiza campanha “Fique Sabendo” a partir da próxima segunda-feira

A Secretaria Municipal de Saúde de Garça oferecerá a partir da próxima segunda-feira, 27 de novembro, até sexta-feira, dia, 01 de dezembro, testes rápidos de HIV, sífilis e Hepatites B e C, para toda a população. O objetivo da campanha “Fique Sabendo” é mobilizar e incentivar as pessoas a fazerem os testes. O diagnóstico precoce é importante para iniciar o tratamento o mais rápido possível.
De acordo com a psicóloga Erika da Silva Medeiros, coordenadora do Programa Municipal de DST/Aids, não é necessário pedido médico para fazer o teste rápido. Basta comparecer a uma das Unidades de Saúde em Garça, solicitando a realização do exame, que tem o resultado pronto em apenas 30 minutos.
Além de realizar os testes rápidos, serão passadas orientações, além do esclarecimento de dúvidas sobre doenças sexualmente transmissíveis e também sobre a profilaxia, que é realizada para aqueles que passaram por situação de risco, como acidentes com materiais perfurocortantes e estupros, entre outros casos.
“A coleta é feita a partir do dedo da pessoa. Fazemos um furinho e colhemos algumas gotas de sangue. Não precisa estar em jejum para a realização do teste rápido. Todas as pessoas que tiveram algum comportamento de risco, como relações sexuais sem uso de preservativo ou contato com sangue por meio de objetos perfurocortantes”, disse a coordenadora.
No dia 01 de dezembro é comemorado o “Dia Mundial da Luta contra a Aids”, sendo que a Secretaria Municipal de Saúde estará na Praça Rui Barbosa, a partir das 13 horas, oferecendo testes rápidos para todas as pessoas que tiverem interesse. É importante ressaltar que não existe nenhum custo para a realização do exame, que tem o resultado pronto em 30 minutos.
“As pessoas não precisam ter medo de fazer o teste rápido. Asseguramos a confidencialidade do resultado. Tudo é feito com muita discrição e se for detectado alguma doença, a pessoa é imediatamente encaminhada para o tratamento. Se realmente a pessoa estiver contaminada com a doença, quanto antes souber ser melhor para a qualidade de vida dela”, explicou Erika da Silva Medeiros.
As enfermeiras da Secretaria Municipal de Saúde passaram por uma capacitação entre os dias 08 e 09 de novembro, para estarem aptas a realizarem os testes rápidos e para aconselhamento pré e pós-exame. Elas receberam orientações sobre a parte teórica, aprenderam sobre o manual do Ministério da Saúde sobre HIV, sífilis e hepatites virais, além de acolhimento, vulnerabilidade e aconselhamento.
As profissionais também foram informadas sobre todos os estudos de validação para que os testes rápidos recebessem aprovação no Brasil. Também foram orientadas sobre as portarias que regem a realização do teste, parte de documentação administrativa e finalmente a prática. Foram realizadas encenação e dinâmica para as enfermeiras durante a capacitação.

Fonte: Redação do Garca.Jor


Mariliense consegue sobreviver após receber 13 tiros

Um homem foi socorrido na madrugada desta quinta-feira, 23 de novembro, após ser atingido por 13 tiros na Vila Barros, em Marília.
A equipe de patrulhamento da Polícia Militar foi chamada por moradores que ouviram os disparos. O homem encontrado pelos policiais caído em uma rua do bairro e a vítima foi levada para o Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas.
A vítima tinha marcas de tiros nas pernas, nos braços, na cabeça e no pescoço. Após atendimento, ele foi encaminhado para internação.
Apesar da quantidade de ferimentos, o estado de saúde é considerado estável. Ninguém foi preso.

Fonte: G1


Apresentação "Divas" homenageia as grandes mulheres da indústria musical

O grupo de Jazz da Escola Municipal de Cultura Artística (Emca) “Amélio ‘Naná’ Zancopé” apresenta neste final de semana, nos dias 25 e 26 de novembro, o espetáculo “Divas”, no Teatro Municipal de Garça - Sala Miguel Mônico.
Nesse ano a proposta será diferente dos anos anteriores. O grupo trará uma diversidade para enaltecer as divas da música. Depois de homenagear Michael Jackson, considerado o “rei do Pop”, o Núcleo de Jazz da Emca, que tem como destaque a Companhia Jazz Emca, decidiu prestar sua homenagem às grandes mulheres da indústria da música.
As estrelas Madonna, Beyonce, Britney Spears, Rihanna e Lady Gaga, não foram esquecidas. Outras divas da música internacional também serão homenageadas no espetáculo. As apresentações serão no sábado, dia 25, às 20h, e no domingo, dia 26, às 18 h. Os ingressos estão sendo vendidos, ao preço de R$ 5, na secretaria da escola, à rua 27 de Dezembro, em Vila Williams.

Fonte: Redação do Garca.Jor


Processo contra rádio Dirceu AM e Jornal Diário de Marília tem novo responsável

O desembargador Fausto Martin de Sanctis, 53, um magistrado com fama de linha dura, é o novo responsável pelo processo federal da Operação Miragem, que investiga falsificação e outros crimes comuns na compra, registro e comando das rádios Diário FM, Dirceu AM e do jornal Diário em Marília.
O processo tem como acusados o ex-prefeito e deputado estadual Abelardo Camarinha e seu filho, também ex-prefeito, Vinícius Camarinha, e mais oito pessoas ligadas aos políticos e às empresas.
Fausto de Sanctis assumiu definitivamente o caso como sucessor da desembargadora Cecília de Mello, que se aposentou. Poucos dias antes de assumir o caso, fez uma contundente participação no primeiro Simpósio de Combate à Corrupção realizado pela Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF).
“Ouvi há pouco a questão da não punição da política. É claro, a questão não é se está punindo a política. A questão é o seguinte: quantas condenações e talvez prisões vão precisar para os políticos do Brasil entendam que corrupção é crime?” No mesmo evento, o desembargador criticou a ‘ousadia e volúpia dos nossos políticos em abocanhar o espaço público em seu próprio benefício’.
Formado em Direito pela FMU, Fausto de Sanctis é especialista em Direito Processual Civil pela Universidade de Brasília e doutor em Direito Penal pela Universidade de São Paulo (USP).
Ficou famoso por sua atuação em processos de combate ao crime de lavagem de dinheiro e por casos famosos e de repercussão que chegaram a provocar ordens de prisão como as do Daniel Dantas, do megainvestidor Naji Nahas e do ex-prefeito de São Paulo, Celso Pitta.
Foi procurador do município de São Paulo, procurador do Estado de São Paulo e juiz federal criminal. Por duas vezes integrou a lista da Ajufe (Associação dos Juízes Federais) para indicações ao STF (Supremo Tribunal Federal). De Sanctis ingressou na 6ª Vara Federal em 1991, com 27 anos. Desde então, reuniu condenações de peso.
O processo contra os dez acusados pelas fraudes com jornal e rádios em Marília é resultado de um inquérito iniciado em 2014 e que em agosto de 2016 provocou a lacração das rádios Diário FM e Dirceu AM por atuação clandestina - os registros de concessão estavam vencidos - e uma série de buscas e apreensão de documentos nas empresas, além das casas e escritórios de Abelardo e Vinícius Camarinha e até na prefeitura.
Em outubro de 2016 o caso foi agravado por uma delação premiada da empresária Sandra Mara Norbiato, de Ribeirão Preto, que figurava como dona das emissoras e jornal e nunca esteve nas empresas. Em janeiro deste ano o jornal Diário de Marília foi lacrado pela PF na segunda fase da operação.
Além do processo federal, a operação resultou em uma pilha de ações trabalhistas em que Camarinha e Vinícius são acusados de serem donos ocultos das empresas. Há expectativa sobre eventuais novas fases de investigações provocadas pelos documentos apreendidos durante as buscas de 2016.


Fonte: Giro Marília


Pepe Mujica: a vida humana não pode se resumir a trabalhar e pagar contas

"A vida humana não pode se resumir a trabalhar, pagar contas e fazer dívidas, como propõe o capitalismo. Defender o tempo livre e a liberdade é uma questão de princípios". A declaração do ex-presidente do Uruguai José Pepe Mujica foi feita durante a Jornada Continental pela Democracia e contra o Neoliberalismo.
O mandatário, que participou do painel “Seguimos em luta: desafios frente à onda conservadora e os ataques à democracia”, defendeu a construção de estratégias de luta baseada na solidariedade entre os povos e na sustentabilidade da vida, em contraposição ao modelo proposto pelo capitalismo.
O evento reuniu cerca de 3 mil pessoas ligadas a movimentos populares das Américas na cidade de Montevidéu, capital uruguaia.
Também presente no painel, Karin Nansen, presidenta da organização Amigos da Terra, comentou a onda conservadora no continente, ao relembrar os golpes de Estado em Brasil, Paraguai, Honduras e Haiti, além dos ataques sofridos pelo governo do presidente Nicolás Maduro, na Venezuela. Ela ressaltou o papel exercido pelas transnacionais nesses processos.
"Essas empresas são participantes ativas dos golpes de Estado nos nossos continentes, pelo interesse na extração de recursos e é fundamental que formulemos estratégias conjuntas para resistir às transnacionais”, diz Nansen.
Ela também ressaltou o papel desempenhado pela imprensa latino-americana na consolidação desse cenário, ao destacar que "os grandes meios de comunicação, como ferramentas da direita internacional, buscam manipular nossos povos para alcançar seus interesses antipopulares. Somos testemunhas desses processos antidemocráticos impulsionados pela direita, que promove ataques constantes aos trabalhadores, aos camponeses, à população indígena e às mulheres".
A realização da Jornada Continental pela Democracia e contra o Neoliberalismo é parte do processo de articulação iniciado em Cuba, em 2015, por ocasião dos dez anos da derrota do projeto de instauração da ALCA (Área do Livre-Comércio das Américas) no continente.
A jornada busca construir alternativas e estratégias para combater o neoliberalismo defender a democracia nos países latino-americanos e caribenhos.
Fazem parte da articulação diversos movimentos sindicais, organizações camponesas, indígenas, feministas, ambientalistas e anti-imperialistas.

Fonte: Brasil de Fato


Aderindo ao Black Friday, comércio funciona nesta sexta-feira até às 22 horas

O comércio de Garça adere, mais uma vez, ao Back Friday. Nesta sexta-feira, 24 de novembro, as lojas do comércio local estarão com as portas abertas até às 22 horas para receber os consumidores locais. Várias lojas prometem descontos especiais e uma decoração diferenciada, com muitos balões e destaque para a sinalização de que o estabelecimento está participando do Black Friday.
Para maior comodidade dos consumidores, várias ruas do Centro comercial da cidade contará com o reforço de seguranças privados, que estarão circulando por essas vias.
A Black Friday é um "preparativo" do comércio para o período natalino, quando são verificadas as maiores demandas de compras. Neste ano, novamente as ruas centrais deverão ser decoradas com iluminação e motivos natalinos, além de as lojas passarem a funcionar, a partir de 07 de dezembro, em horário especial, das 09 às 22 horas ao longo da semana e das 09 às 16 horas aos sábados. Neste ano, no domingo, 24 de dezembro, o comércio também estará em operação, das 09 às 16 horas.
A Black Friday tradicionalmente ocorre no dia seguinte à quinta-feira de Ação de Graças, data religiosa em que os norte-americanos celebram a gratidão pelos bons acontecimentos ocorridos durante o ano. Na prática, o dia de descontos é realizado na última sexta-feira do mês de novembro.
A Black Friday chegou ao Brasil no ano de 2010 e foi organizada pelo Busca Descontos, site que reúne cupons de descontos das principais lojas virtuais do país. Naquele ano, o evento reuniu apenas ofertas de varejistas virtuais.
Em 2011, o Extra estendeu as grandes ofertas para as lojas físicas e, desde então, a data ganhou força no varejo físico brasileiro.
Uma das explicações para o Black Friday demorar a emplacar no Brasil é a resistência de varejistas brasileiros. Eles tinham receio em oferecer promoções antes do Natal. Tradicionalmente, os saldões de fim de ano ocorrem em janeiro.

Fonte: Redação do Garca.Jor


Homem é picado por cascavel na zona rural de Garça e fica em observação na UPA

Um caso de acidente com animal peçonhento foi registrado nesta quarta-feira, 22 de novembro, na zona rural de Garça. Um trabalhador rural, cujo nome não foi divulgado, foi picado por uma cobra do tipo cascavel.
A própria vítima acionou o resgate do Corpo de Bombeiros e indicou que estava na parte externa de sua residência, efetuando a coleta de folhas de árvores, quando sentiu uma dor e verificou a presença da cobra. Rapidamente os bombeiros fizeram o socorro à vítima, com a aplicação do soro antiofídico. O trabalhador teve de permanecer em observação na Unidade de Pronto Atendimento.

Fonte: Redação do Garca.Jor


Cota feminina faz com que 20 diplomas de candidatos a vereador sejam cassados em Cafelândia

Em sessão plenária realizada na terça-feira, 21 de novembro, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) reformou sentença proferida em processo de investigação judicial eleitoral e cassou vinte diplomas para o cargo de vereador em Cafelândia por fraude no preenchimento de vagas destinadas a cada sexo na campanha eleitoral de 2016.
A ação foi ajuizada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) sob a alegação de que candidaturas de mulheres foram registradas de maneira fraudulenta pela coligação PR-PTB de Cafelândia para cumprimento de cota de gênero exigida pelo artigo 10, parágrafo 3º, da Lei nº 9.504/97 (Lei das Eleições).
Foram cassados os diplomas expedidos em favor de vinte candidatos ao cargo de vereador. Na decisão, também foi declarada a inelegibilidade de oito representados para os oito anos subsequentes à eleição municipal de 2016, nos termos do artigo 22, inciso XIV, da Lei Complementar nº 64/90.
Segundo o relator do recurso, juiz Marcus Elidius, "diante da ausência de votos das candidatas, da inexistência de atos de campanha e do direcionamento de doações somente para candidatos homens e de uma única mulher da coligação e, ainda, considerando tão somente as declarações daquelas candidatas, que afirmaram expressamente que se candidataram para que a coligação atingisse a cota de gênero, já está comprometida a metade das candidaturas femininas, tudo levando a concluir que houve fraude no lançamento de candidaturas femininas pela Coligação PR-PTB".
A Lei nº 12.034/09, que alterou a Lei das Eleições, determinou que, do número de vagas de cada partido ou coligação nas eleições, entre 30% e 70% serão destinadas para cada sexo. A alteração legislativa buscou ampliar a participação feminina no processo eleitoral, obrigando o registro de candidaturas de mulheres em cada pleito.

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru


quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Seguindo exemplo da RCG, Harald desiste de investir em Marília

A multinacional Harald, do setor de chocolates e outro produtos alimentícios, avisou a Prefeitura de Marília que devolverá a área de 50 mil metros quadrados – aproximadamente sete campos de futebol – localizada no distrito industrial de Lácio.
A notícia foi veiculada em primeira mão pela jornalista Tais Iatecola do jornal O Dia e confirmada pela reportagem do Marília Notícia.
Em julho de 2015, o então prefeito Vinicius Camarinha (PSB) anunciou investimentos na ordem dos R$ 50 milhões para o local, além da geração de 200 empregos diretos.
O motivo da devolução seria a crise econômica e a instabilidade política no país. A situação fez com que a multinacional revesse suas estratégias de investimentos. A doação foi anunciada em 2015, mas só foi concretizada em 2016.
Como o prazo para que a linha de produção entrasse em funcionamento, em meados de 2018, não seria cumprido, a empresa optou pela devolução do espaço.
De acordo com o secretário de Desenvolvimento, Cássio Pinto, “a empresa agiu de forma responsável ao ver que não ia conseguir cumprir os termos da doação e se antecipar ao fim do prazo para comunicar a devolução”.
Ele lembra que a Harald já está com uma unidade em funcionamento em Marília, na avenida República, onde são empregados cerca de 80 funcionários. Ali são processados alimentos de amendoim.
“Na época a Harald estudava ir para outras cidade, mas conseguimos trazer eles para Marília. A crise econômica e política afetou os investimentos, mas temos aqui uma unidade deles, produzindo. Eles têm unidades nos quatro continentes. Quando forem ampliar no Brasil, em no futuro, com certeza será aqui em Marília”, fala Cássio.
De acordo com o secretário, outras consequências positivas podem ser observadas. O exemplo dado é de um ex-gerente da Harald que abriu uma nova fábrica com outros empresários no distrito de Lácio.

RCG - Outra empresa que devolveu o terreno doado pela Prefeitura foi a RCG, no começo do ano. A empresa chegou a instalar um barracão provisório onde estava instalada uma linha de produção de lâmpadas de LED, mas acabou fechada.
No terreno que foi devolvido pela RCG estavam previstos investimentos em uma fábrica de quase 7 mil metros quadrados em um terreno de 12 mil metros quadrados onde seriam gerados 350 empregos diretos. O anúncio foi feito em 2014.
“O Governo Federal demorou para regulamentar a questão do LED no Brasil e o mercado foi inundado por produtos chineses de baixa qualidade. O custo começou a ficar muito alto para a RCG. No entanto eles garantiram que continuam tendo interesse em Marília para o futuro”, comentou Cássio.

Fonte: Marília Notícias